Desenvolvimento de materiais e processos para próteses em implantes

Oportunidade

  • Brasil: dependência de produtos importados na área de saúde
  • Carência do sistema de saúde nacional por produtos de saúde mais acessíveis
  • Foco de incentivos e fomento governamental propício a geração de novos negócios
  • Possibilidade de substituição ou otimização das soluções vigentes no mercado


Tecnologias

Desenvolvimento de materiais com propriedades otimizadas para próteses e revestimentos de implantes

  • Revestimento com hidroxiapatita para superfícies metálicas
  • Compósito polimérico com Pentóxido de Nióbio

Indústrias de aplicação

  • Médica – Próteses para implantes, cimentos e selantes ósseos


Vantagens das tecnologias

  • Melhora da biocompatibilidade de próteses revestidas com processo simplificado
  • Otimização das propriedades mecânicas de próteses desenvolvidas

 

Viabilidade: produção e mercado

  • Técnicas e processos desenvolvidos visam facilitar a produção dos materiais
  • Nióbio é uma matéria-prima abundante no Brasil
  • Há possibilidade de mudanças de produção em diferentes níveis, conforme a tecnologia desenvolvida
  • Incentivos e oportunidades de fomento público para produção nacional de produtos para saúde

 

Categoria de oportunidade

  • Licenciamento
  • Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) conjunto
  • Investimento em geração de spin-off

 

PesquisadorCarlos Pérez Bergmann, Prof. Dr.                                                                       Laboratório de Materiais Cerâmicos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *