Pesquisa com participação do TeleRS é lançada em Porto Alegre

16/07/2020

Lançada na última terça feira em live pela página do Facebook da prefeitura de Porto Alegre,  pesquisa da qual o Telessaúde e o Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia da Faculdade de Medicina da UFRGS fazem parte foi tema de reportagens  em diversos veículos da imprensa no estado. 

Intitulado  “ACC-POA – Avaliação da COVID-19 na Comunidade – Porto Alegre”, o estudo tem parceria com UFPel, UFCSPA, Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre e Secretaria de Estado da Saúde do Rio Grande do Sul e busca associar os casos de COVID-19 na cidade com as medidas de distanciamento e de isolamento social adotadas pela população.

Com o lançamento da pesquisa, alguns dados preliminares foram divulgados essa semana em notícias na imprensa. O jornal O Correio do Povo mostrou, por exemplo,  que os jovens aderem menos ao distanciamento social.  Já Zero Hora e O Sul, falaram mais sobre a pesquisa e a situação da doença em Porto Alegre, e sinalizaram os resultados preliminares referentes à adesão dos idosos, que  chegou a 90% no grupo entre 70 a 79 anos.

 

Saiba mais sobre a pesquisa

A pesquisa, que segue em andamento, busca analisar os hábitos das pessoas que testaram positivo para a doença, ou seja, os casos confirmados, identificados a partir dos registros da Secretaria Municipal de Saúde de Porto Alegre. Também, são analisados os controles, indivíduos com teste sorológico negativo, selecionados entre os entrevistados pelo estudo “Evolução da prevalência de infecção por COVID-19 no Rio Grande do Sul: inquéritos sorológicos seriados (EPICOVID19)”. Dessa forma, o estudo busca avaliar a associação estatística entre o diagnóstico e a implementação de medidas de prevenção. 

Esses resultados podem auxiliar a tomada de decisão num curto período de tempo e poderão ser alicerces para o planejamento de ações em futuras pandemias.

 

Com dúvida clínica?

conheça nossa teleconsultoria

Essa resposta foi gerada a partir de uma da mais de 100 mil teleconsultorias realizadas por nós atráves do 0800 644 6543, canal gratuito para resolução de dúvidas de profissionais da saúde de todo o Brasil.

+ Lidas

acessar todas

Avaliação das Evidências Científicas sobre o uso de Hidroxicloroquina/Cloroquina como terapia específica para COVID-19