Processo seletivo aberto para coordenador de campo e monitor social

23/07/2019

Estamos com processo seletivo aberto para coordenador de campo e monitor social.

As inscrições podem ser realizadas de 22 de julho a 02 de agosto de 2019, das 9h às 12h e das 14h às 17h, exclusivamente na sede do TelessaúdeRS-UFRGS (Rua Dona Laura, 320 – 11º andar – conjunto 1101, Bairro Rio Branco, Porto Alegre/RS) ou via SEDEX para candidatos que residem fora da Região Metropolitana de Porto Alegre/RS, com data de postagem até último dia inscrição. Serão homologadas apenas as inscrições de candidatos que possuam (obrigatoriamente) todos os pré-requisitos exigidos para o cargo. Inscrições não homologadas serão excluídas do processo seletivo, não prosseguindo para as demais etapas de análises de
pontuações e entrevistas.

Confira abaixo os pré-requisitos e atribuições dos cargos.

Coordenador de Campo:

  • Graduação concluída na área de Serviço Social, Psicologia e/ou Enfermagem.
  • Desejável experiência em coordenação de trabalho com a População em Situação de Rua e/ou em Saúde Mental.

Atividades:

  • Coordenar e auxiliar as atividades da equipe de monitores do Programa Moradia Primeiro, bem como organizar e acompanhar o cronograma dessas atividades. Apoiar as atividades do projeto junto aos representantes institucionais. Realizar atividades de monitoramento e avaliação dos serviços (registro, análise e relatório) do Programa Moradia Primeiro. Fazer articulação com a rede de assistência social, a rede de assistência à saúde, e outras políticas públicas, de acordo com as necessidades e demandas dos beneficiados.

 Monitor Social

  • Graduação concluída na área da Saúde e/ou Serviço Social.
  • Desejável experiência em trabalho com a População em Situação de Rua e/ou Vulnerabilidade Social,Saúde Mental e/ou Redução de Danos.

Atividades:

  • Acompanhar e monitorar as pessoas em situação de rua que utilizam o Programa Moradia Primeiro. Abordar pessoas em situação de rua passíveis de serem beneficiadas do programa Moradia Primeiro. Realizar abordagens, busca ativa, visitas de acompanhamento e cuidados. Fazer articulação com a rede de assistência social, a rede de assistência à saúde, e outras políticas públicas, de acordo com as necessidades e demandas dos beneficiados. Desenvolver material de apoio para realização das atividades do Monitor Social.

Confira o o edital completo aqui

Outras Notícias

Agenda de palestras online – 18/11 até 20/11

1 min leitura ler mais

Processo seletivo para médico regulador, analista técnico e rádio operador – prorrogado

5 min leitura ler mais

Agenda de palestras online – 28/10 até 01/11

1 min leitura ler mais