Qual a conduta quando a vacina tríplice viral (contra sarampo, rubéola e caxumba) é administrada durante a gestação?

Nenhuma conduta adicional deve ser realizada. A gestante deverá manter o acompanhamento de pré-natal de rotina na Atenção Primária.

A vacina tríplice viral não é realizada durante a gestação devido ao risco teórico de vacinas de vírus vivos sobre a embriogênese, embora nenhum estudo tenha demostrado esse risco. Nenhuma malformação da rubéola congênita foi observada em mulheres vacinadas logo antes da gravidez ou inadvertidamente vacinadas na gestação. Similarmente, não há nenhum efeito adverso atribuído à vacina contra o sarampo após a vacinação na gestação. Recomenda-se evitar a gravidez durante um mês após a vacinação e durante a gestação apenas por precaução, para evitar um possível fator de confusão entre a vacinação e possíveis complicações da gestação por outras causas não associadas à vacina, incluindo aborto espontâneo e malformação congênita no recém-nascido.

Referências

BARSS, V.A. Immunizations during pregnancy. Waltham (MA): UpToDate, 2016. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/immunizations-during-pregnancy>. Acesso em: 19 dez. 2016.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretária de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Atenção ao pré-natal de baixo risco. Brasília: Ministério da Saúde, 2012. (Cadernos de Atenção Básica, 32).

BRASIL. Ministério da Saúde. Manual de normas e procedimentos para vacinação. Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

DYNAMED PLUS. 356374, Measles, Mumps, and Rubella Vaccine [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Publishing, 2016 [atualizado em 07 dez. 2016]. Disponível em: <http://www.dynamed.com/topics/dmp~AN~T356374/Measles-Mumps-and-Rubella-Vaccine#Contraindications-Warnings>. Acesso em: 19 dez. 2016, via Sistema de Bibliotecas da UFRGS.

Teleconsultoria respondida por: Elise Botteselle de Oliveira, Teleconsultora Auditora do TelessaúdeRS-UFRGS, Médica de Família e Comunidade, Mestre em Epidemiologia pela UFRGS e Graduada em Medicina pela UFCSPA e por Lívia de Almeida Faller,  Teleconsultora de Enfermagem do TelessaúdeRS-UFRGS, fez residência Integrada em Saúde no GHC e Graduada em Enfermagem pela UNISC.

 

Outras Perguntas

Qual a recomendação para a vacinação contra a febre amarela?

5 min leitura ler mais

Qual o tratamento para impetigo?

4 min leitura ler mais

Como realizar o diagnóstico e a avaliação complementar de doença de Chagas crônica?

6 min leitura ler mais