Cinema / Viés

O cineasta Fernando Meirelles e a polêmica do filme “O Xingu”

Cineasta Fernando Meirelles

“O Xingu”, produzido pelo cineasta Fernando Meirelles, foi lançado no início de 2012 em cinemas por todo o Brasil. O filme que até conseguiu razoáveis bilheterias no norte do país e em algumas salas de cinema do Rio de Janeiro e São Paulo, fez uma carreira desastrosa no Rio Grande do Sul. A história dos Irmãos Villas Boas não chamou atenção na região sul, fato que não fui surpresa para ninguém, inclusive o produtor.

Mesmo decepcionado com a fraca recepção da obra, Meirelles disse que conhece o RS e sabe que a população do estado nunca diz que é brasileira, diz antes que é gaúcha. Ele não crítica à independência do país nestes termos culturais. Inclusive lembra que muitos filmes que fazem sucesso aqui no Rio Grande do Sul, não são nada conhecidos fora do Estado e o oposto também é verdade.  Os produtores de cinema é que muitas vezes esquecem isso. Meirelles explica que agora já sabe: deve-se fazer uma campanha especial de lançamento do filme para o RS. Assim as coisas provavelmente funcionariam melhor e não se teriam outros vexames de público como o do “O Xingu”.

O Rio Grande do Sul, contudo, não foi responsável apenas por se tornar uma mancha na história da última produção de Meirelles. Desencorajado pela péssima recepção do filme “O Xingu” pelo grande público, o produtor chegou a desistir de seu novo projeto: adaptar o Grande Sertão Veredas.  Para ele, se o público não se interessou na história dos índios, não estariam interessados na dos jagunços. Meirelles disse que não tem o desejo de repetir o desastre que foi sua última produção, pelo menos aqui no Rio Grande do Sul. Ele, contudo, considerou que vai pensar na ideia de, quem sabe, colocar bombachas no Riobaldo e ver se o filme faz sucesso por aqui.

Tags: , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*