Quando se deve prescrever cálcio suplementar?

30/04/2019 - atualizada em: 12/06/2019

A suplementação de cálcio não está recomendada de forma rotineira para população em geral. Para indivíduos com osteoporose, há evidências para recomendar reposição de cálcio nos pacientes sem ingestão adequada. Não existem evidências para justificar a reposição de cálcio em pacientes com osteopenia, apesar desse assunto ser controverso na literatura.

Para avaliar o consumo usual do paciente, deve-se realizar anamnese nutricional e estimar o consumo de cálcio verificando a quantidade ingerida desse nutriente por dia (Tabela 1). Como parâmetro de consumo adequado utilizam-se os dados do Institutes of Medicice / Dietary Reference Intakes (IOM / DRI) (Tabela 2).

Se a quantidade estimada de cálcio ingerida diariamente estiver abaixo das recomendações da DRI, é necessário conscientizar o paciente para aumentar sua ingestão de cálcio por meio da alimentação As fontes com maior concentração de cálcio são: leites e derivados, extratos vegetais enriquecidos com cálcio – “leites” de soja, aveia, arroz, amêndoa; vegetais verdes escuros como espinafre, couve manteiga, brócolis, agrião, rúcula, manjericão, coentro; leguminosas como feijões, grão de bico, soja; sementes como gergelim, chia; frutas como laranja, bergamota, ameixa, frutas secas.

A suplementação deve ser suficiente para complementar o valor não atingido pela dieta habitual do paciente. Se o valor recomendado de cálcio não for atingido por meio da dieta, há recomendação de prescrição de cálcio suplementar.

 

Tabela 1 – Quantidade de cálcio por porção de alimento

ALIMENTO QUANTIDADE CÁLCIO ELEMENTAR(mg)
Leite Integral 1 copo de requeijão (250 ml) 298,5
Leite desnatado 1 copo de requeijão (250 ml) 297,6
Iogurte natural integral 1 unidade (200 g) 241,4
Queijo minas frescal 1 fatia média (40 g) 231,6
Requeijão 1 colher de sopa cheia (30 g) 169,5
Couve refogada 1 folha grande (35 g) 143,5
Queijo prato 1 fatia média (20 g) 129,3
Amêndoa 10 unidades (38 g) 90
Ricota 1 fatia média (35 g) 72,5
Laranja 1 unidade média (180 g) 59,4
Doce de leite 1 colher de sopa cheia (30 g) 52,8
Damasco seco 7 unidades (50 g) 34,8
Feijão preto cozido 1 concha média (117 g) 33,9
Queijo de soja (tofu) 1 fatia média (40 g) 32,4
Ovo de galinha cozido 1 unidade média (90 g) 24,3
Melão 1 fatia média (90 g) 13,5
Brócolis 1 colher de sopa cheia (10 g) 11,4
Pão francês 1 unidade média (50 g) 11
Banana prata 1 unidade média (40 g) 6

Fonte: adaptado de TACO (2011), Vitolo (2008) e Pinheiro (2004).

 

Tabela 2 – Necessidades diárias de cálcio conforme as DRI, IOM.

Faixa etária AI*/RDA (mg)
0 – 6 meses 200
7 – 12 meses 260
1 – 3 anos 700
4 – 8 anos 1000
14 – 18 anos 1300
19 – 30 anos 1000
31 – 50 anos 1000
51 – 70 anos 1000**
> 70 anos 1200
Gestantes e lactantes
Menos de 18 anos 1300
19 – 30 anos 1000
31 – 50 anos 1000

 

*AI: Adequate Intake, ou valor de consumo recomendável baseado em levantamentos ou aproximações experimentais sendo considerado adequado quando os valores de EAR ou RDA não estão disponíveis. RDA: Recommended Dietary Allowances, valor estimado para atender às necessidades de um nutriente para 97% a 98% dos indivíduos saudáveis do mesmo sexo e estágio de vida

**Para a faixa etária de 51 – 70 anos em mulheres, a quantidade de cálcio é 1200 mg.

Referências

  1. Institute of Medicine. Dietary reference intakes for calcium and vitamin D. National Academy of Sciences, Washington, DC; 2010
  1. Radominski SC, Bernardo W, Paula AP, Albergaria BH, Moreira C, Fernandes CE, et al. Diretrizes brasileiras para o diagnóstico e tratamento da osteoporose em mulheres na pós-menopausa. Rev. Bras. Reumatol. 2017 [citado em 2019 Abr 26];57(Suppl 2):s452-s466. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1016/j.rbre.2017.07.001
  1. Rosen HN. Calcium and vitamin D supplementation in osteoporosis [Internet]. Waltham (MA): UpToDate, Inc.; 2018. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/calcium-and-vitamin-d-supplementation-in-osteoporosis
  1. Padovani RM, Amaya-Farfán J, Colugnati FAB, Domene SMA. Dietary reference intakes: aplicabilidade das tabelas em estudos nutricionais. Rev. Nutr. [Internet]. 2006 [citado em 2019 Abr 26];19(6):741-760. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732006000600010&lng=en
  1. Camacho, PM, Petak, SM, Binkley, N, et al. American Association of Clinical Endocrinologists and American College of Endocrinology clinical practice guidelines for the diagnosis and treatment of postmenopausal osteoporosis – 2016. Endocr Pract. 2016 [citado em 2019 Abr 26];22(Suppl 4):1- 42. Disponível em: https://journals.aace.com/doi/10.4158/EP161435.ESGL
  1. Cosman F, de Beur SJ, LeBoff MS, Lewiecki EM, Tanner B, Randall S, et al. Clinician’s guide to prevention and treatment of osteoporosis. Osteoporos Int. 2014 Oct;25(10):2359-81.
  1. Kanis JA, Cooper C, Rizzoli R, Reginster JY; Scientific Advisory Board of the European Society for Clinical and Economic Aspects of Osteoporosis (ESCEO) and the Committees of Scientific Advisors and National Societies of the International Osteoporosis Foundation (IOF). European guidance for the diagnosis and management of osteoporosis in postmenopausal women. Osteoporos Int. 2019 Jan;30(1):3-44.
  1. Pinheiro ABV. Tabela para avaliação de consumo alimentar em medidas caseiras. São Paulo: Atheneu; 2004.
  1. Vitolo MR. Nutrição: da gestação ao envelhecimento. Rio de Janeiro: Rubio; 2008.
  1. Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação, Universidade Estadual de Campinas. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos – TACO. 4ª ed. rev. e ampl. Campinas: NEPAUNICAMP; 2011.
  1. Mahan LK et al. Krause: alimentos, nutrição e dietoterapia. Rio de Janeiro: Elsevier; 2012. p. 95
  1. Calcium Salts [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Publishing; 2018 [citado em 2019 Abr 26]. Disponível mediante login e senha em: http://www.dynamed.com/home/
  1. International Osteoporosis Foundation [Internet]. Nyon: IOF; c2017 [citado em 2019 Abr 26]. Disponível em: https://www.iofbonehealth.org/
  1. International Osteoporosis Foundation. Calcium Calculator [Internet]. Nyon: IOF; 2017 [citado em 2019 Abr 26]. Disponível em: https://www.iofbonehealth.org/calcium-calculator
  1. Rosen HN, Drezner MK. Overview of the management of osteoporosis in postmenopausal women [Internet]. Waltham (MA): UpToDate, Inc.; 2018 [citado em 2019 Abr 26]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/overview-of-the-management-of-osteoporosis-in-postmenopausal-women
  1. Lewiecki EM. Prevention of osteoporosis [Internet]. Waltham (MA): UpToDate, Inc.; 2019 [citado em 2019 Abr 26]. Disponível em: https://www.uptodate.com/contents/prevention-of-osteoporosis

Teleconsultoria por:

Gabriela Monteiro Grendene

Nutricionista

ver Lattes

Revisão por:

Dimitris Rucks Varvaki Rados

Endocrinologista

ver Lattes

Elise Botteselle de Oliveira

Médica de Família e Comunidade

ver Lattes

Outras Perguntas

Como realizar avaliação e manejo inicial do paciente com comportamento suicida na APS?

10 min leitura ler mais

Quais são as indicações de punção lombar na investigação de sífilis?

3 min leitura ler mais

Qual é o tratamento para doença inflamatória pélvica (DIP)?

8 min leitura ler mais

Qual o manejo da candidíase oral na primeira infância?

5 min leitura ler mais

Como manejar a constipação intestinal em adultos na Atenção Primária à Saúde?

7 min leitura ler mais