Cultura / Literatura / Viés

O best seller mais comentado da atualidade

Este post contém SPOILERS.

O primeiro livro da trilogia de E L James, Cinquenta Tons de Cinza, está entre os mais vendidos de uma trilogia que soma mais de 40 milhões de cópias em 37 países, ultrapassando o Harry Potter e o Código Da Vinci no Reino Unido. O livro nos apresenta Anastasia Steele, uma jovem de 21 anos estudante do último ano no curso de Literatura e Christian Grey, jovem empresário dono de uma das maiores empresas de Seattle, juntos os dois iniciam um relacionamento cheio de mistérios e regras com direito a contrato e tudo, onde Grey deixa bem claro para Anstasia suas “regras sexuais”.

O magnata experiente apresenta a menina tímida e virgem um mundo ao qual ela jamais pensou que pertenceria, o mundo do sadomasoquismo. Christian deixa bem claro que não gosta de ser tocado, e que somente quer usar Anastasia sexualmente, mas como num bom e velho clichê a estudante acaba se apaixonando por ele e se deixa ser usada por não conseguir mais ficar longe do empresário. Meses se passam e o livro chega a um ponto em que Anastasia é correspondida, Grey a ama também, mas é humilhante demais para ele mostrar qualquer sentimento de afeto pela garota, então ao fim do último capítulo os dois se separam, Anastasia finalmente se sente cansada e humilhada com algumas atitudes de Grey e o deixa, dando um fim amargo ao primeiro livro da trilogia.

Para matar a ansiedade de milhares de leitores, dia 15 de setembro chegou às livrarias de todo Brasil a tão esperada continuação desta história, Cinquenta Tons Mais Escuros. O segundo livro traz uma Anastasia mais ousada e segura de si e muito mais ação na vida dos protagonistas, durante o livro acontecem diversas situações de perigo para os dois como um acidente de helicóptero e uma tentativa de estupro, além daqueles personagens clássicos que sempre surgem para destruir a vida do casal. 

Erika Leonard James, autora da trilogia.

Muitos se perguntam qual a causa de tanto alvoroço ao redor dos livros, talvez seja a mistura do famoso romance água com açúcar com uma pegada de erotismo, ou pelo fato do sexo entre os personagens ser descrito detalhadamente, não da pra saber ao certo, há quem ame, há quem odeie o fato é que não podemos negar o sucesso da história de E L James. Cinquenta Tons (como os fãs chamam a trilogia) não pode ser taxado de grande literatura, a linguagem é simples, os diálogos muitas vezes são bobos, e a história por diversas vezes é igual a muitas outras já lidas, porém ele cumpre o papel a que veio, simplesmente entreter,  e faz isso com facilidade pois quando nos damos conta já estamos viciados na história de Anastasia Steele e Christian Grey.

 

Tags: ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*