Dicas sobre o teste rápido de HIV para profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Publicado em 03/03/2017

teste rapido HIV_02-01

Dicas sobre o teste rápido de HIV para profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde

Os testes rápidos são cada vez mais utilizados para rastrear doenças infeciosas. O método possui diversas vantagens, entre elas a rapidez do resultado e a leitura do mesmo a olho nu.

O TelessaúdeRS-UFRGS preparou algumas dicas para os profissionais de saúde sobre como realizar o teste rápido de HIV.

  1. Primeiramente é necessário fazer um aconselhamento do paciente. Esta prática tem como objetivo estabelecer vínculo, mapear situações de vulnerabilidade e orientar sobre o teste. O profissional de saúde deve estar preparado e proporcionar um ambiente acolhedor e favorável ao diálogo.

Para realizar o teste, é necessário seguir os seguintes passos:

  1. Coletar algumas gotas de sangue do paciente com a pipeta descartável
  2. Depositar o sangue na área da amostra
  3. Adicionar as substâncias necessárias na área indicada
  4. Aguardar o resultado. Ele sai em menos de 1h
  5. Se o resultado for positivo, duas barras vermelhas aparecerão no recipiente, uma ao lado da letra C (controle) e outra ao lado da letra T (teste).
  6. Se o resultado for negativo, uma barra vermelha aparecerá no recipiente, ao lado da letra C.
  7. Após a realização do teste, o profissional deverá aconselhar o paciente de acordo com o resultado do exame. É necessário garantir o sigilo do indivíduo, explicar o resultado e orientá-lo sobre seu significado. Caso seja negativo, reforçar as orientações sobre prevenção, com o objetivo de evitar futuras exposições de risco. Se for positivo, é indispensável que o profissional de saúde ofereça apoio emocional, além de fornecer informações sobre o resultado, formas de tratamento, encaminhamentos necessários e orientações de prevenção.

Os médicos e enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de todo o Brasil com dúvidas a respeito do tema, podem ligar para o 0800 644 6543.  A ligação é gratuita e as dúvidas são respondidas em tempo real por médicos e enfermeiros.

 

OBS: essas dicas são para exemplificar a facilidade do processo de testagem na Unidade de Saúde. A realização do teste deve ser realizada apenas pelos profissionais capacitados e obedecer as normas de coleta, tampão e tempo de avaliação específica de cada teste.

Gostou do Nosso Conteúdo? Compartilhe com seus contatos:

Notícias Relacionadas