TUTORIA

A todo aluno internacional em mobilidade acadêmica na UFRGS, é designado um Professor Tutor do mesmo curso em que está matriculado. O Professor Tutor é indicado pela COMGRAD do curso, quando o candidato a estudante de mobilidade é aceito.

A tutoria de um aluno internacional demanda o diálogo com o aluno para orientá-lo quanto à estrutura do curso na UFRGS, envolvendo aspectos como:

  • A diferença entre uma disciplina obrigatória e uma disciplina eletiva.
  • O sistema de créditos da UFRGS
  • Os métodos de avaliação.
  • O currículo do curso.
  • A distribuição geográfica das disciplinas do curso.
  • Outras informações de caráter geral ou mais específico.

Esse trabalho exige paciência e compreensão da parte do professor, que estará dialogando com um aluno que não conhece nossa universidade e nosso sistema de ensino.

Os pontos críticos a seguir devem ser levados em consideração pelo tutor:

CURSO DE PORTUGUÊS

Se o tutor avaliar a necessidade do estudante frequentar o curso de português para melhor acompanhamento das aulas, poderá indicar o curso PPE: http://www.ufrgs.br/ppe. Não existe pré-requisito formal de proficiência em português para os alunos internacionais, mas a COMGRAD poderá solicitar comprovação de que o estudante está apto a cursar aulas em português, se julgar necessário.

PLANO DE ATIVIDADES/ESTUDO

O tutor auxilia o estudante a dialogar com a COMGRAD para verificar a viabilidade das disciplinas escolhidas para compor o plano de estudos (evitando colisões de horário; impossibilidade de deslocamento, em tempo, entre diferentes campi; verificação de pré-requisitos; entre outros).

Se o aluno optar por um plano com disciplinas que envolvam mais de dois departamentos é importante avisá-lo que seu processo de matrícula será finalizado em prazo mais longo, (pois é preciso que tenha autorização dos departamentos distintos), podendo prejudicar no acesso ao ambiente Moodle das disciplinas.

MATRÍCULA

A matrícula do estudante internacional não segue o mesmo procedimento da matrícula de alunos regulares da universidade. As matrículas são feitas por meio de processo físico.

Os processos são abertos pela RELINTER e são encaminhados para as COMGRADs para formalização do plano de estudos (Tutor/aluno/COMGRAD).

A COMGRAD solicita, através do processo, autorização para ocupação de vagas aos departamentos responsáveis pelas disciplinas, e depois envia à DIVA (Divisão de Vida Acadêmica, no DECORDI) para que sejam registradas as disciplinas no sistema.

Após os registros, o processo é enviado para a RELINTER novamente.

Observação: Se o estudante solicitar matrícula em outro curso e o tutor estiver de

acordo, a COMGRAD poderá encaminhar o processo do estudante para este outro curso, para verificação da possibilidade de vagas e pré-requisitos e, somente após, enviar à DIVA para registro e posterior devolução à RELINTER.

AULAS

Durante o semestre é importante que o tutor acompanhe o desenvolvimento do estudante nas aulas, obtendo informações sobre sua adaptação e desempenho nas avaliações.

Em caso de dificuldades do estudante, o tutor poderá contatar a COMGRAD e a Relinter.

Nesses casos, é importante que o aluno seja orientado a observar seu desempenho e suas notas durante o decorrer do semestre para evitar uma reprovação ao final.

ACOMPANHAMENTO DO ESTUDANTE

No decorrer do semestre já tivemos alguns casos em que estudantes apresentaram dificuldades psicológicas de adaptação. Alguns dos sintomas observáveis destas dificuldades foram o abandono das aulas ou o baixo desempenho nas avaliações. Quando o tutor observar a ocorrência destes ou outros eventos com o aluno, pedimos que comunique à RELINTER, assim poderemos contatá-lo e, se necessário, contatar a sua universidade de origem, para tomar providências de auxílio ao estudante.

A RELINTER está à disposição das COMGRADs, dos professores tutores e dos alunos internacionais para auxiliá-los em sua estada na UFRGS.

CERTIFICADO

O professor poderá registrar a tutoria em seu Relatório de Atividades Docente (RAD).