Ciência e Tecnologia / Viés

Enem: mudança de rumo e desvalorização do regional

Nos dias 22 e 23 de outubro, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) realizou a sua 14ª edição. Ao contrário de anos anteriores, o exame não foi marcado por problemas de âmbito nacional, como o furto das provas ocorrido em 2009 e os erros de impressão nos cadernos, detectados no ano passado. Aconteceram trapalhadas de forma isolada: no Rio de Janeiro, foram registrados problemas com endereços dos locais do exame e, em Porto Alegre, uma estudante foi impedida de realizar a prova porque o documento de identidade estava sem o plástico protetor. Se por um lado as discussões não ficaram restritas a incidentes pontuais, por outro não contemplaram uma questão importante: a mudança de rumo que a prova vem sofrendo.

O Enem foi criado em 1998 com o intuito de avaliar a educação no Brasil. Contudo, nos últimos anos, ganhou outra dimensão e se equiparou aos vestibulares ao ser adotado, em muitas universidades, como processo seletivo para ingresso no Ensino Superior. Com essa mudança de direção, a prova perdeu sua essência e gerou polêmicas acerca da abordagem que faz dos conteúdos. Estruturado em cinco blocos (Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Ciências Humanas e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Matemática e suas Tecnologias e Redação), a prova não tem o objetivo de testar conhecimentos isolados, mas sim avaliar habilidades e competências do aluno. Cada questão não cobra do estudante o domínio de uma única disciplina – requer dele capacidade de interpretação e associação com o objetivo de ver como a escola o prepara.

Desvalorização de conteúdos regionais

Talvez a maior polêmica que surgiu foi em relação aos conteúdos abordados. Devido à abrangência nacional, as questões não são elaboradas com base em assuntos regionais. Tomando o Rio Grande do Sul como exemplo, o vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) exige do candidato conhecimentos de assuntos do Estado – formação das guaritas de Torres, conjunto da obra de Erico Veríssimo e Revolução Farroupilha. É certo que a Educação Básica não tem como objetivo a preparação para concurso, seja vestibular ou Enem. Mas, na prática, é sabido que os colégios, em especial os particulares, nos quais o índice de aprovação nas universidades é usado como valor de mercado, são pautados pelos conteúdos presentes nos vestibulares e, ultimamente, no Enem.

Considerando isso, é possível afirmar que o Enem, com as mudanças que vem sofrendo, enfraquece os temas regionais. Buscando a aprovação de seus alunos no Enem, as escolas não planejariam várias aulas sobre os contos gauchescos de Simões Lopes Neto se, na verdade, o assunto passa longe da cabeça dos professores que formulam as questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. É lamentável: culturas peculiares, como a gaúcha e a cearense, para ficarmos apenas com dois bons exemplos, percam peso nos currículos escolares. O uso do Enem como processo seletivo para o ingresso no Ensino Superior tem de ser amplamente debatido com as comunidades escolar e universitária e, sobretudo, com a sociedade em geral – coisa que não foi feita.

Tags: , ,

10 comentários

  1. Penso que, se a questão é debater o processo seletivo, que discutamos, antes de qualquer coisa, o sistema educacional competitivo e individualista, a concorrência, a luta de classes e como isto esta relacionado com o fato de estudantes de escolas particulares terem melhores condições diante de uma prova que deveria ser democrática, na prática.
    Concordo com a questão de temas regionais terem sido renegados pelos professores para que os alunos fossem orientados com o objetivo de passar na prova, no entanto entendo que isto seja somente consequência e não as causas do problema, ou questão.
    Mantenho um blog: http://na-beirada.blogspot.com/, caso haja interesse discutimos principalmente a questão ambiental, mas existem outras e gostaríamos de receber sua visita.
    Obrigada’
    Juliana.

  2. Hi there friends, its great paragraph regarding tutoringand fully
    defined, keep it up all the time.

  3. You are so cool! I don’t suppose I have read through a single thing like this before. So wonderful to discover someone with some genuine thoughts on this subject matter. Really.. many thanks for starting this up. This site is one thing that is required on the web, someone with some originality!

  4. Its like you read my mind! You seem to know so much about this,
    like you wrote the book in it or something. I think that you could do with a few pics
    to drive the message home a bit, but instead of that, this is wonderful blog.
    An excellent read. I’ll definitely be back.

  5. If you are going for most excellent contents like myself, only go
    to see this website all the time as it offers quality contents,
    thanks

  6. I rarely drop comments, but i did a few searching and wound up here Enem: mudança de rumo e desvalorização do regional | Viés | O outro lado da rede.
    And I actually do have a couple of questions for you if it’s allright. Is it only me or does it seem like a few of the comments appear like they are left by brain dead people? 😛 And, if you are posting on other online social sites, I would like to keep up with anything fresh you have to post. Would you make a list of all of all your shared sites like your Facebook page, twitter feed, or linkedin profile?

  7. Thanks in support of sharing such a nice idea, paragraph is pleasant, thats why
    i have read it fully

  8. It’s actually very complicated in this busy life to listen news on Television, therefore I only use web for that purpose, and obtain the hottest information.

  9. Thanks for the marvelous posting! I genuinely enjoyed reading it,
    you may be a great author.I will always
    bookmark your blog and may come back later in life.
    I want to encourage you to continue your great writing, have a nice morning!

  10. Hey! Someone in my Facebook group shared this site with us
    so I came to check it out. I’m definitely enjoying the information. I’m book-marking and will be tweeting this
    to my followers! Superb blog and wonderful design and style.

Deixe uma resposta para google add words Cancelar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*