Publicações de:Érica Mallmann

Na dúvida, estudante de Comunicação.

O que aprendi com Betty Suarez

O que aprendi com Betty Suarez

ATENÇÃO: pode conter spoilers.

Não me apoie, mas me apoie

Não me apoie, mas me apoie

Sempre que alguém passa por uma situação complicada, uma perda difícil, as pessoas têm discursos prontos. Esse tipo de fala é inútil e ao mesmo tempo é a única coisa que elas podem fazer.

Tudo se copia na televisão brasileira

Tudo se copia na televisão brasileira

A televisão brasileira é uma sequência de mesmices, em que detalhes são modificados mantendo a mesma essência. Com intenção ou não, o fato é que as emissoras no Brasil copiam umas as outras.

Jovens de 16 ou 17 anos nas Eleições 2012

Jovens de 16 ou 17 anos nas Eleições 2012

Foto: Facebook/Reprodução

Eles também morrem

O público geralmente reage com surpresa quando um artista conhecido, de grande apelo popular, morre. Na maioria dos casos a comoção popular é de grande proporção.

Vulnerável Imperador

Vulnerável Imperador

O jogador Adriano teve todas as chances na mão de manter uma carreira de sucesso e jogou fora.

Foto: Renan Olaz/Futura Press

Discussão pertinente, motivo errado

Ao invés de ter cinco profissionais em campo, porque não ter alguém trabalhando com as imagens da televisão? Os erros, tão gritantes nos últimos anos, poderiam diminuir consideravelmente.

Foto: r7.com

As cotas chegaram à televisão fechada

Sexta-feira. 18 horas. Depois de um dia cansativo, sento na frente da televisão para assistir televisão. No meu canal preferido começa um filme. Xuxa e os Duendes. Parece piada, mas não é.

Tinga sofre um pênalti não-marcado pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho que mudaria o resultado do Brasileirão de 2005 (Foto: canelada.com.br)

Dentro de campo a história se repete

Se por um lado se tem agora cinco árbitros para um único jogo, por outro os erros seguem os mesmos – e aumentaram em número e proporção.

Pela senda de vitórias

Pela senda de vitórias

Talvez o Beira-Rio em obras tenha anulado o fator local nos jogos em Porto Alegre. Talvez a preparação física seja insuficiente. Talvez tudo isso seja herança do Dorival Júnior e demais técnicos. Ou pior, talvez seja pura incompetência da direção em manter uma fórmula de gestão que não mais atende as pretensões do clube.