Termobateria a base de líquidos iônicos

Panorama tecnológico
Termobaterias são constituídas de um eletrodo que opera em baixas temperaturas e outro que opera em altas temperaturas. Entre eles se coloca uma solução contendo um par redox que irá sofrer uma reação de transferência de carga reversível. Os eletrodos mantidos a diferentes temperaturas constituem um catodo e um anodo.

Descrição da tecnologia
A invenção descreve uma bateria que opera por diferença de temperatura (termobateria) e emprega líquidos iônicos como solventes e eletrólitos, ou seja, a diferença de temperatura entre chapas da termobateria induz o aparecimento de uma força eletromotriz.

Problema resolvido
A presente tecnologia utiliza líquidos iônicos como eletrólitos e solventes que não foram, até o momento, descritas na literatura técnica e/ou científica.

Aplicações
As termobaterias são utilizadas para a produção de energia elétrica em geral, tendo diversas aplicações.

Vantagens
A tecnologia para as baterias aqui descritas opera em temperaturas não muito altas, como nos casos das que utilizam sais fundidos e, nem muito baixas, como no caso das que utilizam água como solvente no preparo da solução

Nível de maturidade da tecnologia (TRL – Technology Readiness Level)

Status e oportunidade
Patente concedida pelo INPI sob n° do pedido PI 0904308-0.

A patente pode ser encontrada na íntegra no Lume pelo link.

Inventores
Crestina Susi Consorti
Jairton Dupont
Luiz Fernando Magalhães Reis
Reinaldo Simões Gonçalves

Visite o Lab… (Clique no logo)

departamento de química orgânica