Deve-se revacinar paciente contra hepatite B quando o resultado do anti-HBs for inferior a 10 UI/mL?

29/04/2019

Pergunta da semana revisada e republicada em 13/03.

Se sorologia tiver sido coletada entre 30 a 60 dias após a última dose do esquema vacinal e o resultado for negativo (menor que 10 UI/ml), deve-se administrar um segundo e último esquema da vacina.

Caso a dosagem do anti-HBS tenha sido realizada fora deste período na população em geral e o resultado encontrado for <10 UI/ml, o paciente poderá ser não respondedor (suscetível) ou poderá estar protegido (não suscetível) e ter ocorrido uma queda do marcador. Em nenhum dos casos está indicada a revacinação.

  • Não há indicação de realização de anti-HBs na população em geral devido à alta eficácia da vacina

 

A realização do anti-HBs é indicada apenas para profissionais de saúde.

Deve ser realizado de 30 a 60 dias após a última dose do esquema vacinal. No caso de resultado sorológico <10 UI/ml, realizar uma nova dose (dose teste) e repetir a sorologia. Se permanecer com resultado negativo (<10 UI/ml), completar o esquema vacinal (2 doses). Se novamente a sorologia permanecer <10 UI/ml, considerar não respondedor.

Caso o profissional de saúde realize o anti-HBs depois de 60 dias do término do esquema vacinal e o resultado for <10 UI/ml, realizar a dose teste e dosar novamente. Se novamente a sorologia permanecer <10 UI/ml, deverá completar o segundo e último esquema (2 doses).

Outras indicações para a realização do anti-HBs são: pacientes renais crônicos e hemodialisados, hepatopatia crônica, portadores de VHC, Diabetes mellitus, transplante de órgãos sólidos e pacientes com neoplasias e/ou que necessitem quimioterapia, radioterapia, corticoterapia e outras imunodeficiências, transplantados de medula óssea, pacientes com doenças hemorrágicas e politransfundidos.

 

Referências:

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria Estadual de Saúde. Instrução Normativa. Calendário Nacional de Vacinação. Adaptação. Porto Alegre: Núcleo de Imunizações, DVE, CEVS, SES, 2018.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Manual dos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais. 4. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Manual de Normas e Procedimentos para Vacinação. Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria Estadual de Saúde. Memorando circular nº 005/13 – Núcleo de Imunizações/DVE/CEVS: orientações sobre dosagem de anti-HBs. Porto Alegre, SESRS, 2013.

 

Outras Perguntas

Como iniciar o tratamento farmacológico de Transtorno Obsessivo Compulsivo na Atenção Primária?

7 min leitura ler mais

Quais são as recomendações para tratamento de hipotireoidismo subclínico na gestação?

10 min leitura ler mais

Quais são os critérios para considerarmos um tratamento adequado de sífilis em gestante?

12 min leitura ler mais

Como realizar avaliação e manejo inicial do paciente com comportamento suicida na APS?

10 min leitura ler mais

Quais são as indicações de punção lombar na investigação de sífilis?

3 min leitura ler mais