Teses

  • Kyringüé mboraí : os cantos das crianças e a cosmo-sônica Mbyá-Guarani .

    Autor: Marilia Raquel Albornoz Stein
    Orientador: Profª Drª Maria Elizabeth da Silva Lucas
    Data da defesa: 24/07/2009
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/17304

    Os Mbyá-Guarani são um subgrupo indígena de fala Guarani, pertencente à família lingüística Tupi-Guarani. Estima-se que cerca de 5.000 pessoas da etnia Mbyá vivam entre o Sul e o Sudeste brasileiro. As crianças indígenas Mbyá-Guarani e as performances musicais e lúdicas que as envolvem cotidianamente são o tema central desta tese desenvolvida a partir de uma etnografia norteada pela Etnomusicologia, em uma aldeia Mbyá-Guarani, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Neste estudo reflito sobre o protagonismo das crianças Mbyá como agentes sociais co-responsáveis pela construção do modo de ser Mbyá-Guarani e problematizo o estudo da música nos moldes ocidentais, no sentido de descrever etnograficamente categorias êmicas Mbyá relacionadas ao âmbito sonoro, cuja centralidade na sociocosmologia Mbyá indico pelo termo “cosmo-sônico”. A partir da análise músico-performática, textual e músicoestrutural de três âmbitos de performance musical de que as crianças participam – as apresentações dos mboraí (cantos sagrados) pelos grupos de cantos e danças tradicionais Guarani, as gravações dos mboraí em diversos CDs e as performances cotidianas dos kyringüé mboraí (cantos das crianças) -, apresento os significados que os Mbyá compartilham e negociam sobre estas performances, sobre ser criança e sobre sua musicalidade. A análise destes cenários indica seu vínculo a uma outra esfera performático-musical, às rezas xamânicas, assim como aos processos de construção da pessoa, da etnia e do território. Interpretei que a agentividade (agency) entre as kyringüé se expressa, por um lado, no âmbito ontológico. A concepção de uma criança é vista como um sinal de satisfação das divindades na relação com os humanos e ao mesmo tempo propulsora desta relação;os adultos, ao se tornarem mais alegres e sábios no convívio com as crianças, ganham força para criar cantos e cantar, no caminho de se tornarem mais próximos às divindades. Por outro, no âmbito da cosmo-sônica Mbyá, a performance cantada das crianças, variavelmente conforme o âmbito de performance musical em que se realiza, desencadeia emoções nos humanos, colaborando na constituição de caminhos de comunicação destes com as divindades e na perpetuação da vida na Terra;media a relação dos Mbyá com os não-indígenas;faz circular capacidades e notícias entre os Mbyá de diferentes aldeias;ou ainda media as relações afetivas, de cuidado e de diálogo das kyringüé entre si e com seus afins adultos.

    The Mbyá-Guarani are an indigenous subgroup of Guarani speech that belongs to the Tupi-Guarani linguistic family. It is estimated that nearly 5.000 people of the Mbyá ethnical group live between the South and South-east Brazil. The Mbyá-Guarani indigenous children and the music and play performances that involve them in their daily life are the central theme of this work, developed from one oriented by a ethnomusicological ethnography, in a Mbyá-Guarani village, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. In this study I reflect about the role of Mbyá children as social agents, co-responsible for the construction of the way of being Mbyá-Guarani, and I consider the problem of the study of the music in the western ways, in the sense of to describe ethnographically emics Mbyá categories related to the sound ambit, which centrality in the Mbyá socio-cosmology I refer by the term “cosmo-sonic”. Beginning from performing-musical, textual and structural-musical analysis of three ambits of music performance in which participate the children – presentations of the mboraí (sacred songs) by the Guarani groups of traditional songs and dances, the records in CD of mboraí, and the daily performances of kyringüé mboraí (children’s songs), I present the meaning that the Mbyá share and negotiate about these performances, about being a child and about their musicality.The analysis of these settings points to their vinculum to another performing-musical context, of the shamanic prayers, so as to the construction of the person, the ethnical group and the territory. I interpreted that the agency between the kyringüé expresses itself, by one side, in the ontological domain. The conception of a child is seen as a sign of satisfaction of the divinities in face of the human beings and, at the same time, as stimulating to this relationship;so that the adults, becoming more happy and wise in the life sharing with the children, gain force to create songs and to sing, in the way to become more close to the divinities. On the other side, in the ambit of Mbyá cosmo-sonic, the singing performance of children, variously, in accord of the domain of musical performance in which it happens, it provokes emotions in the humans, collaborating to the constitution of ways of communication between humans and divinities and to the perpetuation of life on Earth;makes the mediation between the Mbyá with the not-indigenous people;makes circulate capacities and news between the Mbyá of different villages;or still mediates de affective relations, the care, and the dialog of the children to each other and to the related adults.

    Resumo / Abstract
  • Leitura À Primeira Vista Ao Violão: Três Estudos De Caso Em Diferentes Contextos Acadêmicos Com Estudantes E Violonistas Profissionais

    Autor: Eduardo Vagner Soares Pastorini
    Orientador: Profª. Drª. Any Raquel Souza de Carvalho
    Data da defesa: 19/04/2016
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/142169
  • Leitura musical à primeira vista : um estudo com guias de auxílio para estudantes universitários de órgão e piano

    Autor: Alexandre Fritzen da Rocha
    Orientador: Profª Drª Any Raquel Souza de Carvalho
    Data da defesa: 22/12/2017
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/172291
  • Maçambiques, Quicumbis e ensaios de promessa : um re-estudo etnomusicológico entre quilombolas do sul do Brasil .

    Autor: Luciana Prass
    Orientador: Profª Drª Maria Elizabeth da Silva Lucas
    Data da defesa: 25/08/2009
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/27854

    Retornando a temáticas e locais já estudados por pesquisadores de diferentes áreas do conhecimento, em épocas distintas, desde outros paradigmas, essa pesquisa apresenta-se como um re-estudo etnomusicológico sobre tradições performáticas entre quilombolas do Rio Grande do Sul. Através da etnografia multi-situada, realizada entre 2006 e 2009, nas comunidades remanescentes de Casca, Rincão dos Negros e Morro Alto, busquei problematizar o lugar da música na agenda identitária contemporânea desses grupos que lutam por terem seus direitos reconhecidos. A partir do compartilhamento de memórias e saberes sobre Maçambiques, Quicumbis e Ensaios de Promessa, com chefes, mestres, dançantes e músicos, de diferentes gerações, foi possível encontrar indícios de uma rede de Congadas no estado, existente desde o século XIX e resistindo, em muitos locais, até a atualidade.Sendo o Maçambique de Osório, um dos marcos mais visíveis desse rede, e graças ao acesso a documentos sonoros e audiovisuais históricos realizados pelos folcloristas Ênio de Freitas e Castro e Luiz Heitor Corrêa de Azevedo, em meados do século XX – no âmbito de um projeto de coleta de registros sonoros que amalgamava diversos estudiosos do país e mesmo do mundo, em um grande movimento folclórico -, esse trabalho pôde investir nos aspectos dialógicos suscitados pela “devolução” desses documentos aos maçambiqueiros contemporâneos, instaurando uma via de mão-dupla entre pesquisados e pesquisadora, em direção ao desvelamento de questões identitárias profundas envonveldo autoria, valorização, e justiça acerca do patrimônio imaterial do grupo, por fim, nesse processo foi possível perceber o fio que liga as práticas performáticas dessas comunidades quilombolas à terra, ao território e às lutas contemporâneas pelo reconhecimento de seus direitos.

    This research presents na ethnomusicological restudy of the performative traditions in the quilombola communities of the state of Rio Grande do Sul. It rescues the themes and places that have been studied by researchers in different areas of knowledge, along the history, based upon previously established paradigms. I have made an attempt to raise the issue of the role of music in the contemporary identity process of these groups in their struggle for the acknowledgement of their rights. This process was based on the multi-sited ethnography realized between 2006 and 2009 in the remaining communities of Casca, Rincão dos Negros e Morro do Alto. After sharing the memories and knowledge about Maçambiques, Quicumbis, and Ensaios de Promessa, with chiefs, masters, dancers and musicians from different generations, I could find evidence of a chain of Congadas existing in our state since the 19th century and, in many places, they have survived up to the present days. The Maçambique of Osório is one of the clearest landmarks of this chain. The sound and audiovisual historical documents compiled by the folklore specialists Ênio de Freitas e Castro and Luiz Heitor Corrêa de Azevedo, in the middle of the 20th century, made it possible to collect sound evidence that linked several experts in our contry and worldwide in a widespread folklore movement – this project focuses on the dialogical aspects regarding the devolution of these documents to the contemporary maçambiqueiros, establishing a two-way road between researcher and subjects, aiming at unveiling the most profound issues of identity regarding authors, values, and justice, concerning the heritage of the group. Finally, throughout this process, I was able to identify the connection of the performative practices in these quilombola communities in relation to the land, the territory, as well as their contemporary fights for their own rights.

    Resumo / Abstract
  • Metáforas e significados na composição musical : quando o compositor revisita e ressignifica seus passos

    Autor: Carlos Walter Alves Soares
    Orientador: Prof. Dr. Antonio Carlos Borges Cunha
    Data da defesa: 31/08/2016
    Repositório: http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/148285
  • Minha música sendo outra: a narratividade como coisa composicional.

    Autor: Bruno Milheira Angelo
    Orientador: Prof. Dr. Celso Giannetti Loureiro Chaves
    Data da defesa: 28/03/2014
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/97667

    Esta tese apresenta estudos interpretativos sobre as obras musicais compostas pelo autor durante seu doutoramento: Introverso (piano), Ao Pó (clarinete em si

    Resumo / Abstract
  • Mobilização de conhecimentos musicais na preparação do repertório pianístico ao longo da formação acadêmica: três estudos de caso.

    Autor: Regina Antunes Teixeira dos Santos
    Orientador: Profª Drª Liane Hentschke
    Data da defesa: 03/04/2007
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/8977

    Três bacharelandos de piano em momentos diferenciados da formação acadêmica – um iniciante, um de meio de curso e um formando – foram acompanhados ao longo de um semestre acadêmico com vistas a investigar como preparavam seus repertórios pianísticos em termos de mobilização de conhecimentos musicais. O método de pesquisa foi o estudo muliticasos, orientado pela perspectiva longitudinal de corte transversal. Quatro técnicas de pesquisas complementares foram empregadas: entrevista semi-estruturada, não-estruturada, de estimulação de recordação, assim como observação de vídeo. A mobilização de conhecimentos musicais foi interpretada a partir de estratégias utilizadas pelos bacharelandos para avançar a preparação do repertório. A noção de mobilização foi fundamentada a partir de Charlot e aprofundada pelos princípios aristotélicos entre meios e fins. As estratégias empregadas pelos bacharelandos foram estudadas à luz de dois modelos de conhecimento musical da literatura: matriz de habilidades cognitivas de Davidson e Scripp e formas de conhecimento musical de Elliot, assim como interpretadas a partir da base aristotélica de pensamento, em conjunto com a literatura específica de pesquisas em prática instrumental. A presentetese argumenta que a mobilização de conhecimentos musicais ocorre de maneira cíclica em aprofundamento qualitativamente diferenciado em termos de produção musical. As estratégias mobilizadas durante a preparação possuem natureza e finalidade distintas. Elas podem ser ações aprendidas ou criadas especificamente para o momento de preparação. Paralelamente, essas estratégias são empregadas para fins de disposições de investigação e de auto-regulação. Através de equilíbrio entre ações e atividades, e entre disposições de investigação e de auto-regulação, os conhecimentos musicais são mobilizados, avançando a preparação do repertório.

    Three undergraduate piano students, in different moments of their academic education – a freshman, a sophomore and a senior – were followed during an academic semester in order to investigate how they mobilize their musical knowledge when preparing their repertoire. Multicase studies were used as research method, combining a longitudinal perspective in a transversal design. Four complementary research techniques were employed, namely, semistructure interview, non-structured interview, recall stimulated interview, and observation of the performance. The mobilization of music knowledge was interpreted from the strategies employed by the students in order to progress the repertoire preparation. The notion of mobilization was grounded on Charlot and deepened by the Aristotelian principles. The employed strategies by the undergraduate students were investigated through two musical knowledge models: matrix of cognitive skills from Davidson and Scripp, and the conception of musicianship and the five forms of musical knowledge by Elliot, as well as interpreted according to an Aristotelian basis and together with data from the specific literature of instrumental practice. The present thesis argues that the mobilization of musical knowledge take place in a cyclic manner in qualitatively deepening in terms of musical production. The mobilized strategies during practice are different in nature and in goal. They can figure as learned or creative actions specifically created for the moment of practice. Also, such strategies can be employed as survey and self-regulation tools. By means of balance between actions and activities, and between survey and self-regulation mechanisms, musical knowledge is mobilized, improving the repertoire preparation.

    Resumo / Abstract
  • Modelagem como estratégia para o desenvolvimento de recursos expressivos na performance pianística: três estudos de caso.

    Autor: Stefanie Grace Azevedo de Freitas
    Orientador: Profª Drª Cristina Capparelli Gerling
    Data da defesa: 22/03/2013
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/71790

    Neste trabalho discutimos três estudos de caso com o objetivo de investigar empiricamente a modelagem como ferramenta de estudo no desenvolvimento musical e pianístico de alunos do Bacharelado em Instrumento/Piano da UFRGS. Durante a pesquisa, cada um dos três participantes foi instruído a ouvir atentamente uma gravação de pianista de renome internacional como modelo a ser seguido. Na etapa da coleta de dados, os participantes realizaram três gravações de dois trechos contrastantes de uma obra do seu repertório e gravaram cinco entrevistas semiestruturadas. A análise dos dados baseou-se nos relatos sobre as preocupações referentes aos trechos escolhidos, nas reflexões sobre os efeitos da modelagem, na observação das características de suas interpretações após a modelagem e na análise do andamento e da condução do tempo musical. Para isso, utilizamos o software Sonic Visualiser. A análise de dados juntamente com o conjunto de entrevistas individuais comprovam nossa hiptese de que a modelagem incrementa e amplia os recursos expressivos dos participantes, incentiva a autonomia e individualidade de suas interpretações e potencializa a audição crítica e a reflexão sobre processos de estudo.

    This research presents three case studies aiming at empirically investigating modeling as a learning tool for the musical and pianistic development of undergraduate students. Each one of the three students was instructed to critically listen to the recording of a famous pianist as a model to be followed. Data collection combined three recording sessions of two contrasting excerpts already in students’ repertoire and five semistructured interviews. The analysis of the resulting data was based on individual reports concerning the selected musical segments as well as their reflection on learning processes in relation to the model, observations of interpretive characteristics after the modeling and analysis of timing and choices of musical tempo. The chosen software was Sonic Visualiser. Data analysis in combination with the sets of individual interviews confirmed our initial hypothesis that modeling increases and widens the choices of the participant’s expressive resources, fosters autonomy and individuality in their interpretations, potentiates critical listening and promotes reflection on learning processes.

    Resumo / Abstract
  • Modernidade religiosa entre Tamboreiros de Nação: concepções e práticas musicais em uma tradição percussiva do extremo sul do Brasil.

    Autor: Reginaldo Gil Braga
    Orientador: Profª Drª Maria Elizabeth Lucas
    Data da defesa: 26/09/2003

    Esta pesquisa pretendeu analisar no campo religioso afro-brasileiro específico do Rio Grande do Sul, tomando o Batuque e suas possíveis redes de significados com a Linha Cruzada e a Umbanda como ponto focal da discussão as concepções e práticas religiosas e musicais dos tamboreiros de Nação. Assim, através das experiências e performances religiosas e musicais, entendidas como os processos de transmissão e circulação do conhecimento teórico e prático dos tamboreiros de Nação e as suas respectivas representações musicais, pretendi revelar as estruturas discursivas, os contexto sócio culturais e os significados que a música e os tamboreiros assumiram frente à modernidade religiosa afro-gaúcha nos últimos setenta anos, aproximadamente. Meu recorte temporal justificou-se pela tentativa de mapear um período de grandes transformações e reorganizações que vem passando a música do Batuque cruzei as noções de experiência e performance musical com as histórias de vida e a recomposição das trajetórias dos músicos rituais pesquisados. Essa abordagem, uma etnografia musical, previu a minha inserção no campo como musico aprendiz (‘participação ativa’), complementada por observações de situações de ensino-aprendizagem e performances musicais. O universo de tamboreiros selecionados para o recorte metodológico (13 indivíduos) obedeceu a alguns critérios estabelecidos ao longo dos contatos iniciais com os entrevistados, tais como: representatividade e reconhecimento no meio batuqueiro, atuação continuada como tamboreiro no cenário afro-gaúcho, pertencimento a linhagens diferentes (lados) e indivíduos de três gerações diferentes (faixas etárias ao redor dos 70, 50/60 e 30/40 anos).

    This research has its focal point of discussion in the religious and musical conceptions and pratices of tamboreiros de Nação, the ritual drummers from Batuque (the Afro-religious cult of southern Brazil). Through the religious and musical experiences and performances, understood as processes of transmition and circulation of the theorical and practical knowledge of tamboreiros de Nação and their respective musical representations, I intended to reveal the discursive structures, the sociocultural contexts and the meanings that music and tamboreiros assumed in face of the Afro-gaucho religious modernity in the last seventy years. This temporal arch justify itself through the attempt of maping a period of great transformation and reorganization inside de Afro-gaucho religious scene: the arrival to the state of Umbanda in 1930s and the rise of Linha Cruzada in the 1960/1970s. To capture better the transformations and reorganizations tha the music of Batuque went through, I crossed the notions of experiences and musical performance with the life histories and the recomposition of researched trajectories of several ritual musicians. This approach, demanded my insertion in the field as a musician apprentice (“active participation”), completed by observations of teaching-learning situations and musical performances. The number of selected tamboreiros (13 individuals) obeyed some criteria established over the inicial contacts with the interviewees, such as: representativeness and recognition in the batuqueiro milieu, continuous performance as a tamboreiro in the Afro-gaucho scene, belongness to different lineages (lados) and finally, individuals pertaining from three different generations (ages around 70, 50/60 and 30/40 years old).

    Resumo / Abstract
  • Motivação na formação inicial : um estudo com licenciandos em música no Brasil

    Autor: Mario André Wanderley Oliveira
    Orientador: Prof.ª Dr.ª Liane Hentschke
    Data da defesa: 21/09/2015
    Repositório: http://hdl.handle.net/10183/128030
Página 7 de 11« Primeira...56789...Última »