Quadrinhos / TV / Viés

Anime não é coisa de criança

Pode ter certeza que, se falares que assiste animes, as pessoas vão te olhar estranho. É quase regra. Não adianta. Muitas delas o fazem porque simplesmente têm a convicção de que anime É coisa de criança. Para aqueles que pensam isso, aqui vai uma revelação: anime são é só para criança!

 

Eu aposto que esses que dizem que anime é coisa de criança nunca assistiram a nenhum episódio de Elfen Lied. De fato há obras destinadas ao público infantil, como Hamtaro, talvez o exemplo mais óbvio, mas há aquelas com gêneros e temas mais específicos.

Existem animes considerados “maduros”, que incluem conteúdos mais psicológicos (Death Note é um excelente exemplo), violentos ou sexuais. Lembro de uma cena forte de RainbowNisha Rokubou no Shichinin, onde uma criança é agredida sexualmente. E não tem censura alguma! Imaginem a cena e me digam se é um anime destinado a crianças.

Cena de Elfen Lied

Muitos devem ter ouvido falar sobre hentai. É um gênero que pode ser encontrado tanto nos quadrinhos quanto nas animações e no qual há cenas explícitas de sexo. Não posso esquecer de citar o guro, um estilo de hentai, porém com cenas mais fortes, como violência, estupro, esquartejamento e rituais.  É. Com certeza é para crianças.

Existem pessoas que assistiram durante toda a sua vida apenas Pokémon e se baseiam nisso para dizer que todo o resto é infantil.  Se após este post continuarem dizendo que anime é coisa de criança, usando isso como desculpa para não assistir a nenhum, realmente é uma pena. Conheço animes magníficos, com enredo e personagem interessantíssimos que não perderia em nada para as séries consideradas “adultas”.

 

Tags: , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*