Cultura / Imagem / Música / Viés

A ALEGRIA TAZ AÍ!

foto: Ricardo Giacomoni

 a noite é temida, a noite é tempo de SOSSEGO! mas alguém lembra que horas é o TOQUE DE RECOLHER? tudo fecha, não pode mais vender, os boêmios mandados pra casa. porto alegre agoniza no seu próprio sonho – se tornar uma cidade tranquila e sem perturbações, porque É PRECISO TRABALHAR! todos precisam de suas 8 horas de sono (muitas vezes transformadas em 6 ou até 4 horas, tão interessante é a programação da TV DO CABO) para que no outro dia desempenhem suas funções remuneradas de forma exemplar para GALGAR um espaço ao céu: a promoção no $$$$$$erviço.

já não se pensa mais nos amores. a automatização do trabalho supera qualquer atividade que busque o puro e simples prazer. e pior, as atividades HEDONISTAS pós 22 horas não são aceitas de forma alguma, sejam violões ou tambores, conversas ou ajuntamentos na CALLE. está proibida a EFERVESCÊNCIA cultural com teto ou sem teto. os ajuntamentos ao ar livre são PERTURBADORES, a soma de 30 pessoas já serve pros smic policiais aparecerem – comprovei estando presente num dos el interior hacia fuera que o Ovos e Llamas organizou. já os bares seguem sendo fechados, ou só podem funcionar até a meia noite ou algo que valha. a cerveja deve ser tomada debaixo dos tetos, só pode ser vendida em copos de vidro, os preços só sobem (pouquíssimos bares com preços realmente baratos e acessíveis ao grande público permanecem abertos pela dificuldade de conseguir um alvará), tá tudo ficando bem limpinho e engomado. AH VÁ, ALVARÁ! a alegria ainda está liberada!

aí ontem enquanto aproveitava o teto em qual habito nas madrugadas proibidas, com redes sociais sendo entrelaçadas virtualmente – já que pessoalmente não pode, a SMIC FORTUNA não deixa – encontrei um vídeo que achei que era sonho, mas era SITUACIONISMO! a zona autônoma de todas as proibições, de todos os estados, DA PORRA TODA, aplicada ao estado natural das coisas. é lindo, chega a parecer filme, não é realidade, não é a realidade, é sonho, é liberdade em forma de alegria e dança. o ambiente me parece (ou não) a faminta e gerada LOVE STORY, o túnel bloqueado no fim da Rua Augusta em São Paulo, e lá a dança deixa entrar a liberdade, a união e o ajuntamento, mesmo que por breves momentos, é a ZONA AUTÔNOMA TEMPORÁRIA. é o HOJE PODE! um novo significado e um novo uso estão sendo propostos praquele espaço no momento em que Kalissy Cabeda e Sissi Venturin saem de dentro das BARRAS DE CONCRETO e propõe a alegria despreocupada e descabida. é como trazer o amor e as paixões pra dentro daquele ambiente por breves momentos – que torço, sejam seguidos por inúmeros outros! espero que na próxima passada por lá, encontre a love story como um exemplo de amor livre, que se faça um espaço de trocas, que a música tome todos os cantos, que o amor transborde pra todos os lados e todos que ali estejam permaneçam NADANDO dentro de suas paixões numa troca infinita de experências. ou que simplesmente encontre AS LATAS DO TÚNEL rolando infinitamente por outros espaços desabitados e sem uso, dançando sob suas estruturas até flores brotarem pelo asfalto. DANCE:

 

to no floreio de tanta dança, é PROVO ALEGRE, como os holandeses provocadores (abraço pro GROOTVELD!). mas pra não ficar só aí na rede vendo a vida em imagens, dá pra ir pra rua comemorar a alegria nessa semana ainda. é na DEFESA PÚBLICA DA ALEGRIA (clica e vê a programação)!!! e o lance é simples e de coração: promover o ajuntamento de pessoas com ALEGRIA TRANSBORDANTE em frente a prefeitura dos FORTUNAS a partir das 16h para uma troca de amor e felicidade sem fim!

TIA LEGRA, TAZ CHEGANDO A HORA!

 

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

1 comentário

  1. Pingback: Pesadelo em Porto Alegre(?) | Viés | O outro lado da rede

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*