Rosângela Rennó

Belo Horizonte/MG, 1962

Formação:
1981–1986: Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
1981–1987: Artes Plásticas na Escola Guignard (UEMG/BH)
1989–1997: Doutorado na Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/ USP)
1995: Bolsa de estudos na Fundação Civitella Ranieri, Umbertide, Itália 1999 Bolsa de estudos na Fundação Guggenheim, Nova Iorque, EUA

Trajetória:
Artista intermídia e fotógrafa.
Formada em arquitetura e artes visuais e doutora em artes, a carreira artística de Rosângela Rennó inicia no final da década de 1980, com trabalhos em fotografias de álbuns de família, e em pouco tempo obtém reconhecimento nacional e internacional. Segundo a artista, o despertar da poética da intertextualidade visual em seu trabalho – “o interesse pelo texto substituindo a imagem” – ocorre com os estudos realizados durante o curso de doutorado, e desde então suas fotografias, objetos, vídeos e instalações tem como pauta discutir as questões referentes a natureza da imagem (RENNÓ, 2001 apud MELO, 2003, p.80).
Durante a década de 1990 participa de diversas exposições, titula-se doutora, realiza estudos na Itália e nos Estados Unidos e dá início ao projeto Arquivo Universal1, com a criação de um banco de dados virtual composto por trechos de textos jornalísticos que contêm referências a imagens fotográficas. Possui obras em museus e coleções de arte nacionais e internacionais e atualmente vive e trabalha no Rio de Janeiro.

Obras:
Obra sem título da série Duplo V