Tags do artigo "saúde"

Minhas (ini)amigas Ana e Mia

Minhas (ini)amigas Ana e Mia

“LEMBRE-SE: COMER É PARA OS FRACOS!!!” “Olhe se no espelho e diga a si mesma que está gorda e feia.” “Não acredite no que os outros andam dizendo a seu respeito. Você nunca estará magra o suficiente.” “Não conte a nenhum amigo que você e MIA… ou ANNA… eles querem […]

Em cima do muro e quase caindo: Vegetarianos X Carnívoros

Em cima do muro e quase caindo: Vegetarianos X Carnívoros

  O apelo cada vez maior (ainda bem) por uma vida sustentável e saudável também implica, contudo, na máxima do ‘8 ou 80’. Embora essa discussão venha desde as revoluções culturais das décadas de ’60 e ’70, temos que admitir que o processo é lento, ou seja, não se é […]

Legalize já

Legalize já

A discussão acerca da legalização, ou não, do consumo de maconha divide opiniões e gera debates acirrados, isso não é novidade.  Entretanto, na maior parte das vezes não se discute nada além do senso comum, ignorando muitos aspectos históricos, culturais e científicos sobre a erva. Muitas vezes, quem é contra […]

O domingo mais curto do ano

O domingo mais curto do ano

Por que e desde quando adiantamos nosso relógio?

O sol e a vitamina D

A importância do sol para absorção de vitamina D

O sol é responsável por 90% da absorção de vitamina D nosso organismo, os outros 10% ficam por conta dos alimentos como leite, gema de ovo, manteiga, peixes de água fria, shitake seco e óleo de fígado de bacalhau.

Saúde? Educação? Que nada! O que importa é a maconha

Saúde? Educação? Que nada! O que importa é a maconha

O STF liberou a marcha da maconha. Fez certo. A liberdade de expressão é um direito constitucional. Mas bem que o povo podia usar esse direito para protestar contra algo mais importante, não? Ou a maconha virou prioridade em um país que passa fome?

Bem-Estar… para quem?

Bem-Estar… para quem?

O programa Bem-Estar, da Rede Globo, fala sobre saúde e hábitos saudáveis. Apesar da boa intenção, a TV não tem como oferecer um diagnóstico ou uma solução às doenças, que muitas vezes podem ter tratamentos específicos para cada tipo de organismo.

A publicidade de medicamento e suas implicações

A publicidade de medicamento e suas implicações

Com a chegada do frio, nos confrontamos com as campanhas publicitárias de medicamentos. O uso inapropriado, porém, pode trazer sérias complicações à saúde. Assim, a quem podemos atribuir a culpa: à publicidade, aos consumidores ou aos fabricantes?

Transplante de órgãos: por que não?

Transplante de órgãos: por que não?

Para aderir à campanha “Doe órgãos, salve vidas” – entre outras relativas ao transplante de órgãos – é fundamental comunicar sua família sobre sua escolha. As mídias auxiliam no trabalho de maior alcance e de conscientização para as pessoas.

Ração humana: essa dieta dá certo?

Ração humana: essa dieta dá certo?

Como alternativa para ter um corpo perfeito dentro do peso ideal, muitas pessoas recorrem à ração humana. Porém, o equívoco ocorre quando essa ingestão substitui refeições importantes como o almoço ou a janta.