Cuidados com a pediculose, o piolho

Publicado em 26/12/2017

piolho_noticia_20171226_v003_ipn-14
A pediculose é uma doença parasitária causada pelos piolhos. O principal sintoma é a coceira, que pode ser bastante intensa e causar pequenos ferimentos. Para o controle e tratamento dos piolhos, o TelessaúdeRS-UFRGS elenca algumas recomendações:
  • Roupas utilizadas pelo paciente nos últimos 2 dias, roupas de cama e toalhas devem ser lavadas com água quente ou passadas com ferro.
  • Pentes e escovas utilizados pelo paciente devem ser mergulhados em água quente por 5 a 10 minutos.
  • Acessórios que têm contato com o cabelo e que não podem ser lavados devem ser limpos e colocados em uma sacola plástica fechada por 2 semanas.

Não há necessidade de cortar os cabelos. Os familiares e pessoas próximas devem ser examinados e tratados caso apresentem piolhos vivos ou lêndeas até 1 cm do couro cabeludo. Devem, de preferência, realizar o tratamento ao mesmo tempo que o paciente. Pessoas que dividem a cama com o paciente devem ser sempre tratadas, mesmo que não apresentem piolhos ou lêndeas.

Texto adaptado da pergunta da semana “Qual o tratamento para pediculose (piolho)?” publicada em 29/11/2017 e disponível em https://www.ufrgs.br/telessauders/perguntas/pediculose/

 

Gostou do Nosso Conteúdo? Compartilhe com seus contatos:

Notícias Relacionadas