Controle de carrapatos usando inibidores de enzimas

Panorama tecnológico
Os carrapatos são um dos principais vetores de agentes de doenças humanas e animais. Podendo transmitir uma grande variedade de agentes patogênicos, incluindo vírus, bactérias e protozoários.
O impacto dos carrapatos na pecuária está relacionado tanto ao parasitismo quanto às doenças causadas pelos patógenos que transmitem. Mesmo se não for considerado o papel dos carrapatos como vetores de patógenos, somente os efeitos diretos causados pela infestação destes parasitos são prejudiciais para os animais e suficientes para afetar economicamente a produção pecuária.
Atualmente, o uso de acaricidas (substâncias utilizadas para combater ácaros) químicos é o método mais usado no combate à principal espécie de carrapatos que causa problemas econômicos na produção bovina brasileira.

Descrição da tecnologia
A presente invenção refere-se a uma forma segura para o controle da infestação por carrapatos. Tratando-se de um processo de controle seletivo de populações de carrapato usando inibidores das enzimas. A tecnologia afeta seletivamente a fisiologia dos parasitas e pode levar à diminuição da viabilidade dos ovos.

Problema resolvido
O desenvolvimento de novos métodos de controle de carrapatos é de extrema relevância uma vez que infestações por este parasita causam perda de peso do animal, diminuem a produção de leite e prejudicam o couro. O controle desse parasita é realizado praticamente pelo uso de acaricidas, e os atuais compostos estão cada vez menos eficientes, sendo importante a identificação de novos compostos. Além disso, resíduos químicos derivados destes acaricidas contaminam o ambiente e os produtos destinados ao consumo humano.

Aplicações
Em modalidades não restritivas da invenção, o uso dos referidos inibidores pode ser: na fabricação de uma composição carrapaticida de uso tópico, diretamente sobre carrapato ou de uso oral, pelo hospedeiro a ser parasitado pelo carrapato.

Vantagens
– O desenvolvimento de novas drogas para a substituição dos princípios ativos tem sido uma necessidade permanente devido ao aparecimento de populações resistentes a cada novo princípio ativo desenvolvido.
– Apresenta o potencial de reduzir a probabilidade de desenvolvimento de resistência pelos carrapatos.
– Baixa toxicidade para humanos e outros animais.

Nível de maturidade da tecnologia (TRL – Technology Readiness Level)

Status e oportunidade
Pedido de patente depositado no INPI sob n° BR 10 2020 008095 4.

Inventores
Itabajara da Silva Vaz Junior
Marina Amaral Xavier
Carlos Termignoni

Visite os departamentos (clique no logo):

Faculdade de Veterinária UFRGS

Seleção PPGBCM para ingresso em março/2019 INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *