Polímeros contendo selênio com propriedade de autocura

Panorama tecnológico
As propriedades dos materiais poliméricos podem ser moduladas pelos diferentes monômeros e suas proporções, podendo ser obtidos desde materiais flexíveis até polímeros com alta rigidez. A presença de ligações dinâmicas selênio-selênio, que necessitam de baixas energias para reagir, agrega a esses polímeros a propriedade de autocura. Se submetidos a uma fonte branda de energia, como um leve aquecimento ou luz visível, podem ter fraturas regeneradas e propriedades recuperadas em curtos tempos de exposição.

Descrição da tecnologia
Obtenção de materiais poliméricos que apresentem propriedade de autocura e utilização destes como aditivos de autocura em outros materiais. Demonstra um processo para a utilização de disselenetos que contenham dois grupos reativos em sua estrutura, sejam eles ácidos carboxílicos, cloretos ácidos, aminas ou álcoois na síntese de diferentes poliésteres e poliamidas.

Problema resolvido
As técnicas atuais propõem sínteses limitadas quanto aos materiais de partida disponíveis, gerando uma gama pequena de polímeros. O invento proposto se propõe a resolver este problema através de uma nova rota sintética, que pode levar a inúmeras combinações e uma gama muito maior de polímeros, tendo-se ainda controle sobre as propriedades dos mesmos através das proporções utilizadas. Além disso, através da mistura destes materiais com outros materiais de uso comum, a mistura também podem apresentar certos níveis moduláveis de propriedades de autocura.

Vantagens
Método bastante simples sem necessidade de uso de solventes orgânicos nem de alta energia para a polimerização, com pequena quantidade de catalisador. Os materiais obtidos podem ser curados apenas com aplicação de aquecimento brando ou luz visível.

Aplicações
Quaisquer materiais de engenharia com necessidade de aumento de vida útil, como tintas e revestimentos.

Estágio de desenvolvimento (TRL – Technology Readiness Level)

Status da tecnologia
Pedido de patente depositado no INPI.

Inventores
Tales da Silva Daitx
Caroline Gross Jacoby
Paulo Henrique Schneider
Raquel Santos Mauler

Visite-nos (clique no logo)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *