Imagem: divulgação
Notícia 22 junho, 2017

Museu da UFRGS promove ciclo de debates “Imagens em Movimento”

Na próxima quinta-feira, 29, o Museu da UFRGS, promove a primeira sessão do Ciclo de Debates Imagens em Movimento, com a exibição do documentário Stella Walsh, que retrata a trajetória de vida da corredora polonesa campeã mundial dos 100 metros rasos nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1932. Após a exibição, que inicia às 17h30, haverá um debate com a participação do professor Wagner Xavier Camargo (UFSCAR) que pretende refletir sobre casos de intersexo no esporte.

Realizada em pareceria com o Centro de Memória do Esporte (ESEFID), a atividade apresentará sete filmes nacionais e internacionais na última quinta-feira de cada mês, até novembro, com o objetivo de problematizar e provocar uma reflexão crítica sobre o esporte e suas diferentes manifestações: lazer, alto rendimento, saúde e bem-estar. Após cada sessão, haverá debate entre o público e pesquisadores convidados, a partir do que a exibição suscitou de questões sobre o esporte.

A entrada é franca, sem necessidade de inscrição prévia. Para servidores técnicos e docentes da UFRGS, as inscrições podem ser realizadas pelo Portal do Servidor, e as horas de participação podem ser utilizadas para progressão funcional. O programa integra as atividades educativas da exposição “Paisagens da memória: cidade e corpos em movimento”, aberta para visitação no Museu da UFRGS de segunda a sexta-feira, das 08 às 20h e aos sábados, das 09h às 13h.

Programação

29 de junho

Stella Walsh: um documentário (EUA | 55min | 2013) – Direção: Rob Lucas

O documentário conta a trajetória de vida de Stella Walsh, uma importante corredora polonesa naturalizada norte-americana, campeã mundial dos 100 metros rasos nos Jogos Olímpicos de Verão de Los Angeles, 1932. O documentário centra-se no escândalo originado a partir da autópsia da atleta realizada em 1980, após um latrocínio em um supermercado de Cleveland, que a vitimou fatalmente. Homem ou mulher? A dúvida evocada pelas autoridades deu origem a um dos mais famosos casos de hiperandroginismo da história do esporte.

27 de julho

Capoeira em Cena (Brasil | 51min | 2013) – Direção: Marcio Queiroz e Ricardo Ottoni

O filme conta com o relato de diversos mestres, como Canjiquinha, Waldemar, João Pequeno, João Grande, Moraes, Vermelho 27, Itapuã e outros que revivem histórias sobre a capoeira nacional e suas experiências pessoais.

31 de agosto

Série A copa passou por aqui

  • Como se vive, como se torce (Brasil | 15min | 2014) – Direção: Davi Pretto

O episódio mostra a comoção e detalhes de um dia de diferentes pessoas para assistir um jogo da seleção brasileira, observando as peculiaridades e o fio invisível que os une.

  • Depois da Avenida (Brasil | 15min | 2014) – Direção: Vicente Moreno

Evidencia o impacto da Copa do Mundo sob uma humilde comunidade vizinha ao estádio Beira-Rio em Porto Alegre. Sem acesso ao grande evento, os moradores da Vila Gaúcha encontram outras formas de preencher suas vidas.

28 de setembro

Munique 1972, Um dia em Setembro (EUA | 94min | 1999) – Direção: Kevin Macdonald

Reconstituição do atentado terrorista que chocou o mundo no início dos anos 1970: Munique, Jogos Olímpicos de 1972, 8 terroristas palestinos fazem 11 atletas da delegação israelense como reféns. Através de imagens de arquivo, depoimentos de parentes das vítimas, de autoridades e políticos alemães e do depoimento inédito do único terrorista sobrevivente, o diretor mostra os detalhes deste trágico evento histórico.

26 de outubro

Campo de Jogo (Brasil | 71min | 2015) – Direção: Eryk Rocha

O filme apresenta o espaço do futebol no cotidiano de jovens da periferia. Em um campeonato de comunidades do Rio de Janeiro, o campo torna-se um lugar místico, para onde se transportam os dramas da vida real.

30 de novembro

Fora de Jogo (Irã | 93min | 2006) – Direção: Jafar Panahi

O premiado diretor mostra o universo feminino dentro do futebol, ilustrado pela história de uma garota que tem o sonho de ver no estádio o jogo entre Irã e Barein, pelas eliminatórias da Copa do Mundo da Alemanha. A entrada de mulheres no estádio, porém, é terminantemente proibida no território iraniano. Por essa razão, a garota tenta, por meio de vários disfarces, passar pela polícia e realizar o impossível em seu país.

Mais informações no site do Museu ou pelo telefone (51) 3308-3390.

Share this:

Notícias relacionadas:

Av. Paulo Gama, 110 - Reitoria, 5° andar - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - CEP: 90040-060

divulgacao@prorext.ufrgs.br - +55 51 3308.3374 (Atendimento: 9h-12h e 14h-17h30)