Oficinas

As Oficinas se caracterizam por oportunizar, à comunidade acadêmica e ao público em geral, o conhecimento de atividades de extensão desenvolvidas pela UFRGS junto ao público específico. São oferecidas atividades vivenciais e produção de materiais e/ou apresentação de tópicos de conteúdos trabalhados nas atividades de extensão, possibilitando a reflexão acerca da prática extensionista e consolidando procedimentos e metodologias desenvolvidas.

As atividades serão realizadas no Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (Prédio 43211), no Campus do Vale, nos dias 22 e 23 de outubro, das 13h30 às 17h.

Oficinas | Lista em ordem de data e horário - Versão para impressão (PDF - 367Kb)

As inscrições para as oficinas abrem no dia 24 de setembro e vão até 11 de outubro).

FAÇA AQUI SUA INSCRIÇÃO NAS OFICINAS

23/OUT | A CARA DA RUA: OFICINA DE FOTOGRAFIA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 108


Coordenação: DANIELA MENDES CIDADE


Descrição

A oficina, ministrada pelos bolsistas e alunos da EMEF Porto Alegre ? EPA, tem como objetivo a troca de saberes quanto a linguagem fotográfica, proporcionando um olhar crítico e reflexivo sobre o espaço urbano. A metodologia do projeto realizado com moradores em situação de rua, norteará a atividade em quatro etapas: 1. apresentação da oficina proposta; 2. reflexão e escolha sobre um tema a ser abordado e escolha do local do Campus do Vale onde serão tomadas as imagens; 3. organização do grupo para sair à campo e orientações quanto ao uso dos equipamentos fotográficos; 4. relato das experiências. A etapa 3 iniciará pela divisão dos participantes em pequenos grupos, os quais terão um integrante do projeto como responsável. Este compartilhará seu saber fotográfico a partir de suas reflexões sobre a imagem, além de ser um porta voz da história do projeto. Ao final da atividade todos os grupos apresentarão as imagens produzidas e poderão tecer comentários sobre a experiência no encontro.


Público-alvo: Comunidade acadêmica e os demais participantes do Salão de Extensão
Vagas: 12



23/OUT | A CURIOSIDADE E A APRENDIZAGEM NA ESCOLA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 118


Coordenação: EDUARDO BRITTO VELHO DE MATTOS


Descrição

A primeira atividade será a escrita de uma carta com base nas seguintes perguntas:
– Você era uma criança curiosa?
– Quais dúvidas você tinha?
– Você conseguiu “responder” todas curiosidades?
– Você se considera curioso?
– O que aconteceu no caminho/processo?
– Quais as suas curiosidades atuais?
A segunda atividade propõe ao público a formulação de hipóteses a partir de manchetes de revistas e jornais em que estão faltando palavras. O objetivo desse exercício é que cada participante complete as manchetes de acordo com suas suposições.
A terceira atividade consiste em um jogo de adivinhação de palavras. Os participantes serão divididos em duas equipes, cada jogador escreverá pelo menos quatro palavras em papéis diferentes relacionadas às suas curiosidades.
No fechamento da oficina será proposto o debate dos conceitos trabalhados: curiosidade, hipóteses, pesquisa, trabalho em equipe, valorização do conhecimento prévio e compartilhamento de experiências com os projetos de aprendizagem.


Público-alvo: Professores e Estudantes de licenciatura ou magistério
Vagas: 16



22/OUT | ALÉM DO SENSO COMUM: O OTIMISMO COMO CONCEITO CIENTÍFICO E PROMOTOR DE SAÚDE MENTAL

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 108


Coordenação: FLÁVIA WAGNER


Descrição

Desenvolver pensamentos otimistas no ser humano tem mostrado resultados positivos no enfrentamento de situações adversas. Dito isto, a dinâmica da oficina pressupõe o otimismo como sendo um conceito aprendido, cuja definição é o “estilo explicativo” que a pessoa dá para o que acontece no seu cotidiano. Portanto, acredita-se na possibilidade de mudança de uma forma de explicação pessimista para uma forma de explicação mais otimista.
A dinâmica vai se estruturas da seguinte maneira, (1) frase de abertura para os participantes comentarem; (2) conceitualização científica do otimismo; (3) exercício usando a técnica do priming – oferecer um estímulo que pode afetar a percepção de outros estímulos; e (4) uma situação fictícia a ser discutida em grupo, pensando em como uma pessoa pessimista agiria e como uma otimista agiria.


Público-alvo: Adultos
Vagas: 20



23/OUT | ALIMENTAR É AMAR

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 107


Coordenação: LEANDRO MEIRELLES NUNES


Descrição

Os participantes serão dispostos em um círculo ao redor de um tapete contendo uma linha do tempo que simula os meses de vida de uma criança nos primeiros 2 anos de vida. Cada participante receberá uma figura autocolante de um alimento que poderá ser ou não saudável e deve fixar na linha do tempo. Após todos os participantes alocarem as figuras será feito um grande debate sobre a importância da alimentação saudável, os períodos de introdução de cada alimento e mitos ou verdades sobre os assuntos.


Público-alvo: Professores de creches e berçários Pessoas interessadas no tema alimentação infantil para crianças pequenas
Vagas: 30



22/OUT | ALUNO-PESQUISADOR: MEU DIÁRIO DE PESQUISA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 118


Coordenação: ANA CLARA FERNANDES


Descrição

A proposta consiste na apresentação do Diário de Pesquisa, material pedagógico elaborado a partir das experiências nas oficinas de Iniciação Científica do projeto. O diário tem como finalidade ser um guia ao aluno do Ensino Fundamental, promovendo a aproximação com a metodologia de pesquisa. Ao longo da atividade, debateremos e experimentaremos o passo a passo apresentado para realização da pesquisa em sala de aula, bem como as possibilidades de entrelaçamento com recursos audiovisuais não só como fontes de informação, mas também como possibilidades de objetivação dos conhecimentos. Serão distribuidos diários para serem aplicados nas escolas.


Público-alvo: PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL E ALUNOS DE LICENCIATURAS.
Vagas: 20



23/OUT | ARTE E DIVERSIDADE DOS CORPOS: LEITURAS ESTÉTICAS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 106


Coordenação: MARCIO PIZARRO NORONHA


Descrição

COM FUNDAMENTO NO CAMPO DE ESTUDOS DA DIVERSIDADE E DA DEFICIÊNCIA E NAS RELAÇÕES ENTRE O CAMPO HISTÓRICO, ARTÍSTICO E ESTÉTICO, É UMA OFICINA DE APRECIAÇÃO DE VÍDEOS E CONVERSAÇÃO SOBRE ESTE CAMPO TEMÁTICO.
A ÊNFASE É NO CAMPO DA PRODUÇÃO ARTÍSTICA.
AULA TEÓRICO-DIALOGADA COM APRESENTAÇÃO DE VÍDEOS.


Público-alvo: ESTUDANTES E INTERESSADOS(AS) EM ESTUDOS DO CORPÓ EM DIVERSIDADE. NÃO É NECESSÁRIO QUALQUER TIPO DE FORMAÇÃO EM PARTICULAR. É UMA OFICINA INTRODUTÓRIA, COM EXPERIÊNCIA VOLTADA PARA ASSISTÊNCIA DE VÍDEOS E DEBATE NO CAMPO DA ESTÉTICA E HISTÓRIA ARTÍSTICA.
Vagas: 20



22/OUT | AS QUATRO OPERAÇÕES ARITMÉTICAS NOS ANOS INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL: ROTAÇÃO POR ESTAÇÕES

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 112


Coordenação: SIMONE POZEBON


Descrição

A oficina será organizada a partir de quatro grupos, denominados de estações, sendo cada um relativo a uma das operações aritméticas trabalhadas nos anos iniciais do Ensino Fundamental, a saber: adição, subtração, multiplicação e divisão.
Cada estação apresentará um grupo de atividades independentes (jogos, resolução de problemas e recursos didáticos) que serão vivenciadas pelos participantes durante 15 minutos. Após esse período, os grupos farão a rotação de estação, e poderão vivenciar as atividades no grupo seguinte, passando pelas quatro estações durante uma hora.
No momento final, teremos um espaço para avaliação e reflexão acerca do ensino das quatro operações aritméticas nos anos iniciais do Ensino Fundamental, apontando as potencialidades da dinâmica da oficina na Educação Básica.


Público-alvo: Acadêmicos do curso de Pedagogia Acadêmicos do curso de Licenciatura em Matemática Professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental da Educação Básica
Vagas: 24



23/OUT | BANCO IMOBILIÁRIO DE PORTO ALEGRE

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 109


Coordenação: ANDRÉIA DALCIN


Descrição

Podem jogar de 3 a 7 pessoas por tabuleiro, sendo um dos jogadores o Banqueiro e os demais sorteiam o personagem que representarão durante a partida: Frederico, o empresário; Sandro, o homem branco; Rafael, o homem negro; Flávia, a mulher branca; Dandara, a mulher negra e Hugo, a pessoa com deficiência.
Coloca-se os respectivos piões no ponto de partida, embaralham-se as cartas de Sorte ou Revés, que serão colocadas viradas para baixo no local indicado no tabuleiro.
O banqueiro distribui o dinheiro de acordo com a carta de instrução de cada personagem. O restante volta para o banco. Se o banqueiro quiser jogar, terá que tomar cuidado para não misturar as notas recebidas com as do banco.
Cada jogador lança dois dados na sua vez, percorre o número de casas determinado pelo resultado e cumpre as ordens da casa em que cair.
Observar o Manual do Jogo para cartas de Sorte ou Revés, Prisão e Propriedades.
O vencedor será o que somar a maior quantia de valores.


Público-alvo: Professores da Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. Estudantes de graduação. Comunidade em geral
Vagas: 21



23/OUT | CONHECENDO E EXPLORANDO A PLATAFORMA PLANETA ROODA 3.0

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 119


Coordenação: PATRICIA ALEJANDRA BEHAR


Descrição

A oficina tem como proposta apresentar e explorar o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Planeta ROODA 3.0 planejado e desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologia Digital aplicada à Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (NUTED/UFRGS). Voltado para crianças, busca desenvolver o trabalho coletivo na internet com alunos e professores da Educação Infantil e do Ensino Fundamental. É ambientado no espaço sideral e disponibiliza recursos que potencializam a aprendizagem, processos comunicacionais e o gerenciamento de turmas. É um ambiente de software livre, centrado no usuário, ou seja, este pode ter acesso a mais de uma turma/grupo com o mesmo login. O vínculo com essas turmas/grupos pode variar entre professor, monitor e aluno, sendo que essa escolha influencia nos recursos disponíveis. Atualmente, está disponível para utilização educacional, bem como possíveis práticas pedagógicas a fim de auxiliar o trabalho docente na utilização dos recursos tecnológicos.


Público-alvo: Estudantes de licenciatura que tenham interesse em conhecer uma plataforma AVA e atuar com turmas de Ensino Fundamental.
Vagas: 20



23/OUT | CONSUMO RESPONSÁVEL DE PESCADO: DE ONDE VEM MEU PEIXE?

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 120


Coordenação: JOAQUIM NEVES DA SILVA RIBEIRO


Descrição

O Programa Pesca no Litoral Norte, desenvolvido pelo CECLIMAR/CLN, traz dentre seus objetivos a realização de campanhas de educação ambiental e exposição de peixes junto à comunidade em geral, ou seja, ações enfocando os consumidores da cadeia produtiva da pesca. Esta oficina trará informações ao público para que consuma pescado de forma mais consciente e possa escolher espécies cuja pescaria é mais sustentável. Serão abordadas problemáticas relacionadas à sobrepesca, espécies ameaçadas de extinção, pesca incidental de outros animais marinhos e fraudes na comercialização de pescado. Serão apresentados exemplares de peixes da região litorânea e petrechos de pesca, finalizando-se com uma atividade lúdica para multiplicar a temática.


Público-alvo: Jovens e adultos, professores de ensino médio, estudantes de ensino médio e graduação.
Vagas: 20



22/OUT | CONTAÇÃO DE HISTÓRIA ? REGOLITOS: HISTÓRIA DE UMA VIAGEM À LUA30

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 110


Coordenação: DANIELA BORGES PAVANI


Descrição

A oficina realizará um diálogo sobre contação de histórias e integra o projeto “Rimas Universais”. “Regolitos” tem como base uma história criada para integrar as comemorações dos 50 anos da viagem à Lua, narrando de forma lúdica e divertida o processo científico e social que envolveu tal empreendimento espacial. No Planetário, é oferecida para crianças de até 8 anos de idade, utilizando recursos imaginativos para aproximar os participantes do universo astronômico, como forma de despertar o interesse e a curiosidade das crianças em relação a este campo do conhecimento. Fundamentalmente, trata-se de um trabalho de transposição de linguagens, de tradução do saber acadêmico para uma linguagem acessível ao universo infantil, envolvendo os sentidos corporais e a interação com objetos que dão concretude à história e aproximam as crianças de temas relacionados à Astronomia. A metodologia baseia-se na oralidade unida a elementos da prática teatral,
trabalhando com a linguagem lúdico-artística.


Público-alvo: Público em geral (crianças, jovens, adultos, educadores, graduandos)
Vagas: 30



23/OUT | CRIATIVIDARTE: MUSICALIDADE NA SALA DE AULA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 111


Coordenação: LUCIANE DA COSTA CUERVO


Descrição

Atividades musicais permeadas pela ludicidade: fundamentos do canto coletivo, educação e técnica vocal, improvisação musical e percussão corporal.
Repertório baseado em cânones, brincadeiras cantadas e cantos de trabalho.


Público-alvo: Professores e estudantes de licenciatura (qualquer área)
Vagas: 30



22/OUT | DA ALDEIA À UNIVERSIDADE: O BEM VIVER DA MULHER KAINGANG

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 120


Coordenação: SOLANGE DOS SANTOS SILVA


Descrição

Roda de conversa.


Público-alvo: Estudantes indígenas, comunidade acadêmica em geral.
Vagas: 30



23/OUT | DANÇA PARA ESTRESSADOS!

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 113


Coordenação: Izabela Lucchese Gavioli


Descrição

O trabalho será desenvolvido em quatro partes principais: 1) Os integrantes apresentarão um pouco dos benefícios que a dança pode oferecer, juntamente com a trajetória e formação do Grupo Laços. 2) Para que os participantes da oficina se sintam mais confortáveis com as propostas que serão desenvolvidas na oficina, também será feito um aquecimento para preparar o corpo e deixar o grupo mais integrado. 3) Serão desenvolvidos, ao longo da oficina, que jogos e dinâmicas envolvam o corpo, a criatividade, e o trabalho em grupo. 4) E por último será proposto um momento de relaxamento, para que todos tenham um dia mais gostoso e leve.


Público-alvo: Toda a comunidade acadêmica e não acadêmica interessada no tema
Vagas: 30



22/OUT | DEAMBULANDO PELO COTIDIANO BRINCANTE DO PARALELO 30 – ESPAÇO DE VIVÊNCIAS EM DANÇAS POPULARES

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 119


Coordenação: JAIR FELIPE BONATTO UMANN


Descrição

Deambulando pelo cotidiano brincante do Paralelo 30 como espaço de vivências em danças populares convida o público a transitar pelas danças, cantorias, toques, poesias e prosas do dia-a-dia do projeto de extensão. A ideia de deambular como vaguear, perambular, divagar, vem no sentido de inspirar a fruição pelos fazeres artísticos, investigativos e docentes das nossas ações que articulam os saberes acadêmicos e populares que margeiam e atravessam a prática de danças populares em diferentes contextos. Em tempos de transformações no ambiente universitário no qual urgem ações que promovam a diversidade, o re-encantamento da educação e ações socialmente referenciadas, propomos este espaço de produção de conhecimento que busca expandir o campo do possível no que tange ao papel da universidade e seu modo de atuação.


Público-alvo: Público em geral
Vagas: 60



23/OUT | DEBATENDO SOBRE OPRESSÕES COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 106


Coordenação: LAURA SOUZA FONSECA


Descrição

A oficina proposta visa debater com as crianças e adolescentes com os quais trabalhamos nas ações extensionistas ? realizadas na região da Grande Cruzeiro, na Escola Estadual Almirante Álvaro Alberto da Motta e Silva e no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos que funciona na Associação de Moradores da Vila Tronco ? algumas das opressões existentes na estrutura de nossa sociedade atual, tais como racismo, machismo, lgbtfobia, xenofobia e capacitismo. A dinâmica será por pequenos grupos que lerão diferentes livros infantis focados na temática. Será solicitado aos grupos que façam a leitura coletiva do livro e então conversem sobre o mesmo, identificando o assunto e formando opiniões sobre o mesmo, refletindo se/como dialoga com sua rotina. Após essa primeira etapa, cada grupo apresentará seu respectivo livro e as discussões feitas a partir dele serão sintetizadas em um cartaz coletivo de todos os presentes com desenhos e/ou palavras que suscitaram durante os debates.


Público-alvo: Crianças e adolescentes. Como temos feito anualmente, convidaremos a gurizada da escola e do SCFV onde trabalhamos e abrimos as vagas
Vagas: 20



23/OUT | DEGUSTAÇÃO DE MOVIMENTOS COM O MIMESE

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 115


Coordenação: LUCIANA PALUDO


Descrição

As pessoas serão convidadas a experimentarem movimentos, tais como: mobilidade da coluna e da cintura escapular; relação entre gesto e respiração; consciência de peso durante as caminhadas; noção de velocidade de um movimento etc.
Então, esse labor da dança, o qual relaciona desde o trabalho de preparação de um corpo, até o momento em que podemos compor uma coreografia e apresentá-la é posto em jogo, como informação e experiência. Aos pouco, a partir de um repertório criado na aula, vamos organizando as sequências em pequenas coreografias. O grupo é dividido em dois, de modo que possam ter experiências de apreciação dos movimentos.
Para finalizar, é proposto um diálogo, no objetivo de sabermos as impressões das pessoas com essa experiência. Nesse momento realizamos uma recapitulação de aspectos importantes do trabalho com o corpo em movimento – tanto para a dança, quanto para a vida cotidiana.


Público-alvo: Pessoas que querem conhecer a dança, os aspectos de criação em dança e os cuidados com o corpo, os quais estão implicados nesse trabalho. Podem ser praticantes de dança ou não; basta ter disponibilidade corporal para o experimento.
Vagas: 30



23/OUT | ELABORAÇÃO DE RECURSOS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 112


Coordenação: SANDRA DOS SANTOS ANDRADE


Descrição

Oportunizar à comunidade acadêmica e ao público em geral, principalmente estudantes das licenciaturas e professoras/es da rede básica de ensino, o conhecimento e a produção de recursos didático-pedagógicos para o trabalho com estudantes do Ensino Fundamental, visando o desenvolvimento dos processos de leitura e escrita e a flexibilização curricular para alunos/as com dificuldades de aprendizagem.


Público-alvo:  A comunidade acadêmica e ao público em geral
Vagas: 20



22/OUT | ESTUDO DE PRÁTICAS DE LECOQ

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 115


Coordenação: CLAUDIA MULLER SACHS


Descrição

Apresentação e compartilhamento com o público de algumas das 15 sequências trabalhadas baseadas na pedagogia de Jacques Lecoq (1921-1999). Os componentes do grupo de extensão demonstrarão os movimentos e coordenarão a prática daqueles que queiram conhecer. Enquanto demonstram trazem elementos teóricos que embasam essas práticas. Essas sequências de movimentos são denominadas “Vinte Movimentos”, pertencentes à pedagogia desenvolvida por Lecoq em sua escola em paris, assim como em outras escolas que seguem esse modo de trabalho voltado para a criação teatral.


Público-alvo: Alunos, professores e público interessado em técnicas corporais voltadas para a atuação em teatro.
Vagas: 15



23/OUT | FRISBEE – NOVA MODALIDADE ESPORTIVA PARA O CURRÍCULO ESCOLAR

Colégio de Aplicação


Coordenação: CARLA DA CONCEIÇÃO LETTNIN


Descrição

A oficina visa promover a formação de professores e fomentar a prática do frisbee nas escolas. O Ultimate Frisbee é uma modalidade esportiva que se joga entre duas equipes, em um espaço aberto que pode ser facilmente adaptado para a iniciação esportiva nas escolas. Sua prática diferencia-se das demais modalidades por exigir dos participantes um compromisso com a conduta, expressão e comportamento durante o jogo, sem precisar de um árbitro. As infrações ocorridas na partida são mediadas pelo diálogo entre os envolvidos. Esse princípio, chamado de “Espírito de Jogo” faz com que a honestidade, a preocupação com o outro e o flair play (jogo limpo) sejam valorizados. Nesse sentido a prática do Ultimate Frisbee pode ser uma ferramenta fundamental nos currículos escolares. Nesse sentido, promover cursos de formação poderá colaborar para modificar essa realidade. A oficina terá caráter teórico-prático, considerando os elementos físicos, técnicos e táticos da modalidade.


Público-alvo: Professores de Educação Física da Educação Básica e Graduandos de Educação Física.
Vagas: 20



23/OUT | GRUPO DE MULHERES EM SITUAÇÃO DE RUA “MARIELLE VIVE”

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 108


Coordenação: MARIA GABRIELA CURUBETO GODOY


Descrição

Roda de conversa com mulheres em situação de rua participantes do grupo “Marielle Vive”, que trata de assuntos da vida cotidiana das mulheres, por exemplo: como é ser mulher em situação de rua; riscos, vulnerabilidades e medos enfrentados; prostituição e abuso sexual na rua; uso abusivo de drogas e consequências para a saúde da mulher; formas de prevenção; violência policial; perda dos filhos; experiências de sofrimento e formas de luta e de garantia de direitos.


Público-alvo: Mulheres em geral
Vagas: 15



23/OUT | HORTAS EM GARRAFAS E BALDES DESCARTADOS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 120


Coordenação: TATIANA DA SILVA DUARTE


Descrição

Com o propósito de fomentar o cultivo de alimentos nos espaços urbanos, os recipientes, como garrafas PET, vasilhames plásticos diversos, canos de PVC, entre outros materiais reutilizáveis vêm como ferramenta indispensável, principalmente àqueles agricultores urbanos que não possuem terra ou residem em apartamentos. Perante a realidade, de que nos maiores cidades, muitas pessoas vivem em residências sem pátio, é necessário propor estratégias para melhor utilização dos espaços com o cultivo de plantas, utilizando recipientes descartados, reduzindo o lixo no ambiente e aliando à produção de parte dos alimentos. Sendo assim, propõe-se um minicurso voltado a atender essa demanda. No minicurso, será confeccionado um canteiro vertical para muro, de forma demonstrativa/prática, com o passo a passo. Após, apresentará tipos de substratos, tamanho dos recipientes e adubação. E por fim, cada participante confeccionará um canteiro em 3 patamares em garrafa plástica de 5 L de água mineral.


Público-alvo: A oficina abrange todas e todos interessados em cultivar seu próprio alimento em recipientes diversos, sem qualquer restrição ao público.
Vagas: 25



23/OUT | JOGOS DE TABULEIRO NO ENSINO DE PROBABILIDADE: UMA EXPERIÊNCIA NA EDUCAÇÃO BÁSICA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 109


Coordenação: ANDRÉIA DALCIN


Descrição

A oficina estará organizada em 3 momentos. No primeiro momento, de 20 minutos, apresentaremos o Programa de Extensão por meio de fotos, relatos e registros da aplicação desta oficina em sala de aula. Além disso abordaremos os conteúdos matemáticos envolvidos no jogo. No segundo momento, de 40 minutos, as pessoas serão separadas em grupos de até quatro integrantes que irão experienciar o jogo, colocando em prática os conteúdos previamente citados. Serão disponibilizados distintos modelos de tabuleiro para proporcionar diferentes experiências, sendo permitida posteriormente a troca dos tabuleiros entre os grupos. Nos últimos 30 minutos, propomos uma reflexão sobre as potencialidades do jogo na aprendizagem dos conteúdos trabalhados.


Público-alvo: Acadêmicos de Pedagogia, Matemática e professores da Educação Básica
Vagas: 20



23/OUT | LENDO OS CLÁSSICOS EM VOZ ALTA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 110


Coordenação: MAGALI LOPES ENDRUWEIT


Descrição

Compartilhar com o público como funciona a leitura em voz alta dos clássicos: objetivo e metodologia adotada.


Público-alvo: Alunos e comunidade visitante
Vagas: 30



22/OUT | LER: LENDO EM RODA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 106


Coordenação: MARILIA FORGEARINI NUNES


Descrição

O objetivo geral do LER é sensibilizar para a leitura literária.
A oficina acontecerá considerando a dinâmica dos encontros do LER que acontecem duas quartas-feiras por mês, das 10h30min às 12h. Os participantes da oficina partilham a leitura de textos literários e após a leitura conversam sobre os sentidos produzidos.
Na oficina, propomos ler um conto de Machado de Assis e outro de Lygia Fagundes Telles. Esses autores e os contos foram escolhidos a partir das leituras do LER em 2019/1. Após a leitura coletiva e partilhada, a conversa sobre o conto e os sentidos construídos pelos leitores será aberta com a mediação da equipe do LER.


Público-alvo: Comunidade universitária e público em geral (adultos)
Vagas: 20



23/OUT | MIL BRINQUEDOS, MIL SORRISOS BR

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 118


Coordenação: EDUARDO CARDOSO


Descrição

Apresentação do projeto, dos equipamentos e materiais necessários, e das técnicas para adaptação de brinquedos eletrônicos e da confecção de acionadores de pressão a partir de sucata. Após a apresentação, os participantes, em duplas ou trios, adaptarão 01 brinquedo e farão um acionador de pressão.


Público-alvo: Jovens e adultos interessados na adaptação de brinquedos para crianças com deficiência. ATENÇÃO: utilizamos materiais cortantes e ferro de solda.
Vagas: 15



22/OUT | NÃO DEIXE RASTROS EM AMBIENTES NATURAIS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 108


Coordenação: GEAN PAULO MICHEL


Descrição

A oficina seguirá a seguinte dinâmica: 1. Apresentação – 5′; 2. Histórico – 10; 3. Cenário atual – 5′; 4. Definições – 5′; 5. Princípios – 40′; 6. Programas – 10′; 7. Ações – 5′; 8. Campanhas – 5; 9. Encerramento – 5′.


Público-alvo: Professores, Servidores Tecnico-Administrativos e Alunos que tenham interesse no tema.
Vagas: 20



23/OUT | NEUROLOGIA DE PEQUENOS ANIMAIS – PENSAMENTO LÓGICO

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 113


Coordenação: PAULA CRISTINA SIECZKOWSKI GONZALEZ


Descrição

Demonstrar como o exame neurológico e o raciocínio lógico são utilizados ao longo do atendimento na área especifica a fim de traçar um plano diagnóstico.


Público-alvo: Alunos de Medicina Veterinária e áreas afins
Vagas: 10



23/OUT | O QUE SÃO ÚLCERAS DE PERNA E COMO IDENTIFICÁ-LAS: OFICINA INTEGRATIVA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 111


Coordenação: CARMEN LUCIA MOTTIN DURO


Descrição

A ação extensionista envolve profissionais de enfermagem da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre,docentes e acadêmicos de enfermagem da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, visando ações de educação permanente com a finalidade de qualificar os profissionais de enfermagem da atenção básica nos cuidados com as lesões de pele. A oficina tem por objetivo apresentar à comunidade acadêmica informações sobre tendências terapêuticas no cuidado de pessoas com lesões de pele, constituindo-se em estratégia de aprendizado e reflexões acerca do processo de atendimento a essa população. Serão abordados os conteúdos teórico-práticos relativos às úlceras venosas, arteriais e mistas, além de curativos, coberturas e ações preventivas. Serão utilizadas técnicas expositivas dialogadas, com recursos audiovisuais para o conteúdo teórico e a apresentação do material prático (Kit de Feridas e coberturas) ao público. Após irá ser desenvolvido com os participantes estudo de caso clínico.


Público-alvo: Docentes, discentes, técnicos administrativos e profissionais da saúde interessados
Vagas: 30



22/OUT | OFICINA AS NEGRITUDES NAS MIDIAS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 106


Coordenação: ILZA MARIA TOURINHO GIRARDI


Descrição

As mediadoras vão apresentar ao grupo os objetivos do projeto de extensão e também informações sobre a situação relativa à presença dos negros e negras nas mídias e o porquê da necessidade do desenvolvimento de ações e criação de políticas para que a realidade seja transformada. Em seguida deverá ser realizado uma discussão e pequenos grupos e em seguida em grande grupo. Será sugerido aos participantes pensarem em ações a serem desenvolvidas nas escolas visando a construção de um pensamento crítico sobre o tema.


Público-alvo: Estudantes das áreas da comunicação educação e professores de ensino médio de escolas públicas.
Vagas: 25



22/OUT | OFICINA DE CIANOTIPIA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 109


Coordenação: ANDREA BRACHER


Descrição

Inicia-se com explanação sobre o processo fotográfico histórico da cianotipia; revisão da técnica; exemplificação de emulsionamento e secagem; como expor o papel emulsionado; saída ao ar livre para a exposição aos raios UV (se estiver chovendo a oficina não pode sair); volta-se à sala para fazermos a revelação do papel em água. Apreciação dos resultados e finalização da oficina.


Público-alvo: Alunos de graduação da UFRGS
Vagas: 15



22/OUT | OFICINA DE ESCRITA CRIATIVA: ALGUNS EXERCÍCIOS DE CRIAÇÃO

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 118


Coordenação: CARLOS AUGUSTO BONIFACIO LEITE


Descrição

A oficina visa reproduzir uma pequena parte de nossa experiência no projeto de extensão Oficina Permanente de Escrita Criativa da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Em razão de sua curta duração, a atividade receberá as devidas modificações, funcionando mais por seu caráter introdutório e instigador. Dessa maneira, organiza-se em diferentes momentos: apresentação pessoal dos alunos; leitura e discussão de trechos de textos literários e teóricos; exercícios de criação literária; leitura em voz alta e discussão sobre as produções dos alunos.


Público-alvo: alunos da graduação
Vagas: 15



22/OUT | OFICINA DE NUTRIÇÃO: ALIMENTOS ULTRAPROCESSADOS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 112


Coordenação: GABRIELA CORREA SOUZA


Descrição

A oficina será realizada de forma interativa, utilizando em um primeiro momento recurso multimídia para projeção em tela do conteúdo: apresentação da oficina, iniciando a fala sobre o grau de processamento dos alimentos e leitura de rótulos. Em um segundo momento, será realizada de forma prática a demonstração da presença de sódio, açúcar e gordura em alimentos ultraprocessados frequentemente relatados pelo público acompanhado no ambulatório de insuficiência cardíaca e nutrição. Nesta atividade, serão utilizados materiais em plástico semelhantes a tubos de ensaio para auxiliar na visibilidade da composição e embalagem de alguns alimentos. O momento final é destinado à retomada de conceitos e será proposta uma reflexão junto aos participantes.


Público-alvo: A comunidade acadêmica e a população em geral que tenha interesse neste tema.
Vagas: 20



22/OUT | OFICINA DE PAISAGISMO

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 107


Coordenação: LEA MARIA DORNELES JAPUR


Descrição

Inicialmente os participantes se dividem em grupos, para os quais é apresentado um desafio (terreno, usos e condicionantes) sobre o qual devem elaborar uma proposta rápida. Em seguida um participante de cada grupo apresenta a proposta e, por fim, é apresentada a solução que foi efetivamente dada para o espaço, uma vez que o mesmo já está configurado por atuação de projeto e implantação de paisagismo na cidade de Canoas. Trata-se de um espaço público para o qual os participantes podem propor diferentes formas de abordagem, o que torna o trabalho enriquecedor. Desta forma há um entrosamento entre os participantes.


Público-alvo: Alunos da graduação e comunidade em geral
Vagas: 25



22/OUT | OFICINA EDUCAÇÃO INFANTIL NA RODA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 111


Coordenação: MARIA LUIZA RODRIGUES FLORES


Descrição

1) Proposta de “chuva de ideias” a partir da pergunta central da oficina: O que ?deve? ser considerado na escolha de uma escola de Educação Infantil?
2) Percurso fotográfico: exposição de murais com fotos de espaços de escolas de educação infantil, que remetam para os aspectos que pretendemos problematizar, tais como: espaços, materiais, ambientes.
3) Analisando as fotos, os participantes irão escolher, com base em suas informações e impressões, em quais escolas matriculariam os seus filhos
4) Faremos uma análise das escolhas dos participantes a partir de subsídios teóricos da área dos estudos sobre as infâncias, as normativas e documentos orientadores
5) A seguir, cada participante fará uma dobradura do tipo “unha de gato”, na qual irão escrever quais elementos destacariam como importantes para a escolha da escolha a partir da vivência desta oficina.
6) Conclusão: Entrega do Boletim Informativo nº 10 do Programa de Extensão Educação Infantil na Roda sobre a temática da Oficina.


Público-alvo: O público-alvo é bastante amplo, incluindo famílias com interesse na temática, acadêmicos de licenciaturas e de áreas afins; professores de educação infantil, educadores, gestores e conselheiros de educação.
Vagas: 20



22/OUT | ORIGAMOU! VAMOS DOBRAR?

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 109


Coordenação: STELA MARIS VAUCHER FARIAS


Descrição

Esta oficina visa expor trabalhos em dobradura feitos por participantes do Projeto de Extensão Origami: cultura e criação para evidenciar as possibilidades que o origami oferece aos interessados pela arte. As peças que serão exibidas fizeram parte do Festival do Japão 2019 e já foram apreciadas por centenas de pessoas. Além disso, pretende-se compartilhar um pouco do trabalho que tem sido feito no Colégio de Aplicação no momento em que essa arte começou a fazer parte do currículo de estudantes dos sextos e sétimos anos como atividade eletiva. Será ofertada uma oficina em que os participantes serão estimulados a interpretar a simbologia internacional do origami a partir de diagramas que constam em livros japoneses e, a partir da interpretação, confeccionar as suas próprias dobraduras e desenvolver a criatividade por meio da criação em origami.


Público-alvo: Crianças a partir de 10 anos, adolescentes e adultos.
Vagas: 6



22/OUT | POR DENTRO DO VESTIBULAR UFRGS 2020

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 113


Coordenação: JOSE ANTONIO DOS SANTOS


Descrição

Inicialmente, será realizada uma atividade de recepção aos participantes, apresentação da equipe e explicação da metodologia da Oficina. Os participantes serão divididos em 4 grupos que terão de percorrer três ilhas de conhecimentos sobre o Vestibular UFRGS 2020. Em cada ilha os participantes terão até 15 minutos para resolver questões relativas às formas e modalidades de ingresso; sobre os dias e horários das provas e sobre os benefícios que a Universidade oferece aos estudantes cotistas. Concluindo as tarefas de cada ilha os participantes poderão passar para a próxima, até que haja a conclusão do jogo. Como fechamento da Oficina, teremos um momento para avaliação da atividade, assim como para trocar outras informações sobre o vestibular e sobre a Universidade.


Público-alvo: Estudantes de escola pública dos anos finais do Ensino Médio
Vagas: 30



22/OUT | PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA NA ESCOLA – ESCALADA EM ÁRVORES

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 110


Coordenação: IVAN LIVINDO DE SENNA CORREA


Descrição

O objetivo desta oficina é oportunizar uma mostra das atividades (escalada em árvores) realizadas pelo projeto: PRÁTICAS CORPORAIS DE AVENTURA NA ESCOLA E FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES.
O projeto contribui com a formação continuada de professores de Educação Física no âmbito das práticas corporais de aventura na escola. Oportunizamos, portanto, a vivência de professores e estudantes trabalhando o conhecimento e a adaptação de técnicas de aventura na escola.
Como procedimentos metodológicos disponibilizaremos equipamentos e realizaremos a segurança, sempre oferecendo as orientações necessária para a vivência de aventura em escalada em árvores.
Além disso, com essa oficina procuramos disponibilizar aos participantes um momento de manifestação da ludicidade onde o prazer e a alegria estão nas possibilidades de aventurar-se, entendendo que aventura está na autossuperação dos medos e pela vivência do risco controlado.


Público-alvo: Professores da Educação Básica e estudantes maiores de 15 anos.
Vagas: 15



22/OUT | PRODUÇÃO COLABORATIVA DE MATERIAIS IMPRESSOS PARA DIVULGAÇÃO CIENTIFICA E DE EXTENSÃO DA REGIÃO DOS APARADOS DA SERRA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 113


Coordenação: OMARA LANGE


Descrição

A oficina abordará o planejamento e execução de ações transdisciplinares e a criação colaborativa de material para difusão científica e cultural.
Este projeto em questão está em execução desde 2016 e neste momento chega a finalização, que é a produção de livro impresso e em pdf.
O conteúdo do livro e layout foram produzidos colaborativamente e atualmente estão prontos para a impressão na Gráfica da UFRGS.


Público-alvo: Alunos, servidores e docentes
Vagas: 30



22/OUT | RECORTANDO IDENTIDADES

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 120


Coordenação: PAULO BAPTISTA CARUSO MACDONALD


Descrição

A partir de questionamentos, iremos direcionar a construção de um cartaz, usando recorte e colagem como disparador para falar sobre identidades e papéis de gênero na sociedade, que é a base de trabalho do grupo.


Público-alvo: Docentes, discentes e comunidade externa no geral.
Vagas: 20



22/OUT | RECURSOS DIDÁTICOS NA ALFABETIZAÇÃO: CAIXA PEDAGÓGICA PARA ENSINO DA LEITURA

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 111


Coordenação: PATRÍCIA CAMINI


Descrição

A oficina apresenta um dispositivo que vem sendo desenvolvido pelo LÁPIS – Laboratório de criação em alfabetização e heterogeneidades, de modo a promover a organização, validação e gestão de recursos didáticos para diferenciação do ensino da leitura na alfabetização. A dinâmica da oficina promoverá a apresentação do processo de planejamento da caixa pedagógica, a experimentação de recursos didáticos da caixa pedagógica pelos participantes e roda de conversa sobre a experiência desenvolvida na oficina.


Público-alvo: Estudantes de licenciaturas, professores da Educação Básica e demais interessados.
Vagas: 30



22/OUT | SAÚDE, GÊNERO E VULNERABILIDADE: QUAIS NARRATIVAS PERPASSAM AS MULHERES PRIVADAS DE LIBERDADE?

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 107


Coordenação: MIRIAM THAIS GUTERRES DIAS


Descrição

Essa oficina emerge da pesquisa Mulheres privadas de liberdade: necessidades decorrentes do uso de drogas e contextos de violências. Estas mulheres são invisibilizadas e negligenciadas em seus direitos sociais, sobretudo pelo estigma que sofrem. Visa promover a vivência, o compartilhamento de saberes e a discussão sobre o contexto do aprisionamento feminino no RS. Inicialmente será exibido o documentário O Cárcere e A Rua, com narrativas de mulheres encarceradas, seguido com relato de experiências de uma mulher egressa do sistema prisional, e em regime semi-aberto, e por uma trabalhadora do sistema prisional. Este encontro entre a comunidade acadêmica, as convidadas, articulando com o documentário, provocará maior interesse da academia a um assunto que requer dignidade e respeito às pessoas, e políticas públicas responsáveis. A mediação será feita pelas bolsistas de extensão e iniciação científica da pesquisa, Gabrielle Netto, Laura Barcellos de Valls, Karina Limeira, Sofia Mainardi.


Público-alvo: Estudantes dos cursos da área da saúde, das humanas e das sociais. profissionais do sistema prisional.
Vagas: 30



23/OUT | SEMINÁRIO NACIONAL DE TRÂNSITO

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 119


Coordenação: CHRISTINE TESSELE NODARI


Descrição

Exposição inicial da finalidade do Núcleo Universitário Interdisciplinar de Trânsito (NUITRAN) e discussão aberta com troca de experiências com comunidade sobre o papel de cada cidadão no trânsito.


Público-alvo: Comunidade em geral; indivíduos interessados em discutir o Trânsito e Mobilidade e seus desafios.
Vagas: 30



23/OUT | TENTATIVA DE ESGOTAR UM LUGAR DA EDUCAÇÃO 2019 [EXERCÍCIO DE PRODUÇÃO IMAGÉTICA E ESCRITA]

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 112


Coordenação: MÁXIMO DANIEL LAMELA ADÓ


Descrição

Um convite para lançar um olhar atento e, de certo modo, elogioso aos espaços de educação. A oficina propõe um exercício de escrita e de produção de imagens visuais: desenhos, fotografias etc. que desdobrem a atenção àquilo que é pouco evidente, como no infraordinário de Georges Perec, ou seja, tudo aquilo que não é extraordinário e jamais serviria para as manchetes dos jornais. O exercício passa a ser, então, um gesto de reter algo, de fazer com que algo desses espaços em que convivemos cotidianamente sobrevivam em arquivos; trata-se de produzir um arquivamento de alguns fragmentos precisos de certos espaços que habitamos, como corredores, pátios, salas etc. A oficina se desenvolverá em 4 movimentos: 1) Apresentação da proposição a partir do exercício de escrita perecquiano “Tentative d’épuisement d’un lieu parisien”; 2) indicação das restrições [contraintes] para a produção; 3) tempo destinado para a produção; 4) apresentações das produções e conversa sobre o material produzido.


Público-alvo: Estudantes, professores, interessados em geral.
Vagas: 20



23/OUT | TODOS PODEM SALVAR VIDAS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 107


Coordenação: TAIS SICA DA ROCHA


Descrição

Os participantes da oficina assistem a uma exposição teórica de 30 minutos de como proceder frente a uma vítima adulta com suspeita de parada cardíaca. Após, eles são convidados a realizar as manobras de reanimação cardiopulmonar em manequins. Esses procedimentos seguem as recomendações da American Heart Association.


Público-alvo: Profissionais de saúde e estudantes da áreas de saúde
Vagas: 50



22/OUT | TODOS PODEM SALVAR VIDAS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 119


Coordenação: TAIS SICA DA ROCHA


Descrição

Os participantes da oficina assistem a uma exposição teórica de 30 minutos de como proceder frente a uma vítima adulta com suspeita de parada cardíaca. Após, eles são convidados a realizar as manobras de reanimação cardiopulmonar em manequins. Esses procedimentos seguem as recomendações da American Heart Association.


Público-alvo: Comunidade em geral: alunos, professores da UFRGS e de escolas, pessoas que moram perto do Campus
Vagas: 50



23/OUT | VIVENCIAS EM ANIMADORES DE TORCIDAS

Prédio de Salas de Aula do Instituto de Letras (43211) - Sala 115


Coordenação: JOAO CARLOS OLIVA


Descrição

A prática consiste em montar dois grupos se tiverem faixas etárias muito variadas para realizar um treino, que se dividem em três partes: aquecimento, elaboração e desenvolvimento de rotinas e elementos aéreos, acrobáticos, pirâmides e elevações.


Público-alvo: Adolescentes a partir de 14 anos.
Vagas: 30



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support