Arquivos Abertos

Fonte: http://nelsonpretto.livejournal.com/34202.html

Arquivos abertos

De novo o tema, que aliás será frequente nesse blog.
Por que nossas universidades públicas – pelo menos elas mas isso deveria valer para todas que recebem dinheiro público para a pesquisa! – não têm na UFBA uma política de arquivos abertos como já em andamento em tantos outros países e universidades?
Boa proposta de política pública, não? Vejam o que acontece em Harvard…

Abrir as portas abrindo as mentes [ OPEN DOORS AND OPEN MINDS]

A Internet trouxe enormes oportunidades  para a disponibilidade da  pesquisa derrubando barreiras econômicas e físicas para o compartilhamento do conhecimento. O ambiente digital em rede promete democratizar o acesso e o fluxo do conhecimento além dos focos tradicionais da pesquisa; acelerar as descobertas, incentivar o novo e agregar as aproximações interdisciplinares.

Recentemente, em fevereiro em 12, 2008, aconteceu um fato de destaque: na faculdade das artes e ciências, da universidade de Harvard a faculdade votou para adotar uma política que requer que os todos os seu autores acadêmicos enviem, automaticamente, uma cópia eletrônica de seus artigos ao repositório digital da  universidade.

Foi acordado, ainda, que os autores concedem automaticamente a permissão do copyright à universidade para distribuir estes artigos em um sistema de “open Archives”. Essencialmente, a faculdade votou para dar acesso aberto aos resultados de seus artigos publicado em todos os seus periódicos  da Universidade de Harvard.

Em um Relatório Chamado ” Abrir as portas abrindo as mentesestá indicado o caminho percorrido para chegar a esta política e o ensinar dos passos necessários para que outras Instituições possam seguir o mesmo caminho.

Autor: admin

Professor da disciplina Software Livre na Educação, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.