Sobre o Som no Salão 2018

Em 2018, o Som no Salão chega a sua 8ª edição. Desde 2011, mais de 650 projetos se inscreveram no edital, que consolida, a cada ano, um repertório de espetáculos em linguagens musicais diversas, colaborando para fortalecer e qualificar a cena musical contemporânea do sul do Brasil. Já passaram pelo palco 29 projetos de música autoral, apresentando artistas como Paola Kirst, Três Marias, Conjunto Linhares e Vôo Livre, Conjunto Musical La Digna Rabia, Raquel Leão, Medula Coletivo de Experimentos Sonoros, Quinteto Canjerana, Banda Calote, Trem Imperial, Tratak, O.C.L.A, Bhia Tabert, Fruet& Os Cozinheiros, Caio Martinez, Bandinha Di Da Dó, Funkalister, Marcelo Birck, Gustavo Telles & Os Escolhidos, Quiçá, se Fosse, Bianca Obino, Terminal 470, Nenung & o Projeto Dragão, Banda Motivos Óbvios, Capitão Rodrigo entre outros. Os artistas contemplados ganham todas as condições técnicas de palco e de divulgação para a difusão do trabalho, além de terem seu show gravado pela UFRGS TV, que é parceira do projeto.

Foto: Ramon Moser / DEDS – UFRGS

O Som no Salão tem possibilitado a aproximação de novas manifestações artísticas musicais com o público de Porto Alegre, a partir de espetáculos que tem como um de seus pilares a formação de plateia, uma vez que os projetos selecionados apresentam uma diversidade de estilos musicais. São trabalhos cuja originalidade, singularidade e qualidade possibilitam uma experiência sonora para além do entretenimento. Desenvolvido e coordenado pela administração do Salão de Atos da UFRGS, o Som no Salão tem o objetivo de promover o acesso e firmar uma ação cultural para este espaço, que é um dos principais equipamentos culturais de Porto Alegre.