Todos os doutorandos deverão entregar anualmente, em data a ser definida pela Comissão de Pós-Graduação, relatório em formulário próprio que descreva as atividades realizadas no período, como:

  • disciplinas cursadas e conceito obtido
  • realização de outras atividades obrigatórias do curso
  • participação em congressos e similares
  • artigos, capítulos e livros submetidos, aceitos ou publicados
  • projetos de pesquisa em andamento
  • realização/previsão de período sanduíche
  • situação do projeto de tese
  • plano de atividades para os próximos 12 meses
  • auto-avaliação

No mesmo documento, os orientadores devem atestar sua concordância com o Relatório e com o Plano de Atividades, assim como também fazer a avaliação do desempenho de seu doutorando referente ao período do relatório.

A avaliação dos doutorandos será realizada pela Comissão de Avalição dos alunos de Doutorado, a qual será designada pela Comissão de Pós-Graduação e composta por Professores do Programa.

A Comissão Avaliadora convocará os doutorandos que receberem uma avaliação indicando desempenho abaixo do esperado para, junto a seus orientadores, justificar o desempenho apresentado.

Doutorandos com desempenho abaixo do esperado poderão:

  • ser acompanhados por um período a ser definido pela Comissão Avaliadora em conjunto com o orientador, seguido de nova avaliação;
  • ter bolsa cancelada (no caso de bolsistas);
  • ser afastado ou desligado do Programa.

O desempenho dos alunos que não entregarem o relatório será considerado abaixo do esperado, e serão submetidos ao previsto no Parágrafo anterior.

Alunos cujas atividades tenham sido prejudicadas por problemas de saúde ou licença maternidade devem apresentar documentação comprobatória dessa situação à Comissão de Pós-Graduação. A Comissão de Pós-Graduação decidirá novo prazo para entrega do relatório.

Havendo reincidência de desempenho abaixo do esperado, a Comissão de Avaliação e a Coordenação do Programa tomarão as medidas necessárias para o cancelamento do vínculo com o doutorado.

CRITÉRIOS DE DESEMPENHO ESPERADO PARA DOUTORANDOS

1º Ano  

  • Progresso satisfatório na elaboração do projeto de tese, atestado por declaração do aluno e do orientador, indicando o que já foi efetivamente realizado (revisão da literatura, definição do problema ou objetivos do trabalho, ou outros elementos que demonstrem o efetivo progresso);
  • Submissão de pelo menos um artigo ou capítulo de livro para publicação;
  • Apresentação de pelo menos um trabalho em congresso e/ou envolvimento em extensão;
  • Aprovação nas disciplinas obrigatórias correntes no ano da avaliação.

2º Ano

  • Apresentação do projeto na Rodada de pré-qualificação;
  • Qualificação do projeto de tese (Caso a qualificação não tenha ocorrido até a data de entrega do relatório, a data deverá estar marcada e ser informada).
  • Pelo menos um artigo publicado ou aceito para publicação;
  • Pelo menos um artigo ou capítulo submetido para publicação (diferente daquele do 1º Ano);
  • Apresentação de pelo menos um trabalho em congresso científico (diferente daquele do 1º Ano);
  • Aprovação nas disciplinas obrigatórias correntes no ano;
  • Realização do Estágio de Docência.

3º Ano

  • Conclusão da coleta de dados para a tese, atestada por declaração do aluno e do orientador; – Aceite para publicação de dois artigos ou capítulos (anexar os artigos ou capítulos e comprovação de aceitação para publicação);
  • Submissão de pelo menos um artigo derivado do projeto de tese, em coautoria com o orientador;
  • Apresentação de pelo menos um trabalho em congresso científico;
  • Realização da Prática de Orientação de Projetos de Pesquisa.
  • Conclusão de todas disciplinas obrigatórias e aprovação em Proficiência da Segunda Língua estrangeira (se não atingidos no primeiro e segundo ano)