05/05/2022

A bolsista Luiza Kramer, aluna do curso de Ciências Sociais (UFRGS), apresenta hoje (05) o trabalho de conclusão de curso intitulado “Confiança, incerteza, medo e esperança: um estudo sobre vacinas em tempos de Covid-19”, sob orientação da professora Dra. Ceres Gomes Victora.

A pesquisa faz parte da Rede Covid-19 Humanidades MCTI, e busca analisar as narrativas que surgiram em relação à imunização contra Covid-19 como o objetivo de complexificar a ideia de aceitação ou de recusa da vacina no grupo de pessoas com mais de 60 anos de idade, de modo a analisar a variabilidade nas motivações e nas percepções sobre o imunizante.

O estudo é feito a partir da antropologia das emoções, com foco na incerteza, no medo, na confiança e na esperança que tem surgido nos relatos sobre as vacinas, colocando as emoções em relação a processos sociais e históricos.

Kramer explica que o histórico brasileiro de confiança na vacina, promovido pelo Plano Nacional de Imunização (PNI), tem se mesclado com medo e incerteza produzidos em parte pelo movimento negacionista que tem se fortalecido no Brasil com o governo Bolsonaro, com a disseminação de inúmeras controvérsias sobre a vacina da Covid-19. Por isso, a autora procura questionar as influências na decisão por se vacinar ou não, que é tomada a partir de múltiplos parâmetros e contextos individuais e sociais.




Compartilhe nas redes sociais