Política / Viés

Avaaz: Mobilização Social 2.0

Cada vez mais as organizações da sociedade civil e movimentos populares recorrem à internet para mobilizar cidadãos do mundo inteiro em favor das mais diversas causas. A explicação seria de que na web a cadeia de relacionamentos ganha ainda mais força e extrapola qualquer limite pessoal ou geográfico. A utilização das ferramentas online para incentivar a defesa de causas gasta menos recursos e atinge um número muito maior de pessoas do que as mobilizações tradicionais. Os ativistas defendem que, nos dias de hoje, o sucesso de uma campanha deve passar necessariamente pela rede.

Um exemplo mundial de sucesso é a organização civil internacional Avaaz. A ONG – cujo nome significa “voz” em hindi e outras línguas asiáticas e europeias – está presente em mais de 12 países e promove o ativismo para defender causas como o combate a mudanças climáticas e a corrupção, defesa dos direitos humanos e o respeito as diferenças religiosas. A ONG, pioneira nesse tipo de mobilização, desenvolve o trabalho por meio de petições, financiando campanhas de anúncios, enviando emails e telefonando para governos, organizando protestos e eventos nas ruas.

Atualmente a organização conta com mais de 8,2 milhões de pessoas cadastradas e ganha em média 100.000 novos ativistas por semana. No Brasil lançou a campanha contra a construção da usina de Belo Monte e para a aprovação da lei contra a homofobia, nomeada “Proteja o Brasil do Bolsonaro”, entre outras. Além disso é apontada como um dos elementos-chave para a aprovação da lei da Ficha Limpa.

Mobilização 2.0

Desde as revoluções populares no Oriente Médio até movimentos nacionais anti-corrupção podemos constatar que a internet  tornou-se um forte aliado para a mobilização social. A utilização adequada dessa ferramenta favorece a democracia e proporciona aos ativistas a participação em defesa de causas mundiais. No Brasil a Avaaz conta com milhares de adeptos que participam e divulgam as campanhas via Twitter, Facebook, e-mail e Orkut. É uma alternativa para aquelas pessoas que não concordam com certos acontecimentos, mas não sabem o que ou como fazer para serem ouvidos.

É claro que esse tipo de movimento não pretende salvar o mundo, mas é mais um recurso para exercermos o nosso direito de cidadãos. Se a desculpa para não apoiar nenhuma causa era a falta de tempo ou de conhecimento então é melhor  mudar os seus conceitos. Com a Avaaz você pode tornar-se um ativista com apenas um clique e o melhor: sem sair de casa. Então, quem sabe entre uma twittada e uma postagem de fotos no facebook você arranja um tempinho para defender uma causa interessante.

Tags: , , ,

2 comentários

  1. Pingback: Aplicativos para causas sociais | Hashtag: Podcast do Portal Viés | O outro lado da rede

  2. o famoso ativista de sofá. Será que isso realmente adianta???
    eu participa disso, inicialmente pela campanha da ficha limpa, até refletir e pensar até que ponto adiantava realmente.
    no caso do Avaaz, eles entopem nossas caixas de e-mail com diversos “ativismos” que, não desmerecendo, não temos conhecimento de causa para opinar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*