Quando e como fazer a reposição de ferro endovenosa?

Publicado em 06/09/2018

A reposição endovenosa de ferro é uma alternativa de tratamento da ferropenia quando houver:

  • Intolerância ao tratamento com ferro por via oral;
  • Falha de tratamento com ferro por via oral, geralmente por malabsorção:
    – Gastrectomia;
    – Gastroplastia redutora;
    – Doença celíaca;
    – Gastrite atrófica;
    – Doença inflamatória intestinal;
    – Infecção por Helicobacter pylori;
  • Anemia ferropriva intensa (Hb < 8 g/dL) em pacientes hemodinamicamente estáveis;
  • Necessidade de reposição rápida, incluindo gestantes (segundo e terceiro trimestre de gestação, sangramento crônico), com intuito de diminuir necessidade de transfusão;
  • Pacientes com doença renal crônica para otimizar resposta à administração de agente estimulador da eritropoese;
  • Pacientes que não aceitam transfusão por questões religiosas.

Antes de utilizar a via endovenosa para administração de ferro por falha de tratamento por via oral, é importante verificar alguns aspectos da administração do ferro oral que podem ter sido responsáveis pela falha terapêutica prévia:

tabela_reposicao_ferro_administracao_ferro_oral

Uma vez definida a necessidade de administração de ferro endovenoso, é necessário calcular o déficit estimado de ferro elementar de cada paciente. Esse cálculo pode ser realizado através da seguinte fórmula:

tabela_reposicao_ferro_formula

O valor alvo da hemoglobina é 12 g/dL para mulheres e 13 g/dL para homens.

A seguinte diluição pode ser utilizada:

tabela_reposicao_ferro_diluicao

A vantagem da administração endovenosa é não depender de absorção e poder oferecer ao paciente doses mais altas de ferro em menor tempo de tratamento, com aumento inicial da hemoglobina mais rápido. Cinco ampolas de 100 mg custam em torno de 60 a 70 reais. A reposição de ferro endovenoso é contraindicada em pacientes com infecções, no primeiro trimestre da gestação e em pacientes com história de reação alérgica ao ferro ou a outros medicamentos.

A infusão endovenosa de ferro pode desencadear reações alérgicas e até anafilactóides. Entretanto, reações mais severas são extremamente raras. Mais comumente podem ser observadas urticária (rash cutâneo), palpitações, tonturas; geralmente quadros autolimitados e de curta duração; mais frequentemente iniciados durante as infusões. Alterações podem ainda acontecer nas primeiras 24 horas após a infusão e incluem febre, artralgias e mialgias, de leve intensidade e também autolimitadas.

Se alguma reação surgir durante a infusão, sugere-se interrompê-la e aguardar o arrefecimento dos sintomas. Caso os sintomas persistam, poderá ser utilizada uma dose de corticoide (hidrocortisona 200 mg ou metilprednisolona 40 mg, por via endovenosa), a pós reintroduzir a infusão com velocidade reduzida. No caso de reações mais graves, a medicação deve ser interrompida. Se suspeita de anafilaxia, a medicação deverá ser permanentemente descontinuada.

 

REFERÊNCIAS:

CAMASCHELLA, C. Iron-Deficiency Anemia. New England Journal of Medicine, Boston, v. 372, p. 1832-1834, 2015.

CAMASCHELLA, C. Iron deficiency: new insights into diagnosis and treatment. Hematology, American Society of Hematology, Education Program, Washington, v. 2015, n. 1, p. 8-13, 2015. Disponível em: <http://asheducationbook.hematologylibrary.org/content/2015/1/8.long>. Acesso em: 6 set. 2018.

CANÇADO, R. D.; LOBO, C.; FRIEDRICH, J. R. Tratamento da anemia ferropriva com ferro por via parenteral. Revista Brasileira de Hematologia. São Paulo, v. 32, supl. 2, p. 121-128, 2010. Disponível em: <http://dx.doi.org/10.1590/S1516-84842010005000066>. Acesso em: 6 set. 2018.

DICIONÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS NA ENFERMAGEM 2009/2010. 9. ed. São Paulo: EPUB, 2013. p. 255-256.

DYNAMED PLUS. Record n. 921914, Treatment of iron deficiency anemia in adults. Ipswich (MA): EBSCO Information Services, 2018. Disponível mediante login e senha em:

<http://www.dynamed.com/topics/dmp~AN~T921914/Treatment-of-iron-deficiency-anemia-in-adults>. Acesso em: 6 set. 2018.

NORIPURUM®. Jaguariúna, SP:  Takeda Pharma, 2017. Bula de remédio. Disponível em: <https://www.takeda.com/siteassets/pt-br/home/what-we-do/produtos/noripurum_frasco30_bula_paciente_nogt_1117_1117_vp2.pdf>. Acesso em: 6 set. 2018.

SCHRIER, S. L.; AUERBACH, M. Treatment of iron deficiency anemia in adults. Waltham (MA): UpToDate, Inc., 2018. Disponível em: <http://www.uptodate.com/contents/ treatment-of-iron-deficiency-anemia-in-adults>.

Teleconsultoria respondida por:

Carolina da Fonte Pithan, Médica Hematologista – http://lattes.cnpq.br/7148797543514894

Revisão:

Elise Botteselle de Oliveira, Responsável Regulação e Teleconsultoria e Médica de Família e Comunidade – http://lattes.cnpq.br/8444756167343059

Gostou do Nosso Conteúdo? Compartilhe com seus contatos:

Notícias Relacionadas