Como é feito e como deve ser interpretado o resultado do teste de absorção da lactose?

Publicado em 13/04/2018

O teste de absorção da lactose é realizado através de medidas da glicemia do paciente em diferentes momentos: glicemia basal após jejum de pelo menos 8 horas e glicemia 30, 60 e 120 minutos após a administração, por via oral, de lactose dissolvida em água – 50 g em adultos e 2 g/kg em crianças.

A interpretação do resultado tem como base a variação dos níveis de glicose após ingestão de lactose. Em pacientes com absorção normal de lactose, observa-se aumento da glicemia em 20 mg/dL ou mais* em pelo menos um dos intervalos medidos no teste. Uma vez que a ingesta foi exclusivamente de lactose, é apenas a lactose que pode justificar aumento da glicemia nas coletas subsequentes. Se houver aumento da glicemia, significa que houve absorção da lactose. Em pacientes intolerantes, a diferença da glicemia em todas as dosagens após a ingesta de lactose é inferior a 20 mg/dL*, sendo o teste considerado positivo. A lactose ofertada no teste não é absorvida adequadamente e, portanto, não há aumento importante da glicemia. Pacientes intolerantes geralmente apresentam sintomas durante a realização do teste.

O diagnóstico de intolerância à lactose pode ser feito clinicamente, pela presença dos sintomas da doença após ingestão e pela melhora clínica após exclusão de produtos contendo lactose por 3 semanas. O teste pode auxiliar e corroborar o diagnóstico.

* Os valores de referência podem variar de acordo com o laboratório.

 

REFERÊNCIAS

DUNCAN, B. B. et al. Medicina ambulatorial: condutas de atenção primária baseadas em evidências. 4. ed. Porto Alegre: Artmed, 2013.

DYNAMED PLUS. Record n. 115565, Lactose intolerance in adults [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Information Services, 2017. Disponível mediante senha e login em: <http://www.dynamed.com/login.aspx?direct=true&site=DynaMed&id=115565>. Acesso em: 13 abr. 2018.

DYNAMED PLUS. Record n. 306336, Lactose intolerance in children [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Information Services, 2017. Disponível mediante senha e login em: <http://www.dynamed.com/login.aspx?direct=true&site=DynaMed&id=306336>. Acesso em: 13 abr. 2018.

DYNAMED PLUS. Record n. 906987, Lactose tolerance test [Internet]. Ipswich (MA): EBSCO Information Services, 2018. Disponível mediante senha e login em: <http://www.dynamed.com/topics/dmp~AN~T906987/Lactose-tolerance-test>. Acesso em: 13 abr. 2018.

FELDMAN, M.; FRIEDMAN, L. S.; BRANDT, L. J. (Ed.). Sleisenger and Fordtran’s gastrointestinal and liver disease: pathophysiology, diagnosis, management. 10th edition. Philadelphia: Saunders/Elsevier, 2015.

HAMMER, H. F.; HÖGENAUER, C. Lactose intolerance: Clinical manifestations, diagnosis, and management [Internet]. Waltham (MA): UpToDate, 2018. Disponível em: <https://www.uptodate.com/contents/lactose-intolerance-clinical-manifestations-diagnosis-and-management>. Acesso em: 13 abr. 2018.

 

Teleconsultoria respondidada por:
Elisa Eichenberg Furasté, Médica de Família e Comunidade – http://lattes.cnpq.br/8024128818254272
Revisão:
Elise Botteselle de Oliveira,  Médica de Família e Comunidade – http://lattes.cnpq.br/8444756167343059
Jerônimo de Conto Oliveira, Médico Gastroenterologista – http://lattes.cnpq.br/9741583515646220

 

 

Gostou do Nosso Conteúdo? Compartilhe com seus contatos:

Notícias Relacionadas