Nanocompósitos de polietileno com propriedades magnéticas

Panorama tecnológico
Técnicas de polimerização são utilizados para a produção de polímeros com diferentes tipos de aplicações, formas, arranjos físicos e propriedades poliméricas. Os processos de polimerização in situ de etileno conhecidos fazem uso de catalisadores, nanotubos de carbono puro e/ou monômeros de etileno.

Descrição da tecnologia
Através de cargas provenientes de rejeito florestal foi desenvolvido um material composto de polietileno.  Foram sintetizados nanocompósitos de polietileno por polimerização in situ utilizando como carga carbono ativado com níquel, que conferiram ao material propriedades magnéticas.  As propriedades mecânicas e térmicas do polímero aumentam com o aumento da carga.

Problema resolvido
O novo material com todas as excelentes propriedades do polietileno porém melhorando as propriedades térmicas e mecânicas  e adicionando a propriedade magnética a temperatura ambiente.

Vantagens
– A polimerização in situ permite reduzir uma etapa de processamento;
– Dispersão da carga é mais eficiente;
-Utiliza temperatura ambiente;
– O material apresenta propriedades magnéticas;
– Melhoria das propriedades térmicas e mecânicas.

Aplicações
– Materiais magnético flexíveis com boa processabilidade;
-Materiais multifuncionais;
-Sensores magnéticos;
-Sensores na medicina;
-Absorvedores de micro-ondas;
-Indústria automotiva e aeroespacial.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)
Status da tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Inventores
Griselda Ligia Barrera de Galland
Eder C. Lima
Julian Penkov Geshev
Muhammad Nisar

Visite nossos laboratórios (clique no logo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *