Saúde bucal do Idoso

Publicado em 18/10/2017

odonto_idoso_site_201710118_v004_ipn-15

Com o expressivo aumento da expectativa de vida nas últimas décadas, o envelhecimento populacional se tornou assunto importante nas questões de saúde pública. A partir daí, diversos estudos passaram a definir os cuidados específicos de saúde na terceira idade, promovendo o envelhecimento ativo, ou seja, levando em conta a saúde física, mental e social do idoso. Neste contexto, e reconhecendo a saúde bucal como agente fundamental para a manutenção da saúde integral na terceira idade, buscamos aqui pontuar algumas dicas de cuidados odontológicos.

 

Higienização

Manter a higiene da boca é fundamental para a saúde do idoso. A escovação deve ser realizada após as refeições. Recomenda-se o uso de escova de haste longa, cabeça pequena, cerdas macias e cabos adaptáveis para facilitar o manuseio. O creme dental deve conter flúor. Uma quantidade de creme do tamanho de uma ervilha é suficiente para higienização. A utilização de fio dental e a limpeza da língua também são indispensáveis e combatem o mau hálito. Escovar a língua é muito mais eficiente do que usar enxaguante bucal. A tarefa deve ser feita uma vez ao dia, preferencialmente em horários noturnos.

 

Uso de próteses ou dentaduras

É comum a pessoa idosa utilizar próteses dentárias ou dentaduras. Para manutenção de sua saúde bucal, são necessários alguns cuidados básicos. As próteses totais devem sempre ser retiradas, à noite, antes de dormir. A não remoção pode ser prejudicial e auxiliar no desenvolvimento de doenças na mucosa. A higienização deve ocorrer, após as refeições, da seguinte forma:

 

  1. higienização mecânica – retirar a prótese e escová-la com sabão neutro ou dentifrício. A escova utilizada deve ser macia. Limpe a mucosa (bochecha, céu da boca, gengivas, lábios) com o auxílio de uma gaze.
  2. higienização química – a prótese deve ser limpa e imersa em um copo de água com hipoclorito de sódio, conforme as orientações do dentista.

 

Boca seca

A xerostomia (boca seca) é um incomodo recorrente na terceira idade, ocasionado por alterações nas glândulas salivares, que reduzem a produção de saliva. Conforme estudos, dentre os idosos que relatam ter boca seca, 90% fazem uso de medicamentos para doenças cardiovasculares e/ou apresentam diabetes. Muitos idosos nessa situação tendem a evitar contato social devido à dificuldade em falar, halitose e dor decorrente da secura das mucosas.
Para o tratamento da xerostomia, o Sistema Único de Saúde (SUS) não fornece a saliva artificial. Portanto, o idoso deve estimular o fluxo salivar bebendo mais água. Quanto à dieta, recomenda-se o consumo de alimentos mais duros – como cenoura e queijo curado – e que contenham mais quantidade de água. Além disso, orienta-se o uso de solução de água com limão para bochecho, chicletes sem açúcar ou com xilitol. Vale ainda destacar que a diminuição do fluxo salivar pode influenciar no aparecimento de cáries.

 

Os cuidados odontológicos listados são úteis para a manutenção da saúde bucal na terceira idade. As recomendações podem ser seguidas, mas é necessário ir ao dentista para avaliar os casos individualmente.

 

 

Referências:

BRASIL. Ministério da Saúde. Caderneta de saúde da pessoa idosa. 3. ed. Brasília: Ministério da Saúde, 2014.

CATÃO, C. D. S. et al. Eficiência de substâncias químicas na remoção do biofilme em próteses totais. Revista de Odontologia da UNESP, Araraquara, SP, v. 36, n. 1, p. 53-60, 2007.

COSTA, E. H. M.; SAINTRAIN, M. V. L.; VIEIRA, A. P. G. F. Autopercepção da condição de saúde bucal em idosos institucionalizados e não institucionalizados. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 15, n. 6, p. 2925-2930, 2010.

ROCHA, D. A.; MIRANDA, A. F. Atendimento odontológico domiciliar aos idosos: uma necessidade na prática multidisciplinar em saúde: revisão de literatura. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, Rio de Janeiro, v. 16, n.1, p.181-189, 2013.

ROSA, L. B. et al.  Odontogeriatria – a saúde bucal na terceira idade. Revista da Faculdade de Odontologia, RFO, Passo Fundo, RS, v. 13, n. 2, p. 82-86, 2008.

VARGAS, A. M. D.; VASCONCELOS, M.; RIBEIRO, M. T. F. Saúde bucal: atenção ao idoso. Belo Horizonte: Nescon/UFMG, 2011.

Texto: Vitória Pacheco

Revisão: Rosely Andrade, Ana Paula Borngraber Correa, Camila Hofstetter Camini, Pâmela de Souza Kargwanski, Carlos André Aita Schmitz  – CRM RS: 25631 e Otávio Pereira D’Avila – CRO RS: 17387

Gostou do Nosso Conteúdo? Compartilhe com seus contatos:

Notícias Relacionadas