Teses

  • Abstração e representação : a função de modelos em composição musical

    Autor: Rodrigo Meine
    Orientador: Prof. Dr. Antônio Carlos Borges Cunha
    Data da defesa: 23/10/2018
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/189438
  • Aspectos de estruturação temporal no concerto para violão e orquestra.

    Autor: Rogério Tavares Constante
    Orientador: Prof. Dr. Celso Loureiro Chaves
    Data da defesa: 27/09/2006
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/7798

    Este trabalho apresenta uma reflexão teórica e composicional sobre estruturação temporal em música e, mais especificamente, sobre a estruturação temporal em minha obra Concerto para violão e orquestra (2002). Esta composição está apoiada em conceitos estéticos ligados à Estética do Frio, pensada pelo compositor sul-riograndense Vitor Ramil, e em procedimentos técnico-composicionais definidos em minhas obras anteriores. A reflexão teórica propõe um modelo de estruturação temporal que se adequa às obras constituídas por estratificação e àquelas onde a métrica está essencialmente relacionada à atividade rítmica regular. O trabalho apresenta, também, os principais mecanismos e técnicas utilizados para conceber e construir, no Concerto para violão e orquestra, um percurso musical caracterizado por fluidez, a qual está aqui associada às mudanças suaves de orquestração, de textura, de materiais e, principalmente, de movimentação.

    This Doctoral Dissertation presents a discussion on the theoretical and compositional aspects of the temporal structure of music. Its main focus is my Concert for guitar and orchestra (2002), a piece which is based on concepts developed by Brazilian composer Vitor Ramil in his essays Aesthetic of the cold and on compositional procedures that were developed in my previous compositions. This Dissertation formulates a model for the structuring of time in music through devices like stratification and the linkage of metric to the regularity of rhythm. The main compositional procedures of the Concert for guitar and orchestra are discussed, focusing on its musical discourse, whose fluidity is achieved through gradual changes in orchestration, texture, thematic materials, and tempo.

    Resumo / Abstract
  • Escuta / escritura: entre olho e ouvido a composição.

    Autor: Rogério Vasconcelos Barbosa
    Orientador: Prof. Dr. Antônio Carlos Borges Cunha
    Data da defesa: 30/09/2008
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/14379

    Esse trabalho busca desvelar alguns aspectos da complexa relação entre escuta e escritura, no processo de composição. O compositor lida com esses dois pólos, ajustando a imaginação sonora à sua representação escrita. Mas não se trata apenas de representar, de codificar, pois a representação envolve de tal modo a imaginação, que direciona seus percursos e delineia seus limites. Todavia, a sensação sonora pode conduzir a imaginação musical a regiões que requerem novas formas de representação, ainda não codificadas. Há um constante jogo de forças entre escuta e escritura. Esse conflito exige ajustes periódicos nas categorias culturais utilizadas para mediar os dois pólos. Após uma investigação teórica sobre as condições em que se estabelecem a escuta e a escritura, proponho um conjunto de categorias que considero úteis na organização de um pensamento composicional contemporâneo: mapa temporal, tipos texturais, gesto e envelope. Em seguida ao estudo do quadro de categorias, analiso duas peças minhas – iri (2004), para piano solo e oscuro lume (2006/2007), para orquestra – incluídas no portfolio de composições que integra meu trabalho de doutorado. A análise confirma a pertinência das categorias propostas e busca a organização da composição entre os pólos da escuta e da escritura, considerando os traços formais de organização em sua emergência e ambigüidade.

    This work is an attempt to unveil some aspects of the complex relation between hearing and writing in the process of composition. The composer deals with both poles, adjusting sound imagination to its written representation. This implies not only representing or codifying, but it also involves imagination to such level that it serves as a guide throughout the path and outlines its boundaries. However, the hearing sensation may lead the musical imagination to realms that require new forms of representation, not yet codified. There is a permanent exercise of power between hearing and writing. Such conflict demands periodical adjustments in the cultural categories used for mediating both poles. After a theoretical investigation of the conditions under which the hearing and the writing are established, I propose a set of categories that I consider very useful in the organization of a contemporary way of compositional thinking: temporal map;textural types;gesture and envelope. Following the study of the categories, I analyzed two of my compositions – iri (2004), for piano solo, and oscuro lume (2006/2007), for orchestra – which have been included in the portfolio of compositions that are part of my doctorate research. The analysis has confirmed the pertinence of the proposed categories and searches the organization of the composition between the poles of hearing and writing, taking into consideration the formal features within its emergence and ambiguity.

    Resumo / Abstract
  • Educação musical e formação em pesquisa no mestrado : um estudo com egressos de programas de pós-graduação em música no Brasil

    Autor: Rosalía Trejo León
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira Souza
    Data da defesa: 24/07/2017
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/170452
  • Um estudo sobre os saberes que norteiam a prática pedagógica de professores de piano.

    Autor: Rosane Cardoso de Araújo
    Orientador: Profª Drª Liane Hentschke
    Data da defesa: 20/05/2005

    O objetivo desta tese foi investigar os saberes que norteiam a prática pedagógica de professores de piano/bacharéis, ao longo da carreira. Para este fim foram observadas a mobilização dos saberes no discurso e na prática docente e as fontes sociais de aquisição. O método da pesquisa foi o estudo multicasos, orientado por um estudo de desenvolvimento de corte transversal. Participaram deste estudo, três professoras de piano, bacharéis em música, localizadas em diferentes etapas da carreira profissional. A linha discursiva desta tese foi a fenomenologia focalizada no pensamento de Heidegger. O referencial teórico teve como base os estudos de Tardif e Huberman, complementados por outros autores da literatura educacional e músico-educacional. Como resultado, foi identificada uma tipologia de saberes específica deste estudo, discutida a partir do elemento temporal. Também foram tratados neste trabalho, outros elementos relacionados à função do professor de piano, como algumas especificidades desta atividade e as relações entre formação profissional e docência.

    The target of this thesis was to investigation the knowledges groups that guide the pedagogic practice of the piano teachers. For that, it was observed the mobilization of the several knowledges in the speech and in the educational practice, as well as the social sources of their acquisition. The method of the research was the multi-cases study, guided by a cross-sectional study. This research has had the participation of three graduated piano teachers, in different phases of their professional career. The discursive line of this thesis was the phenomenology based on the ideas of Heidegger. The theoretical references were based on the studies of Tardif and Huberman, complemented by other authors of the educational and musician-educational literature. As a result, some knowledges groups related to this study, have been identified and discussed starting from the point of view of the time. In this thesis, others elements related to the piano teacher’s function, such as some characteristics of this activity and the relationships between professional formation and the teaching, have been studied.

    Resumo / Abstract
  • Aprendendo e ensinando “Dois momentos nordestinos” para piano de Calimério Soares sob o viés da prática reflexiva de três alunos e uma professora

    Autor: Rosiane Lemos Vianna
    Orientador: Profª. Drª. Cristina Maria Pavan Capparelli Gerling
    Data da defesa: 22/02/2019
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/192847
  • Estudo da expressividade musical dialógica no rudepoema de Heitor Villa-Lobos

    Autor: Salete Maria Chiamulera Bohler
    Orientador: Prof. Dr. Ney Fialkow
    Data da defesa: 29/04/2016
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/149027
  • A aplicação de guias de execução com alunos iniciantes de piano

    Autor: Selva Viviana Martinez Aquino
    Orientador: Prof.ª Dr.ª Cristina Capparelli Gerling
    Data da defesa: 13/03/2015
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/116137
  • Sonatina Nº 2 de Hector Tosar: uma visão histórica e analítica.

    Autor: Silvia Cristina Hasselaar
    Orientador: Profª Drª Cristina Capparelli Gerling
    Data da defesa: 20/04/2006
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/6411

    Este estudo focaliza, sob os aspectos históricos e analíticos, a ‘Sonatina n° 2’ de Héctor Tosar (1923-2002). Trata-se de uma obra representativa do neoclassicismo musical da década de 1950, escrita por um compositor latino-americano com formação em seu país, o Uruguai e no exterior. A análise tem como referencial teórico os pressupostos do próprio Tosar (1992) e de Joseph Straus (1990). Através da análise dos conjuntos, mostram-se a recorrência de um grupo de sons e a resultante fixação da sonoridade característica da obra.

    This paper focuses Hector Tosar’s (1923 – 2002) Sonatina No. 2 in terms of historical and analytical premisses. This work highlights the musical neoclassicism of the 1950s adopted by a Latin-American composer who studied in his country of origin, Uruguay, as well as abroad. The analysis is based on Tosar’s own concepst (1992) and those of Joseph Straus (1990). The use of set theory as an analytical tool points to the recurrences of a group of sounds that establish the characteristic sonority of the piece.

    Resumo / Abstract
  • Escuta portátil e aprendizagem musical: um estudo com jovens sobre a audição musical mediada pelas tecnologias portáteis.

    Autor: Silvia Nunes Ramos
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira Souza
    Data da defesa: 09/08/2012
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/70225

    O presente estudo investiga a escuta musical de nove jovens, com idade entre 14 e 20 anos, considerando suas vivências musicais e aprendizagens mediadas pelos dispositivos portáteis. A pesquisa teve como objetivo central identificar o potencial educativo da escuta musical dos jovens, por meio das tecnologias portáteis do formato de mp3. O referencial teórico foi construído a partir de três eixos: o primeiro, desenvolve o conceito de escuta musical, destacando as tipologias dos modos de escuta (IAZZETTA 2009, STOCKFELT, 2009). O segundo eixo refere-se às perspectivas teóricas da sociologia da música de Bull (2000), Thibaud (1992, 2003), Green (2004), Williams (2007), Pecqueux (2009a;2009b), Granjon e Combes (2009) sobre as experiências auditivas na vida cotidiana contemporânea, bem como, DeNora (2000) com investigações sobre a forma como as pessoas incorporam a música no dia a dia. O terceiro eixo teórico está situado no campo da educação pelas mídias, focando os meios de comunicação, aprendizagem musical e juventude. Nesta perspectiva, os desenvolvimentos das diversas mídias são analisados numa visão mais ampla, enfatizando a flexibilidade, as múltiplas funções e a acessibilidade (KLÜBER 2003;SCHLÄBITZ 1997;MORDUCHOWICZ, 2008), assim como as abordagens que tratam o tema mídia e aprendizagem musical, como Souza (2004;2011). A partir das perspectivas teóricas de Passeron e Revel (2005) e Leplat (2002), a metodologia adotada foi o estudo de caso. A análise dos dados revelou que a escuta portátil contribui para a construção de conhecimentos musicais. A escuta portátil fornece à aprendizagem musical aspectos particulares: desconstrói a linearidade da apreciação, proporcionando ao ouvinte a diversidade de gêneros musicais que constituem as playlists;transforma “espaços sociais” em “espaços musicais” e de aprendizagem;transita entre escutar, avaliar, perceber e compor. O estudo contribui para um novo olhar sobre o uso destes aparelhos na escuta portátil de jovens, sugerindo aos educadores musicais a criação de novas metodologias, a partir da compreensão dos procedimentos envolvidos nesta escuta.

    The present study investigated the music listening habits of nine youngsters aged between 14 and 20 years, by considering their musical experiences and learning by the use of portable devices. The main focus was to identify the educational potential of music listening in youth, mediated by portable MP3 player technology. The theoretical framework was developed along three axes. The first axis is based on the concept of music listening, highlighting the types of listening modes (IAZZETTA 2009;STOCKFELT 2009). The second refers to the theoretical perspectives of Sociology of Music according to Bull (2000), Thibaud (1992, 2003), Green (2004), Williams (2007), Pecqueux (2009a;2009b), and Granjon and Combes (2009), on the auditory experiences in contemporary everyday life, and also to DeNora (2000), on the investigations of how people incorporate the music in their daily activities. And the third axis is based on education through the media focusing on the means of communication, music learning and youth. In this perspective, the developments of various media are analyzed in a broader view, emphasizing the flexibility, the multiple functions and accessibility (KLÜBER 2003;SCHLÄBITZ 1997;MORDUCHOWICZ, 2008) as well as the studies that address the issue of media and music learning as did Souza (2004;2011). This is a case study based on the theoretical perspectives of Passeron and Revel (2005) and Leplat (2002). The data analysis showed that the portable listening contributes to the construction of musical knowledge. Portable listening provides specific aspects to musical learning: it deconstructs the linearity of enjoyment, providing the listener with the diverse array of musical genres that make up the playlists;it turns the “social spaces” into “musical and learning spaces”;it passes through listening, evaluation, understanding and composing. The study allows a new look at the use of these devices in the portable listening of youth and suggests the creation of new methods based on the understanding of the procedures involved in this listening.

    Resumo / Abstract
Página 10 de 11« Primeira...7891011