E-BOOKS | TESES E DISSERTAÇÕES | CONTATO


 

LINHAS DE PESQUISA DO PROGRAMA

Área de CONCENTRAÇÃO: Estudos da Linguagem

1. Análises textuais, discursivas e enunciativas
Estudos de diferentes tendências teóricas – Teorias do Texto, da Enunciação e da Análise do Discurso – que resultam na produção de pesquisas que tomam o texto e/ou o discurso e/ou a enunciação como objeto de análise e teorização.

2. Linguística Aplicada
Temas, teorias e métodos de investigação em linguística aplicada; relações entre linguagem, aprendizagem e escolarização; uso da linguagem e interação em contextos sociais diversos; educação linguística; políticas linguísticas e educacionais.

3. Psicolinguística
Estudo dos processos cognitivos subjacentes à aquisição, processamento e uso da linguagem em contextos de aquisição de língua materna e de bilinguismo/multilinguismo, bem como em déficits de linguagem.

4. Sociolinguística
Estudos teóricos e empíricos sobre o uso, variação e mudança das línguas na sociedade, no espaço e no tempo, considerando práticas sociais e situações de monolinguísmo e de plurilinguísmo, contatos entre línguas ou variedades da mesma língua e aspectos variáveis tanto da fala quanto da escrita, nos planos sincrônico e histórico-diacrônico.

5. Lexicografia, Terminologia e Tradução: Relações Textuais
Estudos relativos à Lexicologia e Lexicografia, Terminologia, Terminografia e Tradução. Enfocam-se estudos do léxico relacionados à descrição da linguagem em geral e das linguagens especializadas, à produção dicionarística de tipo geral e de campos especializados do conhecimento, ao ensino de língua materna, línguas estrangeiras e línguas instrumentais, de acordo com perspectivas textuais e comunicativas, assim como estudos relativos aos aspectos teórico-práticos de Tradução e sua pedagogia.

6. Fonologia e Morfologia
O foco da pesquisa em Fonologia e Morfologia é a caracterização – no âmbito das principais abordagens teóricas – dos processos encontrados nos componentes fonológico e morfológico de diferentes línguas, especialmente do português e de suas variedades. Associado à perspectiva explicativa, licenciada pelo aprofundamento da discussão teórica, esta linha de pesquisa tem especial interesse na descrição e análise de línguas e dialetos.

7. Gramática e Significação
Conjunto de pesquisas orientadas à compreensão das relações entre forma linguística, significação e contexto. A linha cobre áreas que, contemporaneamente, são consideradas “de interface da gramática” – as interfaces da sintaxe e da morfologia com o léxico e a semântica, e da sintaxe e da semântica com a pragmática. A orientação teórica dos estudos é de natureza formal – incluindo frameworks como a gramática gerativa, a semântica e a pragmática formais, bem como outras abordagens.

Área de CONCENTRAÇÃO: Estudos de Literatura

1. Pós-colonialismo e identidades
Identidade/alteridade. Identidades culturais regionais, nacionais e continentais (americanidade, africanidade e outras). Transnacionalidade, desterritorialização e hibridismo. Imperialismo e racismo. Etnicidade, negritude, crioulismo/créolité. Mito e imaginário.

2. Estudos literários aplicados: Literatura, Ensino e Escrita criativa
Ensino e difusão da literatura no plano da escola e da sociedade, considerando a formação do leitor. Representações da leitura. Literatura contemporânea em suas diversas manifestações. Proposta de novas práticas discursivas no âmbito da oralidade e da escrita. Processo de criação em diferentes dimensões, tanto no sentido da produção de uma obra ficcional própria quanto no sentido do estudo do processo de criação de outro autor. Tal estudo pode se dar a partir de documentos de processo (crítica genética), a partir da obra publicada, a partir de correspondências e de entrevistas.

3. Literatura, Sociedade e História da literatura
Relações entre literatura e processo histórico, cultural e social: historicidade do discurso literário; mimesis literária e interpretação da história; o campo literário-artístico e suas instituições. As tendências teórico-críticas e a história: historiografia; história da interpretação do discurso literário; história literária e historiografia da literatura.  Correntes teóricas pautadas na relação entre literatura e história: marxismo e literatura, estética da recepção, sócio-crítica, sociologia da literatura.

4.Sociedade, (inter)textos literários e tradução nas Literaturas Estrangeiras Modernas
Estudos de autores, obras, teorias, agrupamentos literários, processos de tradução e relações geoliterárias nas Literaturas Estrangeiras Modernas de língua alemã, espanhola, francesa e inglesa, por meio de teorias críticas modernas ou contemporâneas, sob enfoques históricos, temáticos, didáticos, sócio-culturais, de gênero e/ou interdisciplinares.

5. Teoria, Crítica e Comparatismo
Interfaces entre teoria literária e literatura comparada no contexto dos estudos literários contemporâneos com foco em: mimese e antimímese, referencialidade e autorreferência, gênero, subjetividade e identidade, linguagem e escritura, diversidade linguística e tradução cultural, performatividade, limiaridade, transculturalidade, migrância e diferença. Estudo de sistemas de significação e suas interrelações em sintonia com um comparatismo transversal em diálogo com questões e tensões pertinentes ao cenário complexo da modernidade/pós-modernidade/pós-colonialidade e das novas geopolíticas do conhecimento.

                     

Av. Bento Gonçalves, 9500 - Campus do Vale - Prédio 43221, sala 122
Caixa Postal 15002 - 91501-970 - Porto Alegre -RS
Fone 0 xx 51 3308-6699 | E -mail: ppglet@ufrgs.br