Moda

Sou Gordinha, Linda e me Amo.

Hoje, no Parque da Redenção aconteceu a primeira edição da “Tarde Plus Size” concurso de beleza com meninas que se amam com seus quilinhos a mais.

Quem é mulher sabe o quanto os quilinhos a mais incomodam, principalmente quando paramos na frente do espelho. É difícil, diante da ditadura da magreza encarar as nossas curvas e nos aceitarmos esteticamente.

Foto: Revista Plus Model

Essa ditadura, reforçada pela mídia, pelas atrizes photoshopadas e modelos magérrimas causam reflexos na saúde física e mental das meninas, aliás,  jovens mulheres são as principais vítimas de bulimia e anorexia nervosa. O que piora esse quadro é a fácil informação difundida em blogs e sites que incentivam ou ajudam a agravar problemas de transtornos alimentares.

O que o evento organizado por Johanne Richter e Aline Nunes, que escolheu as candidatas através da promoção de fotos no facebook e utilizou como critério de seleção o número de “curtidas” que cada foto recebeu,  mostrou hoje, em praça pública é que o padrão de beleza não mede a auto estima, o amor próprio e a real beleza.

O que eu vi hoje são mulheres lindas, cheias de atitude, charme, convicção e curvas de deixar muito marmanjo de queixo caído e muita anoréxica envergonhada! Mulheres corajosas que esbanjaram brasilidade, inteligência e companheirismo ao desfilar em frente de cerca de 100 pessoas com um sorriso no rosto e muita feminilidade.

Há muito tempo eu não sentia uma energia tão boa, em alguns momentos senti vergonha  de mim mesma, das minhas dietas malucas, meus treinos chatos da academia, da culpa que sinto sempre que como um carboidrato.

O que eu queria dizer para todas essas meninas é que sinto inveja delas, da forma como elas encaram a vida, de cabeça erguida, mulheres fatais, decididas e poderosas que não se deixam oprimir por normas de beleza e padrões descabidos.

Acho que é isso que falta em nós mulheres, aceitar o nosso corpo do jeitinho que ele é, porque felicidade não é um manequim 38, mas a nossa própria atitude!

Tags: , , ,

5 comentários

  1. Lisiane me emocionei com as tuas palavras. Eu estava lá na passarela naquele dia, junto com meninas que como eu buscamos nos aceitar e ser aceitas como somos. Obrigada pelo carinho.

  2. Lisiane, parabéns pelo texto, pela forma como expressou o que realmente queriamos mostrar através da Tarde Plus Size RS, mostrar que somos lindas do jeito que somos, que merecemos muito, cada segundo que vivemos!!
    Muito obrigada, por perceber isso e expressar tão bem!
    Beijokas e a segunda edição vem aí em Novembro de 2013!!

  3. Pauline Mespaque says:

    Lisiane, eu também fui uma das meninas que desfilou na Tarde Plus Size. Tu não imaginas a emoção que foi ler teu texto. Amei!!! Beijos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*