Qual o manejo da candidíase oral na primeira infância?

29/08/2019

A candidíase bucal pode se manifestar como placas brancas (‘’sapinho’’), erosões (áreas vermelhas) ou ulcerações (lesões semelhantes a aftas). O tratamento de primeira escolha é feito com aplicação tópica de antifúngico.

Sugere-se o uso de Nitrato de Miconazol gel 2% (20 mg/g), 1,25 mL, 4 vezes ao dia, por 14 dias ou Nistatina solução aquosa 100.000 UI/mL, 2 mL, 4 vezes ao dia, por 14 dias. Os medicamentos devem ser administrado com o auxílio de uma gaze e espalhado por toda a cavidade bucal (mucosa jugal, língua, palato e rebordos). Para evitar recontaminação é imprescindível que objetos que o bebê leva a boca, como brinquedos e bicos artificiais, sejam devidamente desinfetados, sendo fervidos após cada uso, por 1 minuto.

Se a terapia tópica falhar, deve-se certificar que o tratamento foi realizado adequadamente e, em caso negativo, repeti-lo. Não havendo resposta à terapia tópica, o tratamento sistêmico recomendado é Fluconazol 3 a 6 mg/kg (dose máxima diária de 200 mg), uma vez ao dia, por 7 a 14 dias. Pacientes refratários ao tratamento sistêmico devem ser investigados clinicamente para imunossupressão, com testes rápidos para sífilis e HIV, questionados quanto ao uso frequente de antibióticos ou outras doenças que causem imunodeficiência.

Caso a criança esteja em aleitamento materno, a mãe deverá ser avaliada quanto a presença de sinais e sintomas sugestivos de infecção por cândida nos mamilos. Relato de prurido na mama, sensação de queimação e dor em fisgadas, que persistem após as mamadas, assim como vermelhidão em mamilos e aréola, pele brilhante ou com fina descamação, observados ao exame físico, são sugestivos desse diagnóstico. Raramente observam-se placas esbranquiçadas na área das mamas. Se houver suspeita de infecção, a mãe também deve receber tratamento tópico com o Miconazol creme 2% (20mg/g), por 14 dias, aplicar após cada mamada e remover com óleo de girassol ou óleo de coco antes da próxima mamada. Se o tratamento tópico não for eficaz, recomenda-se o uso de Fluconazol 400 mg/dia no primeiro dia e depois 200 mg/dia por 14 dias, totalizando 15 dias.

 

Referências:

  1. Neville BW, Damm DD, Allen CM, Bouquot JE. Patologia Oral e Maxilofacial. Trad. 3a Ed., Rio de Janeiro: Elsevier; 2009.
  2. Regezi JA, Sciubba JJ, Jordan RCK. Patologia oral: correlações clinicopatológicas. 7a ed. Rio de Janeiro: Elsevier; 2017.
  3. Ferreira JP et al. Pediatria: Diagnóstico e Tratamento. Porto Alegre: Artmed; 2005.
  4. Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Relação Nacional de Medicamentos Essenciais: RENAME 2018. Ministério da Saúde, Brasília: Ministério da Saúde; 2018. Disponível em: <http://portalms.saude.gov.br/assistencia-farmaceutica/medicamentos-rename>.
  5. Campbell JR, Palazzi DL. Candida infections in children. UpToDate; 2019 [acesso em 2019 Mai 5]. Disponível mediante login e senha em: <https://www.uptodate.com/contents/candida-infections-in-children>.
  6. Spencer J. Common problems of breastfeeding and weaning [Internet]. UpToDate Inc.; 2019 [citado 2019 Maio 3]. Disponível mediante login e senha em: <https://www.uptodate.com/contents/common-problems-of-breastfeeding-and-weaning>.
  7. DynaMed [Internet]. Record No. 435286. Oral candidiasis in infants. Ipswich (MA): EBSCO Information Services; 1995 [atualizado em 2018 Nov 30, citado em 2019 Ago 05]. Disponível mediante login e senha em: <ttp://www.dynamed.com/login.aspx?direct=true&site=DynaMed&id=435286>.
  8. Brasil. Ministério da Saúde. Saúde Bucal. Brasília: Ministério da Saúde; 2008 [acesso em 2018 Set 24]. (Cadernos de Atenção Básica; 17). Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_bucal.pdf>.
  9. Fisher BT, Smith PB, Zaoutis TE. Candidiasis. In: Cherry JD, Harrison G, Kaplan SL et al (Eds). Feigin and Cherry’s Textbook of Pediatric Infectious Diseases, 8th ed. Philadelphia: Elsevier; 2018. p.2030.
  10. Su CW, Gaskie S, Jamieson B, Triezenberg D. Clinical inquiries. What is the best treatment for oral thrush in healthy infants? J Fam Pract. 2008;57:484.
  11. Lilic D, Gravenor. Immunology of chronic mucocutaneous candidiasis. Journal of Clinical Pathology. 2001;54:81-83.
  12. Hoppe J. Treatment of oropharyngeal candidiasis in immunocompetent infants: a randomized multicenter study of miconazole gel vs. nystatin suspension. Pediatr Infect Dis J. 1997;16:288-293.
  13. Hoppe JE, Hahn H. Randomized comparison of two nystatin oral gels with miconazole oral gel for treatment of oral thrush in infants. Antimycotics Study Group. Infection. 1996;24:136-139.

 

Teleconsultoria por:

Michelle Roxo Gonçalves

Cirurgiã-dentista

ver Lattes

Revisão por:

Elise Botteselle de Oliveira

Médica de Família e Comunidade

ver Lattes

Vinicius Carrard

Cirurgião-dentista

ver Lattes

Ana Claudia Magnus Martins

Médica de Família e Comunidade

ver Lattes

Outras Perguntas

O que é tireotoxicose gestacional transitória e como diferenciar de outras causas de hipertireoidismo na gestação?

8 min leitura ler mais

Como iniciar o tratamento farmacológico de Transtorno Obsessivo Compulsivo na Atenção Primária?

7 min leitura ler mais

Quais são as recomendações para tratamento de hipotireoidismo subclínico na gestação?

10 min leitura ler mais

Quais são os critérios para considerarmos um tratamento adequado de sífilis em gestante?

12 min leitura ler mais

Como realizar avaliação e manejo inicial do paciente com comportamento suicida na APS?

10 min leitura ler mais