Esportes / Viés

Outro olhar sobre os esportes: Karate

Com o intuito de diversificar o panorama de esportes aqui no Viés, trago neste post um pouco sobre o Karate. O Karate-Dō – Caminho das Mãos Vazias – é uma disciplina de desenvolvimento pessoal através de práticas de luta, porém, muito mais que a força física, ele estimula a mente e proporciona as condições espirituais necessárias. Dessa forma, são levados em conta a atitude e o espírito do praticante, não apenas a sua postura e forma.

A história

O combate desarmado nasceu antes da história escrita, mas as origens mais remotas são obscuras, muitas vezes encobertas pelo folclore de uma variedade de culturas do mundo.

No século XIV, em Okinawa (ilha situada ao sul do Japão), as lutas desarmadas foram desenvolvidas em segredo durante muito tempo, devido à proibição do porte de armas por parte dos súditos dos reis da Dinastia Shō. Como forma de defenderem-se das cobranças tributárias dos impiedosos Peichin (militares semelhantes aos samurais), a população camponesa passou a praticar técnicas de defesa pessoal, que incluíam agarramento, empurrões, batidas de ombro, punho e pé, além de uso de ferramentas rurais.

Foto de Gichin Funakoshi

Gichin Funakoshi, o "pai do karate" moderno

O karate moderno nasceu na época em que o finado Mestre Gichin Funakoshi (1868-1957), então líder da Sociedade Okinawa de Artes Marciais, foi solicitado pelo Ministério da Educação do Japão, em maio de 1922 a conduzir apresentações de karate em Tóquio. A nova arte foi recebida entusiasticamente e foi introduzida em várias universidades, onde criou raízes e começou a florescer.

Devido ao fato do karate ter sido praticado secretamente no passado, um grande número de escolas e estilos (Ryus) foram desenvolvidos. Hoje existem inúmeras escolas no Japão, sendo as mais destacadas: Shotokan, Goju-Ryu, Shito-Ryu e Wado-Ryu, todas com ramificações pelo mundo afora.

O legado de Gichin Funakoshi pode ser encontrado  na obra “Os Vinte

capa do livro Os Vinte Princípios Fundamentais do Karate

O legado de Funakoshi

Princípios Fundamentais do Karate”.  De natureza filosófica, assim como toda a prática do Karate, a intenção do mestre era tanto dar apoio a essa forma de vida como também orientar os futuros participantes. A construção de caráter e da espiritualidade pode ser entendida como seu o grande objetivo, através do incentivo das virtudes coragem, honestidade, perseverança e humildade. Dessa forma, todos os ensinamentos do karate não devem cessar após o treinamento; deve continuar ao longo da rotina diária.

Engana-se, portanto, quem pensa que a valentia está nas demonstrações de força física. O próprio Funakoshi dizia “Eles brincam com as folhas e os ramos de uma grande árvore sem a mínima noção do corpo”.  Quando se aprimora a mente, o corpo e o espírito se atingem os verdadeiros elementos que definem a qualidade de vida de alguém. No karate-do não se trata de vitória ou de defesa, e sim do aperfeiçoamento do caráter de cada indivíduo.

Fonte: FROSI, Tiago Oviedo. Os Reis da Luta: representações do Karate nos Jogos Digitais. Monografia de Conclusão de Curso (Graduação). Escola de Educação Física da UFRGS. Porto Alegre, 2009.

Federação Gaúcha de Karate

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*