Pode-se usar betabloqueador em paciente com asma?

01/02/2016

Em geral, não se recomenda o uso de betabloqueadores em doenças que cursam com broncoespasmo, como asma ou DPOC. História de broncoespasmo relacionado ao betabloqueador é contraindicação absoluta ao uso.

Os possíveis efeitos prejudiciais dos betabloqueadores são o aumento da obstrução brônquica e da reatividade da via aérea, além da diminuição do efeito de beta-agonistas inalatórios, como o salbutamol.

Recentemente, alguns estudos têm demonstrado que o uso de betabloqueadores cardiosseletivos, aqueles que bloqueiam principalmente o receptor beta-1 como o metoprolol e o atenolol, pode ser seguro em pacientes com doença de via aérea leve a moderada. No entanto, a evidência desses estudos é limitada e o acompanhamento foi de curto prazo.

Em relação ao DPOC, existem dados mais robustos de segurança, incluindo tendência à redução de mortalidade global, provavelmente pelo efeito cardiovascular. Em pacientes com asma, deve-se ter muita cautela nos casos não controlados ou nos casos em que há obstrução na espirometria.

Portanto, em situações específicas com forte indicação de uso de betabloqueadores como, por exemplo, cardiopatia isquêmica, insuficiência cardíaca e arritmias, em pacientes que não tenham doença respiratória grave, o uso dos betabloqueadores cardiosseletivos pode ser cogitado, desde que haja monitoramento frequente e seja utilizada a menor dose possível.

Teleconsultoria respondida por: Josué Basso e Igor Gorski Benedetto. Josué é Médico de Família e Comunidade e Teleconsultor do TelessaúdeRS/UFRGS. Especializado em Medicina de Família e Comunidade pelo HCPA e graduado em Medicina pela UFCSPA. Igor é Pneumologista e Teleconsultor do TelessaúdeRS/UFRGS, especializado em clínica médica e pneumologia pelo HCPA e graduado em Medicina pela UFRGS.

 

Referências

DYNAMED. Asthma in adults and adolescents [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Publishing, 2016. [atualizada em 19 jan 2016; acesso em 29 jan 2016]. Acesso via portal periódicos (saude.gov.br)

NOTH, I.; SCHMIDT, G. A. Management of the patient with severe COPD and cardiovascular disease. Waltham (MA): UpToDate, Inc., 2016. Disponível em:  <http://www.uptodate.com/contents/management-of-the-patient-with-severe-copd-and-cardiovascular-disease>. Acesso em: 29 jan. 2016.

PODRID, P. J. Major side effects of beta blockers. Waltham (MA): UpToDate, Inc., 2016. Disponível em: <http://www.uptodate.com/contents/major-side-effects-of-beta-blockers>. Acesso em: 29 jan. 2016.

SALPELETER, S; ORMISTON, T; SALPETER, E. Cardioselective beta-blockers for reversible airway disease. Cochrane Database Syst Rev, v. 4, 2002.

WEINBERGER, S. E.; KAPLAN, N. M. Treatment of hypertension in asthma and COPD. Waltham (MA): UpToDate, Inc., 2016. Disponível em: <http://www.uptodate.com/contents/treatment-of-hypertension-in-asthma-and-copd>. Acesso em: 29 jan. 2016.

Outras Perguntas

Quando indicar rifampicina para tratamento de infecção latente pelo Mycobacterium tuberculosis (quimioprofilaxia)?

4 min leitura ler mais

Qual é o tratamento para corrimento uretral?

6 min leitura ler mais

Como iniciar o tratamento farmacológico para Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na Atenção Primária à Saúde?

8 min leitura ler mais

O que é fenômeno de Raynaud e como diferenciar o primário do secundário?

6 min leitura ler mais

Qual a conduta frente a um paciente com pólipo de vesícula biliar em ecografia abdominal total?

3 min leitura ler mais