Máquina de ensinar de Skinner – 4

Fragmento de: Skinner, B. F. Tecnologia do Ensino. São Paulo: Herder e Edusp, 1972.
Tradução: Rodolpho Azzi

Capítulo III – Máquinas de Ensinar. Este capítulo foi publicado em Science, 24 de outubro de 1958, vol 128, pp 969-977.

Página 34

Figura 4
Figura 4. Máquina usada pela primeira vez para ensinar parte do curso que o autor lecionava na Universidade de Harvard. (Um fonógrafo indiciador para fornecer estímulos auditivos aparece à direita). O material está impresso em segmentos do disco. O aluno insere um disco na máquina e a fecha; a máquina não pode ser aberta até que ele tenha completado o trabalho. Um dos quadros da matéria aparece na janela próxima ao centro. O aluno escreve a resposta em uma fita de papel exposta à direita. Levantando a alavanca que está no lado esquerdo da máquina, o aluno move a resposta que escreveu para debaixo de uma cobertura transparente e descobre a resposta correta no canto superior do quadro central. Se a resposta estiver correta, move a alavanca para a direita, perfurando assim o papel ao lado da resposta que chamou correta e altera o programa da máquina de modo que este quadro não mais aparece quando os quadros do disco forem percorridos uma segunda vez. Quando a alavanca volta à posição inicial, um novo quadro aparece. (Esta máquina foi demonstrada na reunião anual da American Psychological Association, em setembro de 1957).

Esta página faz parte de uma série sobre “máquinas de ensinar”. Navegue nas outras páginas:

| 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 | 11 |


O texto integral encontra-se na fonte indicada acima.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.