O que falta para a UFRGS participar da produção de vacinas contra covid.

O reitor Carlos Bulhões estará no Rio de Janeiro nessa quarta-feira, 11/08.

Conteúdo originalmente publicado por Tulio Milman no gauchazh.clicrbs.com.br em 10/08/2021 – 13h00min

A UFRGS e a Fiocruz debatem amanhã, no Rio de Janeiro, a participação gaúcha na fabricação da vacina AstraZeneca/Oxford. O reitor Carlos Bulhões espera oficializar a parceria logo e começar, ainda em 2021, o fornecimento do insumo farmacológico ativo (IFA), no caso, um adenovírus modificado geneticamente para carregar uma sequência genética do vírus da covid-19. 

A fabricação ocorrerá, caso se chegue a um entendimento, no novo prédio do Instituto de Ciências Básicas da Saúde, na esquina da Ramiro Barcelos com a Ipiranga, em Porto Alegre. 

No Rio, Bulhões se reunirá com a presidente Fiocruz, Nísia Trindade Lima. Participam também o pró-reitor de Inovação e Relações Institucionais, Geraldo Pereira Jotz, a diretora do ICBS, Ilma Simoni Brum da Silva, e a secretária de Desenvolvimento Tecnológico da universidade, Elizabeth Obino Cirne Lima.

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/colunistas/tulio-milman/noticia/2021/08/o-que-falta-para-a-ufrgs-participar-da-producao-de-vacinas-contra-covid-cks627c0300170193y0zw1h4k.html