Steve Wozniak: “Eu nunca persegui apenas dinheiro.”

Fonte:
http://circuitointegrado.folha.blog.uol.com.br/arch2008-04-20_2008-04-26.html

Veja o blog de Steve Wozniak.

FOLHA – O que o sr. pensa sobre de sistemas de código aberto?

WOZNIAK – Acredito que as pessoas com os ideais mais elevados estão
interessadas em código aberto, e são essas pessoas que têm as maiores
motivações para colocar seus talentos tecnológicos para trabalhar em
benefício do mundo. Elas têm um impulso interno que diz: “Eu quero
tornar o mundo um lugar melhor, eu quero que as pessoas tenham mais”. E
elas são muito puras e muito distintas da ética comum nos negócios. É
algo mais como uma ética pessoal, em que você é bom para outras pessoas,
em vez de desejar uma situação em que você as controla e as trata como
quiser para conseguir dinheiro. Então, basicamente, são pessoas muito
puras que querem produzir algo melhor. Mas também não significa que elas
sejam contra fazer dinheiro.

FOLHA – Qual sua opinião sobre organizações sem fins lucrativos?

WOZNIAK – Eu tenho muito envolvimento com organizações sem fins
lucrativos. Eu nunca persegui apenas dinheiro, não criei a Apple para
isso. Doei o primeiro computador… Não queria o dinheiro, apesar de
tê-lo conseguido. Então basicamente eu coloquei a maior parte dele em
museus, pesquisas, escolas, esse tipo de coisa. Porque dessa maneira o
dinheiro é bem utilizado.

Defendo o consumidor, as pessoas comuns, a ajuda a pessoas que precisam.
Não defendo fazer tudo para duplicar meu dinheiro o tempo todo,
simplesmente não é assim.

FOLHA – Mas a maioria das pessoas parece ser assim.

WOZNIAK – É muito difícil, mesmo… Aliás, o projeto One Laptop per
Child (laptop.org), de Nicholas Negroponte, é uma boa iniciativa. E
precisa ser em código aberto. Você não pode dar tecnologia para pessoas
muito pobres e exigir que elas fiquem presas a uma determinada empresa.

Autor: admin

Professor da disciplina Software Livre na Educação, da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.