Prótese eletrônica para membro superior

Protótipo virtual da prótese de membro superior.

Panorama tecnológico
A reabilitação de movimentos básicos para amputados auxilia os mesmos com inúmeras tarefas do dia a dia e possibilita uma maior autonomia e independência dos usuários de próteses funcionais. Porém, o alto custo das próteses torna sua utilização pouco viável para grande parte da população.
Prótese Transradial com Sensores de Eletromiografia é um produto da área de tecnologia assistiva (TA), baseado em estudos dos cenários brasileiro e internacional sobre próteses para membro superior.

Descrição da tecnologia
A invenção é um método de controle em prótese eletrônica e uma prótese eletrônica para membros superiores compreendendo uma mão protética e um sensor de eletromiografia para detecção de sinal elétrico gerado pela atividade muscular e dedos artificiais comandados eletronicamente.
O objetivo foi desenvolver uma prótese transradial de baixo custo, a qual permita a reabilitação de movimentos básicos, e que seja semelhante à mão humana, incentivando o desenvolvimento de tecnologias colaborativas e de impressão 3D no cenário brasileiro.

Demonstração de mobilidade da prótese.

Problema resolvido
O acionamento dos dedos mínimo, anelar e médio através de um único motor. A fixação universal utilizando o sistema de abas para acomodar diversos tipos de deformações decorrentes da amputação.

Vantagens
-Redução de custos de fabricação;
-Personalizável;
-Fixação;
-Fácil fabricação por impressão 3D;
-Componentes comerciais.

Aplicações
– Pacientes com amputação transradial de membros superiores.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)

Status da tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Inventores
Fabio Pinto da Silva
Paul Richard Mayer

Visite nosso laboratório (clique no logo)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *