Campanhas

O Núcleo de Prevenção tem como uma de suas atribuições produzir e divulgar campanhas sobre alimentação saudável no intuito de prevenir o surgimento de doenças crônicas na infância.

Nesta página, divulgaremos campanhas produzidas pelo próprio núcleo assim como de iniciativa de outras organizações.

Você tem o direito de saber no Menino Deus

WhatsApp Image 2017-11-22 at 17.57.30
Fonte: Prevenção UFRGS

Na quarta feira, dia 06/12, a campanha “Você tem o direito de saber” estará na Feira Agroecológica Menino Deus localizada na Avenida Getúlio Vargas (no pátio da Secretaria Estadual da Agricultura), próximo a 2ª Delegacia de. A feira ocorre periodicamente na quarta-feira das 13 às 19 horas.
O evento tem como objetivo informar o consumidor de Porto Alegre sobre a proposta de rotulagem nutricional de advertência frontal, bem como a coleta de assinaturas para fazer força ao que defende a Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável (assine a petição aqui: bit.ly/peticaorotulagem). 
A Aliança, que nesse ano completa seu primeiro aniversário, tem como algum dos seus objetivos: a melhoria da informação nos rótulos dealimentos, o monitoramento e exposição práticas e políticas que estimulem condutas alimentares nocivas à saúde, a aprovação de medidas fiscais promotoras da alimentação adequada e saudável e o fortalecimento da agroecologia e da agricultura familiar. É em defesa disso que o Núcleo Interdisciplinar de Prevenção de Doenças Crônicas na Infância, juntamente com as nutricionistas da Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul e do Município de Porto Alegre e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) mobilizou-se para defender a embalagem contendo uma advertência frontal.
O evento, que ocorrerá entre as 14 às 17 horas, contará com materiais explicativos, com informações nutricionais e com demonstrações expositivas de como ficará a nova embalagem, caso a proposta seja aceita. O intuito do evento é informar o consumidor sobre uma alimentação mais correta, bem como demonstrar como isso se relaciona com uma embalagem mais coerente.

 

O evento acontecerá na Feira da Cultura Ecológica do Menino Deus, conforme o Mapa:

Você tem o direito de saber na feira orgânica da Assembleia Legislativa!

fonte: Prevenção UFRGS
Fonte: Prevenção UFRGS

Nessa quarta feira, dia 22/11, acontecerá, na Assembleia Legislativa de Porto Alegre, mais uma campanha “Você tem o direito de saber”. O evento tem como objetivo informar o consumidor de Porto Alegre sobre a proposta de rotulagem nutricional de advertência frontal, bem como a coleta de assinaturas para fazer eco ao que defende a Aliança pela Alimentação Adequada e Saudável. A Aliança, que nesse ano completa seu primeiro aniversário, tem como um dos objetivos a melhoria da informação nos rótulos de alimentos. É em defesa disso que o Núcleo Interdisciplinar de Prevenção de Doenças Crônicas na Infância, juntamente com as nutricionistas da Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul e do Município de Porto Alegre e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra(MST) irão estar presente na feira Orgânica da Assembleia Legislativa, que ocorrerá nesta quarta-feira a partir das 14h (confira o MAPA aqui). O evento contará com materiais explicativos, bem como a demonstração de como ficará a nova embalagem, caso a proposta seja aceita. 

Você tem o direito de saber!

No dia 9 de Novembro, entre as 9 horas e as 17 horas ocorrerá o evento "Você tem o direito de saber". 

O evento tem como objetivo o esclarecimento do consumidor sobre o novo projeto de rotulagem nutricional. Haverá tendas informativas para tais esclarecimentos, bem como o recolhimento de assinaturas em defesa do projeto. Assine a petição em: https://idec.org.br/campanha/rotulagem

O evento acontecerá entre o Chalé da Praça XV e o terminal do Mercado Público, conforme o mapa:

Rotulagem Adequada Já!

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC) está divulgando uma campanha para que as atuais normas de rotulagem dos alimentos sejam revisadas. Segundo o instituto, é preciso aprimorar a legislação vigente para que mais informações sobre a constituição dos alimentos consumidos sejam disponibilizadas ao consumidor.