Ingrid Vanderveldt palestra sobre o empoderamento das mulheres para o empreendedorismo

Ingrid Vanderveldt palestra sobre o empoderamento das mulheres para o empreendedorismo

Ícone do protagonismo feminino nas áreas da inovação e do empreendedorismo esteve no Salão de Atos da UFRGS
 

O papel da tecnologia no empoderamento feminino para o empreendedorismo foi o tema da palestra que a fundadora e CEO da organização Empowering a Billion Women (EBW), Ingrid Vanderveldt, ministrou no Salão de Atos da UFRGS na tarde desta segunda-feira, 9 de abril.

Considerada um ícone do protagonismo feminino nas áreas da inovação e do empreendedorismo, Ingrid nasceu nos Estados Unidos, é membro emérito do Conselho Global de Empreendedores da Fundação das Nações Unidas, fundadora do Fórum GLASS (Liderança Global e Sucesso Sustentável) e co-fundadora do The Billionaire Girls Club.

Em sua palestra, Ingrid falou um pouco sobre sua experiência pessoal como empreendedora, com os êxitos e as dificuldades que encontrou pelo caminho, e sobre os objetivos da EBW – organização que visa empoderar e capacitar mulheres na área do empreendedorismo em todo o mundo, com a meta de alcançar 1 bilhão de mulheres até 2020.

Destacou, ainda, as oportunidades e os desafios para que mulheres empreendam e inovem. Um dos pontos que a palestrante enfatizou foi a necessidade de se criar redes de colaboração para o empreendedorismo, destacando, inclusive, a importância da colaboração dos homens para que as mulheres ascendam como líderes e empreendedoras. “Não vamos deixar essa sala sem nos comprometer a trabalhar como grupo. Estou aqui no Brasil porque quero trabalhar com vocês”, enfatizou.

Ingrid também salientou que um dos principais empecilhos para que as mulheres comecem a empreender a falta de autoconfiança. Segundo ela, esse é o motivo de 90% das mulheres sequer darem início a novos empreendimentos.

A CEO, lembra, entretanto, que cada vez mais investidores e empresários têm demonstrado interesse em contratar mulheres e percebido o quanto elas podem contribuir para o sucesso de seus negócios.

Por fim, a empreendedora destacou algumas tecnologias que têm despertado o interesse de investidores e que podem se converter em grandes oportunidades de negócios, como Blockchain, internet das coisas, big data e tecnologias financeiras e espaciais.

A atividade foi promovida pela Secretaria de Desenvolvimento Tecnológico da UFRGS (Sedetec) em parceria com o Consulado dos Estados Unidos em Porto Alegre, e integra a programação da campanha #inovaçãoUFRGS, que tem o objetivo de consolidar o papel da UFRGS como instituição inovadora e empreendedora.

Recepção no Salão Nobre

Antes da palestra, Ingrid Vanderveldt e a Cônsul Geral dos Estados Unidos da América em Porto Alegre Julia Harlan foram recebidas no Salão Nobre da Reitoria. Na reunião, Ingrid falou sobre o trabalho que vem sendo feito na EBW – que, até o ano passado já capacitou 600 mil mulheres empreendedoras –, sobre os desafios que as mulheres enfrentam para empreender e sobre o papel da universidade para o estímulo à inovação.

Julia também ressaltou a importância do trabalho que vem sendo feito. “Temos o objetivo de inspirar mulheres em outros lugares pelo mundo. Um bilhão é só o começo, mas é um ótimo começo”, declarou.

O reitor Rui Vicente Oppermann, por sua vez, destacou as ações da UFRGS no campo do empreendedorismo, como a campanha #inovaçãoUFRGS e a assinatura da aliança para a inovação de Porto Alegre, com a PUCRS e a Unisinos, e demonstrou preocupação com a desigualdade de gênero que se observa nas áreas da inovação e do empreendedorismo.

Também salientou o interesse de desenvolver trabalhos em conjunto com Ingrid e a EBW, “para estabelecer esse ambiente receptivo ao empreendedorismo e à participação das mulheres, para nos ajudar com a perspectiva sobre como empoderar mulheres para a inovação”.

Fonte: http://www.ufrgs.br/ufrgs/noticias