FSP: PowerPoint ou Impress?

Folha de São Paulo:

Fonte: http://tecnologia.uol.com.br/especiais/ultnot/2006/01/16/ult2888u136.jhtm

16/01/2006 – 22h58
PowerPoint ou Impress? Veja prós e contras desse software livre

Bruno Aragaki
Especial do UOL Tecnologia

Prós

1) É gratuito – mais uma vez, a primeira vantagem é mesmo o quesito
financeiro. A última versão do PowerPoint, da Microsoft, custa, em
média, R$ 700 (mas há também versões completas do Office por a partir de
R$ 600, para estudantes). Já o Impress é uma alternativa econômica e,
diferentemente das cópias piratas, é legalizada. O fato de ser um
software livre permite que sejam feitas cópias do programa sem infringir
a lei. É possível também encontrar fóruns e contar com o apoio da
comunidade de software livre, que é bastante ativa, para tirar dúvidas
sobre o uso do programa.

2) Cria apresentações em Flash – o Impress permite exportar os slides
criados para o formato .swf, da Macromedia Flash. Basta clicar em
Arquivo > Exportar. Selecione, então, o formato swf. Com isso, é
possível enviar os seus slides mesmo àquelas pessoas que não tenham
instalado nem Impress, nem o PowerPoint, já que é comum ter o plugin do
flash instalado no próprio navegador de Internet.

3) É compatível com o PowerPoint – além do formato próprio, .odp, o
Impress também lê e salva arquivos no formato .ppt. O PowerPoint, por
sua vez, não abre arquivos gerados no formato do OpenOffice.

4) Permite tratar imagens – o Impress oferece recursos interessantes
para lidar com as imagens dentro do slide. Depois de importá-las (o que
pode ser feito pelo menu Inserir > Figura), é possível até aplicar
alguns filtros na fotografia inserida. Clique sobre a figura e note a
barra com opções de imagem que aparece no alto da tela. Lá, há opções de
canais de cor, alguns filtros – simples, mas eficientes – e opções de
posicionamento da figura.

Contras

1) É mais lento – a diferença é perceptível. O Impress demora mais para
carregar e para responder a comandos simples – como incluir um plano de
fundo – do que o PowerPoint.

2) Traz menos modelos prontos – eles são úteis para quem tem pouca
prática com a criação de slides. No PowerPoint, são abundantes. Essa
deficiência, no entanto, pode ser remediada: além de poder continuar
utilizando os modelos da Microsoft, é possível baixar modelos de
apresentação do site “Extras” do OpenOffice. Lá, há dezenas de modelos
de apresentações criados por usuários. Depois de baixar os modelos que
lhe interessar, vá, no Impress, em Arquivos > Modelos > Organizar.
Clique em Apresentações, à esquerda, e clique no botão Comandos.
Selecione a opção Importar Modelos e selecione os arquivos baixados.

3) Não permite gravar narração – esse recurso interessante, que permite,
com um microfone, gravar comentários ou locuções para serem reproduzidos
sincronizados com a apresentação de slides, não está presente no
Impress, embora esteja no PowerPoint. Para compensar essa deficiência do
Impress, você pode gravar um arquivo no formato .wav, com a sua voz, e
inseri-lo através do menu Inserir > som.

LEIA TAMBÉM
Apresentamos o Impress, programa grátis para fazer… apresentações!
Saiba como instalar o Impress
Aprenda a criar um show de slides no Impress

Autor: admin

Professor da disciplina Software Livre na Educação, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Um comentário em “FSP: PowerPoint ou Impress?”

  1. criei vários slides no power point onde quando apresentado as cças poder fazer a interação(escrever o que pede o exercício), já no impress tentei de todas as maneiras e não consigo fazer a interação na apresentação. Como faço? onde esta o problem? obrigado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.