Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação
Notícia 6 outubro, 2017

Elenice Onofre participa do 4º encontro do “Seminário de Formação: Mulheres, a Prisão e a Rua”

Nesta sexta-feira (06), às 19h, na Faculdade de Educação (FACED) da UFRGS  (Av. Paulo Gama, 110, prédio 12201, sala 102- Campus Centro), acontece mais um encontro da 2ª Edição do “Seminário de Formação: Mulheres, a Prisão e a Rua”. Ocorrendo quinzenalmente, de 01/09/17 a 24/11/17, o evento conta com a presença de diversos especialistas para complementar sua programação. A convidada-especialista da vez é Elenice Maria Commarosano Onofre, professora da Universidade Federal de São Carlos, que abordará, neste encontro, o tema “Punir é Educar? Processos educativos em espaços de privação de liberdade”.

Coordenadora do EduCárceres/UFSCar- Núcleo de Investigação e Práticas em Educação nos espaços de restrição e privação de liberdade da Universidade Federal de São Carlos, Elenice é responsável pela palestra com abordagem na temática central das duas lógicas que se contradizem no interior do sistema prisional, a punitiva e a educativa.

Em sua fala, Elenice busca promover uma reflexão acerca do papel da instituição prisão na manutenção da ordem e da disciplina, embora esses dois requisitos se proponham a ser educadores e (re)socializadores. “As pessoas em privação de liberdade são privados do direito de ir e vir – todos os seus direitos são garantidos por legislação. Ao docilizar os corpos para a obediência, se contradiz como possibilidade objetiva de (re)inserir as pessoas na sociedade. Em um segundo momento, pretende-se abordar as práticas sociais que estão presentes nos espaços de privação de liberdade e que não cabe somente à escola e ao professor a tarefa de educar.”, frisou.

Estudante-pesquisadora do tema “Mulher em privação de liberdade”, a professora destaca que a prisão foi instituída para acolher homens em conflito com a lei, sendo assim uma instituição masculina. Desta forma, as mulheres em privação de liberdade devem ser acolhidas de outras formas. Diante desta situação, os educadores brasileiros enfrentam dilemas e desafios, partilhados com a sociedade, que aproximam e sensibilizam uns aos outros, fazendo-lhes promover ações junto aos ministérios, às secretarias, ONGS e toda a comunidade.

O “Seminário de Formação: Mulheres, a Prisão e a Rua” faz parte das atividades previstas no Termo de Cooperação Técnica entre UFRGS e SUSEPE em 2016, e tem como objetivo promover espaços de reflexão sobre temáticas relacionadas à privação de liberdade, a relação intra e extramuros, para mulheres, proporcionar o debate teórico sobre a privação de liberdade e as mulheres; refletir sobre a educação e o trabalho no sistema prisional; discutir questões teórico-metodológicas sobre espaços educativos escolares e não-escolares destinados às mulheres privadas de liberdade.

Cada encontro é ministrado por um(a) especialista, e conta com atividades de diversos títulos, elencados, dentro do tema central: “Mulheres, a Prisão e a Rua”.

Programação completa no nosso site.

 

Notícias relacionadas:

Av. Paulo Gama, 110 - Reitoria, 5° andar - Bairro Farroupilha - Porto Alegre - Rio Grande do Sul - CEP: 90040-060

divulgacao@prorext.ufrgs.br - +55 51 3308.3374 (Atendimento: 9h-12h e 14h-17h30)