Teses

  • Sentidos de uma pedagogia musical na escola aberta : um estudo de caso na Escola Aberta Chápeu do Sol Porto Alegre, RS .

    Autor: Helena Lopes da Silva
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira de Souza
    Data da defesa: 30/09/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17774

    O Programa Escola Aberta (UNESCO/MEC) consiste na abertura das escolas públicas aos finais de semana como alternativa para a reversão do quadro de violência e a construção de espaços de cidadania para os jovens e para as comunidades consideradas em situação de vulnerabilidade social. A música, neste programa, é vista como uma ferramenta de reversão do quadro de exclusão e violência entre os jovens considerados em situação de vulnerabilidade social. Este trabalho investiga os sentidos da pedagogia musical nas atividades de música da Escola Aberta Chapéu do Sol, em Porto Alegre, RS. O estudo adota o conceito de pedagogia musical alicerçado nas discussões sociológicas dos autores Roberto Albarea, (1994), Mario Piatti (1994) e Rudolph D. Kraemer (2000). A metodologia escolhida para a realização desta pesquisa foi o estudo de caso único, de abordagem qualitativa (MERRIAM, 1998, STAKE, 2000). As ferramentas utilizadas para a realização da coleta de dados foram a observação participante, as entrevistas individuais e em grupo, e análise dos documentos oficiais do Programa Escola Aberta. A análise dos dados empíricos recolhidos foi feita a partir dos cruzamentos realizados entre os discursos dos participantes da pesquisa com os documentos oficiais do Programa Escola Aberta. Os resultados apontaram que a concepção sobre as atividades de música a serem propostas na Escola Aberta Chapéu do Sol, estava relacionada com a visão 201Cconteudista201D (PIATTI, 1994) da pedagogia musical, na qual, a música é vista como um objeto separado dos jovens e do contexto no qual ela acontece. Os interesses e os sentidos em participar dos Grupos de hip-hop da Escola, revelados pelos jovens. estavam associados às questões identitárias, polissêmicas e socializadoras destes em relação ao grupo de amigos (peer-groups), e como forma de expressão e reflexão acerca de seus mundos. Para os Coordenadores, Gestores, Interlocutores e Oficineiro de Música, as atividades a serem desenvolvidas na Escola Aberta dependiam de uma orientação profissional musical para 201Cqualificar201D os processos pedagógico-musicais dos jovens.

    The Open-School Program (UNESCO/MEC) adopted in public schools allows them to be open on weekends, becoming an alternative attempt to reverse the violent environment, and to build up citizenship opportunities to the youth, as well as to the socially vulnerable communities. In the Open-School Program music is regarded as a tool to reverse the exclusion and violence among the youth living under social vulnerability. This research investigates the purposes of the musical pedagogy in the musical activities performed in the Escola Aberta Chapéu do Sol, in Porto Alegre, RS. The study adopts the concept of musical pedagogy founded on the sociological discussions of the authors Roberto Albarea (1994), Mario Piatti (1994), and Rudolph D. Kraemer (2000). The methodology chosen for the realization of this research was the single case study with a qualitative approach (Merriam, 1998, Stake, 2000 ). The tools used for collecting data were based on participative observation, individual and group interviews, and analysis of official documents from the Open-School Program. The analysis of the collected empirical data was based upon cross-dating realized between the discourses of the participants in the research and the official documents of the Open-School Program. The results showed that the concept based on the musical activities proposed in the Escola Aberta Chapéu do Sol was interwoven with the content-based approach to the musical pedagogy (Piatti, 1994), whereby, music is seen as a subject detached from the youth and the environment where it takes place. The interests and purposes of the participation in the youth hip-hop Groups from the Open- School Chapéu do Sol, according to the young people, were associated with identity, polysemy, and socialization in relation to their peers;they also reported it as a way of expressing and reflecting upon their environment. According to the coordinators, managers, interlocutors, and music workshop instructors, the musical activities relied on professional musical advice in order to better qualify the pedagogical musical processes for the youth.

    Resumo / Abstract
  • Por uma ecologia da formação de professores de música : diversidade e formação na perspectiva de licenciandos de universidades federais do Rio Grande do Sul. .

    Autor: Cristiane Maria Galdino de Almeida
    Orientador: Profª Drª Luciana Marta Del Ben
    Data da defesa: 29/09/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17690

    O presente trabalho teve como objetivo investigar como estão sendo formados os professores de música para trabalhar com/em a diversidade presente na sociedade, a partir da perspectiva dos licenciandos. Os objetivos específicos foram identificar em que condições os licenciandos estão sendo preparados – condição de produção/reprodução dos discursos e práticas na universidade e que nestas estão implicadas sua cultura, sua etnia e suas múltiplas identidades;identificar quais os instrumentos de construção/manutenção/transformação sociocultural de que vão dispor;e analisar que conhecimentos são priorizados nessa formação. O referencial teórico do trabalho está fundamentado em conceitos da teoria crítica pósmoderna, entre eles, sociologia das ausências e teoria da tradução, propostos por Boaventura de Sousa Santos (2005a). Foi realizado um estudo de entrevistas com 17 licenciandos de três universidades federais do Rio Grande do Sul. A técnica de pesquisa utilizada foi a da entrevista episódica, e as informações socializadas foram analisadas qualitativamente. A partir da análise, considerei que a diversidade ainda não faz parte da formação como um projeto consolidado institucionalmente e que o conhecimento é predominantemente monocultural. Esses aspectos tornam a formação um espaço de tensões e possibilidades. Proponho que ela seja vista a partir de uma ecologia da formação, como espaço de inter-relações, onde os diálogos interculturais sejam exercitados e, consequentemente, seja possível viver a formação com/em a diversidade para formar professores de música que possam trabalhar com/em a diversidade.

    This research aimed at investigating how future music teachers are being educated to work with/in the diversity present in the society, from the perspective of the music student-teachers. The specific objectives aimed at identifying the conditions in which the music student-teachers are being prepared – the conditions of production/reproduction of the belief system and practices in the university, in which are implied their culture, their ethnicity, and their multi-faceted identities;identifying the available tools to generate sociocultural construction/maintenance/transformation;as well as analyzing the knowledge prioritized during the initial education course. The theoretical framework was composed by concepts coming from the post-modern critical theory, proposed by the Portuguese sociologist Boaventura de Sousa Santos (2005a). An interview study was carried out with 17 students from three federal universities in the state of Rio Grande do Sul (southern Brazil). The research technique used was the episodic interview. The information shared with the students underwent a qualitative analysis. The analysis revealed that diversity is still not part of the initial education course as an institutional project and that the knowledge present in the course is mainly monocultural. Based on such aspects, the initial education course can be understood as a place of tensions and possibilities. Then, I propose that it be conceived as an ecology of education, as a space of interrelationships where the intercultural dialogues are exercised and, consequently, it will become possible to live educational processes with/in diversity in order to educate music teachers who can work with/in diversity.

    Resumo / Abstract
  • Estudar e trabalhar durante a graduação em música : construindo sentidos sobre a formação profissional do músico e do professor de música .

    Autor: Cintia Thais Morato
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira de Souza
    Data da defesa: 25/09/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17686

    A temática desta pesquisa diz respeito a uma dimensão da educação superior em música: a formação profissional dos alunos. O que interessa nessa dimensão é a realidade de alunos que já atuam profissionalmente com música enquanto cursam a graduação na área. A pesquisa tem como objetivo geral compreender como os alunos, vivendo no curso e no trabalho, vão estabelecendo relações e produzindo sentidos que instituem a sua formação profissional em música. E, como objetivos específicos: investigar como os alunos vão aprendendo a ser professores de música e/ou músicos à medida que estudam e trabalham e o que consideram importante em suas oportunidades concomitantes de atuação profissional e de estudo na graduação;identificar os sentidos atribuídos pelos alunos à importância de trabalhar e estudar simultaneamente;e examinar as opções feitas, decisões tomadas e ações empreendidas para gerenciar as exigências demandadas pelo seu trabalho e pelo curso. Adoto como conceito de formação as perspectivas teóricas de Jorge Larossa (2002, 2004a, 2004b, 2005), que também se subscreve Larossa Bondiá (2002), e Marie-Christine Josso (2004a). Por essas perspectivas teóricas, a formação se constitui ao longo das experiências vividas pelas pessoas (o âmbito instituinte da formação) quando em relação com as instâncias formadoras (o âmbito instituído da formação). A metodologia adotada é o estudo de caso por se tratar de um fenômeno contemporâneo (YIN, 2005) que interrompe as normas socialmente instituídas (PASSERON;REVEL, 2005), de acordo com as quais tanto o aluno deve primeiro realizar sua formação para depois trabalhar, como a profissionalização em música não se legitima pela formação superior e respectiva titulação. A pesquisa contribui para que os profissionais envolvidos com o ensino superior em música possam problematizar os conceitos sobre formação com os quais preparam os alunos para a vida profissional, bem como questionar os julgamentos que constroem sobre quem são os seus alunos. Os resultados contribuem para a teoria da educação musical ao contemplar mais uma faceta da multiplicidade da vida musical dos alunos de cursos superiores que já trabalham, uma vida musical que se transforma em vida profissional que, por sua vez, retroalimenta a vida musical, num movimento infinito.

    This paper’s theme has to do with one dimension of higher degree education in music: the professional training of the students. What is of interest in this dimension is the fact of those students who already exercise music professionally while undergoing education in this area. The general aim of this study is to understand how students, sharing their lives between school and work, keep on establishing relationships and developing senses which establish their professional education in music. The specific aim is threefold: investigate how students keep on learning how to be music teachers and/or musicians while at school and at work, and what they, while at school and at work, consider important in their concomitant opportunities of professional experience and of school education;identify the senses given by students to the importance of working and studying simultaneously;and examine the options taken, decisions made and actions carried out to meet the requirements imposed by their professional work and their course in education. The education concept I adopted is that of both Jorge Larossa’s (2002, 2004a, 2004b, 2005), who also subscribes Larossa Bondiá (2002), and Marie-Christine Josso’s (2004a) theoretical perspectives. According to these theoretical perspectives, education is reached throughout the experiences undergone by people (education’s establishing surroundings) when in relation with the educating instances (education’s established surroundings). The methodology adopted is that of the case study as it deals with a contemporary phenomenon (YIN, 2005) that breaks the norms socially established (PASSERON;REVEL, 2005) according to which not only should the student first complete his/her education and afterwards pursue professional work, but also professionalization in music is not legitimized by higher education and respective degrees. This study contributes to those involved in higher music education being capable of problematizing the concepts on education with which they prepare their students for a professional life, and also contributes to their questioning the judgements they make on who their students are. The results contribute to the theory of musical education as it contemplates one more facet of the multiplicity of the musical life of those higher education students who are already working professionally, a musical life that turns into a professional life which, in turn, provides feedback to a musical life, thus establishing a perpetual motion pattern.

    Resumo / Abstract
  • Processos intersubjetivos na composição musical de crianças : um estudo sobre a aprendizagem criativa .

    Autor: Viviane Beineke
    Orientador: Profª Drª Liane Hentschke
    Data da defesa: 21/09/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17775

    A presente pesquisa está situada no campo das pesquisas sobre a aprendizagem criativa, conceito emergente nas áreas de Educação e de Educação Musical que focaliza o desenvolvimento da criatividade de crianças e jovens em situação de aprendizagem. O objetivo da pesquisa foi investigar como as dimensões da aprendizagem criativa se articulam em atividades de composição musical no contexto do ensino de música na Educação Básica. O referencial teórico foi elaborado com base em dois eixos: as perspectivas das crianças e do professor sobre a aprendizagem criativa. O primeiro eixo, construído segundo o modelo sistêmico de Csikszentmihalyi, revisto através de pesquisas e questionamentos da área de educação musical sobre as práticas e as concepções musicais das crianças, focaliza três dimensões da criatividade: o domínio – ideias de música das crianças;o campo – a comunidade em sala de aula e o indivíduo – contribuições individuais e coletivas. O segundo eixo – perspectiva do professor na aprendizagem criativa – enfoca o papel do professor na construção das relações sociais em aula e as dimensões que caracterizam o ensino criativo: as relações sociais em sala de aula, o engajamento dos interesses dos alunos e a valorização das suas contribuições em atividades de composição musical. O método consistiu em um estudo de caso realizado em aulas de música de uma turma da 2ª série do ensino fundamental. A coleta de dados incluiu: (1) observação e registro em vídeo de dois conjuntos de atividades de composição musical na turma participante, (2) grupos focais com os alunos e (3) entrevistas semiestruturadas e entrevistas de reflexão com vídeo com a professora de música da turma. Os resultados revelam que as dimensões da aprendizagem criativa se articulam nas atividades de composição em grupo, apresentação e crítica musical das produções dos alunos, em um ciclo que aciona processos de estabilização e desestabilização de ideias de música construídas intersubjetivamente em sala de aula. Participando das aulas como compositores, intérpretes e audiência crítica, as crianças constroem sua identidade no grupo e tornam-se agentes da própria aprendizagem, construindo coletivamente o conhecimento que sustenta as suas ideias de música, constantemente revistas, atualizadas e ampliadas pelas suas experiências musicais e reflexivas. Ao professor, cabe proporcionar condições para que se crie esse ambiente de relações sociais positivas, de comprometimento com os processos de aprendizagem do grupo, de colaboração mútua, de engajamento de interesses e de valorização das contribuições das crianças em aula. Ao longo do tempo, essas formas de participação social configuram a constituição de uma comunidade de prática musical engajada e comprometida no processo de negociação e significação dessas práticas, compartilhando maneiras de fazer e pensar música que sustentam a aprendizagem criativa.

    The following research it is based on studies about creative learning, an emergent concept in the Education and Music Education areas, which focuses on the development of creativity on children during learning situation. The aim of the research was to investigate how the creative learning dimension articulates itself on musical composition activities in the primary musical education teaching context. The theoretical framework was build to encompass the children and teacher2019s perspectives on creative learning. The first one was built on Csikszentmihalyi2019s systems view of creativity, and reviewed through some researches about practices and children musical concepts focusing on three creative dimensions: the domain 2013 children music ideas;the field 2013 the school2019s community and the individual 2013 collective and individual background. The second point of view about teacher2019s perspectives on creative learning focused the teacher2019s role in the social relationships in class and the dimensions that characterize the creative teaching: the relationships in the classroom, the students2019 commitment interests and the value of their contribution on musical composition activities. The method consisted on a case study carried out in a 2nd grade primary musical class. The data collection involved: (1) observation and video recording of two blocks of activities during musical composition in the participant class, (2) focused groups with students and (3) semi-structured and reflection interviews using video recordings with the participant class teacher. The results show that the dimensions of creative learning articulate themselves in the composition activities in group, musical presentation and critic on students2019 productions;in a cycle that starts the stabilization and investigates how the creative learning dimension articulates itself on musical composition activities in the primary musical education teaching context and stabilization of music ideas intersubjectively built in the classroom. Participating in the classes as composers, performers, and critical audience, the children build their identity in the group and become agent of their own learning, building the knowledge collectively that sustains their music ideas, which are revised and enlarged constantly by their musical reflective experiences. It is up to teacher to create the conditions to build an environment of social positive relations of groups learning processes, the commitment in mutual collaboration, interest and valuing the children contributions in class. As time goes on, these social participation ways represent the constitution of a committed community of musical practice and in the negotiation and meaning process of this practice, sharing ways to do and think music that sustains creative learning.

    Resumo / Abstract
  • A inserção da música no projeto político pedagógico: o caso da rede municipal de ensino de Porto Alegre/RS.

    Autor: Cristina Rolim Wolffenbüttel
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira Souza
    Data da defesa: 09/09/2009
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/18615

    Esta pesquisa investigou a inserção da música no projeto político pedagógico, tendo como objetivos identificar como, quando, onde e por quem o ensino de música é definido, planejado, implementado e desenvolvido no projeto político pedagógico;analisar metas e objetivos da música na escola e sua articulação com as finalidades expressas no projeto político pedagógico. O locus da investigação foi a Secretaria Municipal de Educação de Porto Alegre, RS, e escolas da Rede Municipal de Ensino. A metodologia utilizada foi a abordagem qualitativa e o método o estudo de caso, com a utilização de entrevistas semiestruturadas, observações e questionários. Com base nas dimensões analíticas propostas por Medel (2008), Oliveira, Souza e Bahia (2005), Ball (1994) e Bowe et al. (1992), os resultados apontam para a complexidade da integração da música no projeto político pedagógico, levando-se em consideração micro e macro políticas educacionais. Considerando a aprovação da Lei n° 11.769, de 18 de agosto de 2008, que dispõe sobre a obrigatoriedade do ensino da música da Educação Básica, este trabalho pode contribuir para a atuação de professores e outros profissionais e para o avanço das reflexões teóricas da educação musical na área de políticas educacionais.

    This research investigated the inclusion of Music in political-pedagogic projects, aiming at identifying how, when, where and by whom the teaching of Music is defined, planned, implemented and developed;it aims at analyzing goals and objectives of music in schools and their relation with the purpose expressed in the political-pedagogic project. The locus of the research was the Municipal Secretary of Education for the city of Porto Alegre, state of Rio Grande do Sul, and Municipal Schools. The methodology used was the qualitative approach and the case study method, with semi-structured interviews, observations and questionnaires. Based on the analytical dimensions proposed by Medel (2008), Oliveira, Souza e Bahia (2005), Ball (1994) and Bowe et al. (1992), the results point to the complexity of the integration of Music in the political-pedagogic project, considering micro and macro educational policies. Considering the Law No. 11. 769 of August 18th, 2008, which defines the teaching of Music in Elementary Education mandatory, this work may contribute to the work of teachers and other professional and to advance the theoretical reflections of the musical education in educational policies.

    Resumo / Abstract
  • Compreender a escola de música como uma instituição : um estudo de caso em Porto Alegre, RS .

    Autor: Elisa da Silva e Cunha
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira de Souza
    Data da defesa: 31/08/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17453

    As escolas de música são espaços de reconhecida importância como instâncias de formação e atuação profissional em música no Brasil. Com o objetivo de compreender a escola de música em suas singularidades, esta tese parte da perspectiva da sociologia das instituições escolares, e de um estudo de caso realizado numa escola de música particular na cidade de Porto Alegre, RS, Brasil. As técnicas de coleta de dados utilizadas foram entrevistas e observações. Apoiado em autores como Estevão (1998), Castanho (2007) e Derouet (2000), o estudo mostra que a escola é vista, sobretudo, como um lugar para aprender e ensinar música, dotado de permanência, com missões próprias e sustentado por valores;com procedimentos próprios e com recursos instrumentais pertinentes. Estudar a escola de música enquanto instituição educativa, pode trazer para a área a consciência dos diferentes aspectos constituintes da escola, fazendo deles pontos de partida para a discussão da escola de música como campo de atuação profissional e de formação musical.

    Music schools are places of acknowledged importance as venues for music education and professional performance in Brazil. In order to understand the music school in its singularities, this study adopts the perspective of the sociology of educational institutions, and of a case study conducted in a private music school in Porto Alegre, RS, Brazil. The techniques of data collection used were interviews and observations. Supported by authors such as Estevão (1998), Castanho (2007), and Derouet (2000), the study shows that the school is seen mainly as a place to learn and teach music, characterized by permanence, with its own missions and supported by values;with its own procedures and pertinent instrumental resources. Studying the music school as an educational institution can bring to this area the awareness of the various aspects that constitute the school, making them the starting points for the discussion of the music school as a field of professional performance and music education.

    Resumo / Abstract
  • Maçambiques, Quicumbis e ensaios de promessa : um re-estudo etnomusicológico entre quilombolas do sul do Brasil .

    Autor: Luciana Prass
    Orientador: Profª Drª Maria Elizabeth da Silva Lucas
    Data da defesa: 25/08/2009
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/27854

    Retornando a temáticas e locais já estudados por pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, em épocas distintas, desde outros paradigmas, essa pesquisa apresenta-se como um re-estudo etnomusicológico sobre tradições performáticas entre quilombolas do Rio Grande do Sul. Através da etnografia multi-situada, realizada entre 2006 e 2009, nas comunidades remanescentes de Casca, Rincão dos Negros e Morro Alto, busquei problematizar o lugar da música na agenda identitária contemporânea desses grupos que lutam por terem seus direitos reconhecidos. A partir do compartilhamento de memórias e saberes sobre Maçambiques, Quicumbis e Ensaios de Promessa, com chefes, mestres, dançantes e músicos, de diferentes gerações, foi possível encontrar indícios de uma rede de Congadas no estado, existente desde o século XIX e resistindo, em muitos locais, até a atualidade.Sendo o Maçambique de Osório, um dos marcos mais visíveis desse rede, e graças ao acesso a documentos sonoros e audiovisuais históricos realizados pelos folcloristas Ênio de Freitas e Castro e Luiz Heitor Corrêa de Azevedo, em meados do século XX – no âmbito de um projeto de coleta de registros sonoros que amalgamava diversos estudiosos do país e mesmo do mundo, em um grande movimento folclórico -, esse trabalho pôde investir nos aspectos dialógicos suscitados pela “devolução” desses documentos aos maçambiqueiros contemporâneos, instaurando uma via de mão-dupla entre pesquisados e pesquisadora, em direção ao desvelamento de questões identitárias profundas envonveldo autoria, valorização, e justiça acerca do patrimônio imaterial do grupo, por fim, nesse processo foi possível perceber o fio que liga as práticas performáticas dessas comunidades quilombolas à terra, ao território e às lutas contemporâneas pelo reconhecimento de seus direitos.

    This research presents na ethnomusicological restudy of the performative traditions in the quilombola communities of the state of Rio Grande do Sul. It rescues the themes and places that have been studied by researchers in different areas of knowledge, along the history, based upon previously established paradigms. I have made an attempt to raise the issue of the role of music in the contemporary identity process of these groups in their struggle for the acknowledgement of their rights. This process was based on the multi-sited ethnography realized between 2006 and 2009 in the remaining communities of Casca, Rincão dos Negros e Morro do Alto. After sharing the memories and knowledge about Maçambiques, Quicumbis, and Ensaios de Promessa, with chiefs, masters, dancers and musicians from different generations, I could find evidence of a chain of Congadas existing in our state since the 19th century and, in many places, they have survived up to the present days. The Maçambique of Osório is one of the clearest landmarks of this chain. The sound and audiovisual historical documents compiled by the folklore specialists Ênio de Freitas e Castro and Luiz Heitor Corrêa de Azevedo, in the middle of the 20th century, made it possible to collect sound evidence that linked several experts in our contry and worldwide in a widespread folklore movement – this project focuses on the dialogical aspects regarding the devolution of these documents to the contemporary maçambiqueiros, establishing a two-way road between researcher and subjects, aiming at unveiling the most profound issues of identity regarding authors, values, and justice, concerning the heritage of the group. Finally, throughout this process, I was able to identify the connection of the performative practices in these quilombola communities in relation to the land, the territory, as well as their contemporary fights for their own rights.

    Resumo / Abstract
  • Estigma e cosmopolitismo na constituição de uma música popular urbana de periferia : etnografia da produção do tecnobrega em Belém do Pará .

    Autor: Paulo Murilo Guerreiro do Amaral
    Orientador: Profª Drª Maria Elizabeth da Silva Lucas
    Data da defesa: 27/07/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17305

    Esta pesquisa etnográfica focaliza a produção do tecnobrega, uma modalidade de música eletrônica considerada de “mau gosto” estético, associada às periferias da cidade de Belém (Capital do Pará, no norte do Brasil) e a indivíduos/grupos sociais pertencentes a esses espaços urbanos. Consiste basicamente no resultado de manipulações computacionais de timbres, ritmos e melodias realizadas em estúdios por produtores musicais, ainda que o tecnobrega não se encontre relacionado exclusivamente à sítese digital sonora. O seu surgimento/assentamento local, nos anos 2000, remonta o estabelecimento do brega no Brasil, a partir da década de 1960, como um tipo de música alçada ao plano do “povo” através de um discurso midiático nacional de distinção sociocultural concebido no seio das classes médias urbanas emergentes. Igualmente ao brega, o tecnobrega (uma techno-versão do brega, pelo que o próprio nome sugere) também se destaca como música estigmatizada, tanto quanto personagens ligados ao universo da produção musical local carregam o estigma de ser “brega”. Por outro lado, produtores, cantores, compositores, entre outros atores sociais que integram a cena musical brega de Belém do Pará se servem da condição de estigmatizados para erigir o tecnobrega como música de resistência, ao mesmo tempo (e ambiguamente) contestando a cultura “dominante” e nela se espelhando. De dentro do campo desta música, busco nesta tese apontar e discutir a re-significação daquilo que no país se vulgarizou como música “degradada

    Resumo / Abstract
  • Kyringüé mboraí : os cantos das crianças e a cosmo-sônica Mbyá-Guarani .

    Autor: Marilia Raquel Albornoz Stein
    Orientador: Profª Drª Maria Elizabeth da Silva Lucas
    Data da defesa: 24/07/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17304

    Os Mbyá-Guarani são um subgrupo indígena de fala Guarani, pertencente à família lingüística Tupi-Guarani. Estima-se que cerca de 5.000 pessoas da etnia Mbyá vivam entre o Sul e o Sudeste brasileiro. As crianças indígenas Mbyá-Guarani e as performances musicais e lúdicas que as envolvem cotidianamente são o tema central desta tese desenvolvida a partir de uma etnografia norteada pela Etnomusicologia, em uma aldeia Mbyá-Guarani, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Neste estudo reflito sobre o protagonismo das crianças Mbyá como agentes sociais co-responsáveis pela construção do modo de ser Mbyá-Guarani e problematizo o estudo da música nos moldes ocidentais, no sentido de descrever etnograficamente categorias êmicas Mbyá relacionadas ao âmbito sonoro, cuja centralidade na sociocosmologia Mbyá indico pelo termo “cosmo-sônico”. A partir da análise músico-performática, textual e músicoestrutural de três âmbitos de performance musical de que as crianças participam – as apresentações dos mboraí (cantos sagrados) pelos grupos de cantos e danças tradicionais Guarani, as gravações dos mboraí em diversos CDs e as performances cotidianas dos kyringüé mboraí (cantos das crianças) -, apresento os significados que os Mbyá compartilham e negociam sobre estas performances, sobre ser criança e sobre sua musicalidade. A análise destes cenários indica seu vínculo a uma outra esfera performático-musical, às rezas xamânicas, assim como aos processos de construção da pessoa, da etnia e do território. Interpretei que a agentividade (agency) entre as kyringüé se expressa, por um lado, no âmbito ontológico. A concepção de uma criança é vista como um sinal de satisfação das divindades na relação com os humanos e ao mesmo tempo propulsora desta relação;os adultos, ao se tornarem mais alegres e sábios no convívio com as crianças, ganham força para criar cantos e cantar, no caminho de se tornarem mais próximos às divindades. Por outro, no âmbito da cosmo-sônica Mbyá, a performance cantada das crianças, variavelmente conforme o âmbito de performance musical em que se realiza, desencadeia emoções nos humanos, colaborando na constituição de caminhos de comunicação destes com as divindades e na perpetuação da vida na Terra;media a relação dos Mbyá com os não-indígenas;faz circular capacidades e notícias entre os Mbyá de diferentes aldeias;ou ainda media as relações afetivas, de cuidado e de diálogo das kyringüé entre si e com seus afins adultos.

    The Mbyá-Guarani are an indigenous subgroup of Guarani speech that belongs to the Tupi-Guarani linguistic family. It is estimated that nearly 5.000 people of the Mbyá ethnical group live between the South and South-east Brazil. The Mbyá-Guarani indigenous children and the music and play performances that involve them in their daily life are the central theme of this work, developed from one oriented by a ethnomusicological ethnography, in a Mbyá-Guarani village, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. In this study I reflect about the role of Mbyá children as social agents, co-responsible for the construction of the way of being Mbyá-Guarani, and I consider the problem of the study of the music in the western ways, in the sense of to describe ethnographically emics Mbyá categories related to the sound ambit, which centrality in the Mbyá socio-cosmology I refer by the term “cosmo-sonic”. Beginning from performing-musical, textual and structural-musical analysis of three ambits of music performance in which participate the children – presentations of the mboraí (sacred songs) by the Guarani groups of traditional songs and dances, the records in CD of mboraí, and the daily performances of kyringüé mboraí (children’s songs), I present the meaning that the Mbyá share and negotiate about these performances, about being a child and about their musicality.The analysis of these settings points to their vinculum to another performing-musical context, of the shamanic prayers, so as to the construction of the person, the ethnical group and the territory. I interpreted that the agency between the kyringüé expresses itself, by one side, in the ontological domain. The conception of a child is seen as a sign of satisfaction of the divinities in face of the human beings and, at the same time, as stimulating to this relationship;so that the adults, becoming more happy and wise in the life sharing with the children, gain force to create songs and to sing, in the way to become more close to the divinities. On the other side, in the ambit of Mbyá cosmo-sonic, the singing performance of children, variously, in accord of the domain of musical performance in which it happens, it provokes emotions in the humans, collaborating to the constitution of ways of communication between humans and divinities and to the perpetuation of life on Earth;makes the mediation between the Mbyá with the not-indigenous people;makes circulate capacities and news between the Mbyá of different villages;or still mediates de affective relations, the care, and the dialog of the children to each other and to the related adults.

    Resumo / Abstract
  • Educação musical na família : as lógicas do invisível .

    Autor: Celson Henrique Sousa Gomes
    Orientador: Profª Drª Jusamara Vieira de Souza
    Data da defesa: 27/03/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/15575

    O presente estudo versa sobre a aprendizagem musical de uma família originária da cidade de Santarém, no estado do Pará, no norte do Brasil, cujos integrantes desenvolveram e ainda desenvolvem atividades musicais. A pesquisa busca analisar a dinâmica de produção/reprodução e os processos de transmissão/aprendizagem musical vividos por essa família ao longo de quatro gerações, compreendendo um período de aproximadamente um século. Tomando em consideração pressupostos sociológicos, o estudo considera que as aprendizagens e formação musical encontram-se imbricadas em um contexto de interações e de aprendizagens múltiplas. A análise dos dados busca compreender questões educativas subjacentes a essas interações e aprendizagens, tais como o projeto educativo dos pais, as expectativas e oportunidades de aprendizagem e de formação musical, assim como suas relações com a tradição cultural e à dinâmica de mudanças sociais vividas pela família ao longo de sua existência. A partir das referências de Bourdieu, Gayet, Lahire, Setton e Singly, e utilizando como metodologia a História Oral, é possível constatar que as práticas e as aprendizagens musicais, bem como o projeto educativo da família investigada estão relacionados com suas próprias trajetórias familiares, valores, heranças, particularidades e especificidades presentes, também em sua produção musical familiar, compondo, arranjando, registrando, catalogando e escrevendo música e sobre música, produção essa relacionada, também, com a vida em sociedade mais ampla, apontando para a importância da prática musical na sociabilização familiar e social. Essa dinâmica de aprendizagem musical familiar vem, também, acompanhando e adaptando-se às mudanças socioculturais.

    This study is about a family`s musical learning from the city of Santarém in the state of Pará in northern of Brazil, whose members developed and are still developing musical activities. The research aims at analyzing the dynamics of production/ reproduction and the processes of transmission/musical learning experienced by this family over four generations, including a period of about a century. Taking into consideration sociological assumptions, the study considers that the training and musical learning, are overlapping pattern into a context of multiple interactions and learning. The data analysis seeks to understand educational issues underlying these interactions and learning, such as parents’ educational project, expectations and opportunities for learning and musical training, as well as their relations with the cultural dynamics of social changes experienced by this family throughout its existence. From the references of Bourdieu, Gayet, Lahire, Setton and Singly, and using the methodology of the Oral History, it is possible to certify that the practices and the musical learning as well as educational project are related to their own family histories, values, heritages, and special features are also present in the family´s musical production: composing, arranging, recording, cataloging and writing music and about music. This production is also related to the life in broader society, pointing to the importance of musical practice in social and familiar socialization. This dynamic of familiar musical learning, also comes monitoring and adapting to the sociocultural changes.

    Resumo / Abstract
Página 7 de 10« Primeira...56789...Última »