ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E PREVENÇÃO DE DOENÇAS CRÔNICAS: CAPACITAÇÃO PARA MERENDEIRAS DO INSTITUTO DE EDUCAÇÃO GEN FLORES DA CUNHA (2011)

 Objetivo geral: debater o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)

Objetivos Específicos:  Explicar: 

  • o que são as doenças crônicas não transmissíveis e a importância de uma alimentação saudável na sua prevenção;
  •  discutir o papel das merendeiras na educação nutricional.

Relevância: Apesar de o PNAE ser um dos mais antigos programas sociais do Brasil, muitos dos agentes envolvidos em sua execução desconhecem os seus objetivos e normativas. Além disso, tendo em vista as novas normativas do PNAE é necessário esclarecer e discutir os papéis dos diferentes agentes para a implementação das mudanças que se fazem necessárias. Esse curso será uma oportunidade de trocas de experiências e um momento de discussão e sensibilização dos participantes. Está acertada com a Seção de Alimentação Escolar do Departamento Pedagógico da Secretaria da Educação do RS a realização de um projeto piloto de Alimentação Escolar no Instituto de Educação no segundo semestre de 2011, no qual a alimentação a ser fornecida será planejada de acordo com a avaliação antropométrica que será feita na Educação Infantil e no Ensino Fundamental (crianças de 3 a 11 anos). Neste curso será discutida a fundamentação teórica para as modificações que serão introduzidas.

Comentários:

Foram capacitadas 9 merendeiras. Destas, 8 (89%) responderam o questionário de avaliação do curso. 56% consideraram importante a leitura prévia do material distribuído. 78% trouxeram a cartilha durante as atividades do curso e fizeram anotações durante o curso. 88% consideraram a duração do curso adequada.44% considerou que o curso superou as expectativas e 44% disse que foi o esperado. Todos os comentários foram muito positivos e estão na análise do questionário que está anexada ao relatório físico.