Nova pastilha vítrea com propriedade isolante termoacústica produzida com material reciclado

Panorama da tecnologia

A preocupação com os resíduos da atividade humana vem se tornando cada vez mais intensa, sendo que o vidro ocupa um lugar de destaque nessa questão, já que este não se decompõe na natureza. Da mesma forma, existe uma preocupação crescente com relação ao consumo energético para a obtenção do conforto térmico nas construções.

O vidro sodo-cálcico é o vidro comercial mais comum e o mais barato, e responde por 90% da produção. É usado principalmente em embalagens, como garrafas, potes e frascos, e também para produção de copos, vidro de janela, na indústria automobilística e em eletrodomésticos.

 

Descrição

Produto e método para produção de pastilha vítrea cerâmica com propriedades térmicas e acústicas diferenciadas, com alta resistência à compressão, cisalhamento e torção, resultando num produto ambientalmente interessante, por utilizar material de rejeitos de vidro sodo-cálcico e cinza de casca de arroz.

 

Vantagens/ Diferenciais

Melhora do conforto térmico e acústico nas construções.

Uso de rejeitos de vidro e casca de arroz para produção de pastilha vítrea.

O vidro sodocálcico é o material com maior relevância na formulação, podendo variar de 70% até 90%.

 

Problema que a tecnologia resolve

Descarte indiscriminado dos rejeitos, principalmente do vidro, no ambiente.

Alto consumo de energia para obtenção de conforto térmico nas construções.

 

Aplicação Industrial

Pode ser utilizada em paredes de fechamento interno de ambientes e fachadas externas de residências, condomínios residenciais e comerciais, que recebem a incidência do sol, proporcionando melhor conforto térmico e acústico.

imagem ilustrativa

 

Status da Tecnologia

Pedido de patente depositado no INPI

 

Inventores

FERNANDO ANTONIO DA SILVA FERNANDES

CARLOS PÉREZ BERGMANN

ERVIM FRANCISCO TOCHTROP JUNIOR

JUAN CARLOS VALDÉS SERRA

 

Oportunidade

Estamos procurando parceiros para licenciamento ou P&D conjunto

 

Estágio de desenvolvimento

 

Visite o Laboratório de Materiais Cerâmicos (clique no logo):

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *