Processo de obtenção de nanocompósitos de resina epoxídica utilizando nanotubos de dióxido de titânio

Panorama Tecnológico
Os nanocompósitos poliméricos, agora chamados de NCP, têm se revelado como uma nova classe de materiais promissores. As propriedades desses nanocompósitos são significamente relevantes em relação aos compósitos clássicos. O desenvolvimento e uso de NCP significam um novo caminho para aplicações existentes das resinas epoxídicas ou aplicações em novas áreas.

Descrição da tecnologia
A invenção descreve o processo de obtenção de materiais nanocompósitos de mineral-polímero, mais especificamente um nanocompósito de epóxi-nanotubos de dióxido de titânio e o produto resultante do referido processo.

Problema resolvido
O objetivo do processo descrito na patente é obter materiais com características melhoradas em relação aos já existentes.

Aplicações
– Indústria automotiva
– Aeroespacial

Vantagens
– Baixo custo;
– Facilidade de processamento;
– Alta resistência à solventes;
– Alta resistência à tração.

Nível de maturidade da tecnologia (TRL)

Status e oportunidade
Pedido de patente publicado no INPI sob n° PI 1102558-1.

A patente pode ser encontrada na íntegra no Lume pelo link.

Inventores
Cláudia Moreira da Fontoura
Jairton Dupont
Martha Fogliato Santos Lima Richter
Raquel Santos Mauler
Virgínia Serra de Souza

Visite o Lab… (Clique no logo)